Márcio Matos
Márcio Matos
25 Jun, 2019 - 11:21

Moçambique: praias de sonho banhadas pelo Índico

Márcio Matos

As praias de Moçambique têm areais amplos, doses extra de beleza natural e um Índico a perder de vista, sempre com uma tonalidade diferente. Imperdível.

Moçambique: praias de sonho banhadas pelo Índico
O artigo continua após o anúncio

As melhores praias de Moçambique que listamos em seguida ficam entre a Ponta do Ouro e a foz do Rovuma, ou seja, entre Maputo e o Ibo. São cerca de 2515 quilómetros de uma costa cheia de esplendor e quase intocada.

Nas melhores praias de Moçambique não faltam atrações como o mítico tubarão-baleia, o caril de caranguejo, as dunas de Bazaruto e, claro, um Índico imenso que muda de cor à medida que se segue para norte.

5 melhores praias de Moçambique para percorrer e visitar

1. Tofo, província de Inhambane

moçambique
As paisagens da costa moçambicana são de cortar a respiração

Os coqueiros escondem o areal imenso, onde as crianças locais vendem água de coco (água de lanho), capulanas, espanta‑espíritos e castanhas de caju. O Índico amplo banha esta enorme praia. Nas imediações, o mercando vende peixe bem fresco todas as manhãs; os hotéis acolhem os muitos turistas e há muita habitação, inclusive de estrangeiros. Há bares com cocktails deliciosos e o tubarão‑baleia é a mais recente atração desta praia.

O Tofo é uma estância descontraída, sempre animada por festas, à exceção da época baixa, ideal para quem procura sossego e tranquilidade. Se for até lá, não pode deixar de seguir num bote para o mar alto e viver a experiência única de nadar com o tubarão-baleia, isto se ele aparecer, claro.

Se conseguir concretizar o feito anterior com sucesso, então nada como ir até ao Green Turtle, um dos melhores restaurantes de Moçambique, e celebrar com caipirinhas de maracujá e mojitos de manjericão.

2. Vilanculos, província de Inhambane

as melhores praias de mocambique
O tom verde esmeralda das águas convidam a um banho relaxante

Em Vilanculos, o Índico apresenta um tom verde-esmeralda encantador, de verdadeiro postal ilustrado. À medida que se segue para norte, a sua cor torna-se ainda mais fosforescente. Vilanculos é uma cidade cheia de vida, com um mercado de peixe fresco e animação noturna, quanto baste. Uma experiência que vale a pena, é ir até às ilhas de Bazaruto de barco.

Sob a superfície do mar, há recifes de coral belíssimos e várias espécies animais os colossais dugongos, os últimos da costa africana. Do cimo das dunas, é possível admirar a paisagem diversificada de Bazaruto, com a sua savana e praia intocadas. Por ali, é possível saborear um caranguejo grelhado no carvão e beber uma cerveja bem fresca.

De regresso a Vilanculos, nada como aproveitar o fim da tarde e o pôr do sol na praia. As mulheres vendem peixe fresco, enquanto as crianças jogam futebol e se ouve falar bitonga ou guitonga, o dialeto dominante em Inhambane.

O artigo continua após o anúncio

3. Chocas-Mar, província de Nampula

as melhores praias de mocambique
Os encantos de Moçambique vão sendo descobertos aos poucos

Nesta zona, o Índico está ainda mais luminoso e incandescente, mas é impossível resistir a alguns encantos da terra, como os elefantes da Gorongosa, as igrejas e os fantasmas da ilha de Moçambique. O destino é o arquipélago das Quirimbas, mas ainda na praia de Chocas-Mar há amêijoas para comprar e outros produtos vendidos no areal, vindos diretamente do mercado.

4. Pemba, província de Cabo Delgado

as melhores praias de mocambique
Quanto mais a Norte, mais o Índico se esmera

À medida que se segue para norte, o Índico fica cada vez mais resplandecente e encantador. É científico: quanto mais a norte, mais o Índico se esmera. O anteriormente chamado Porto Amélia é a terceira maior baía do mundo e é absolutamente encantador. Por aqui, praias não faltam, desde as exclusivas, às selvagens, sem esquecer as desertas. Em toda elas, o mar é sempre imenso e magnífico.

5. Ibo, província de Cabo Delgado

as melhores praias de mocambique
Um passeio pelos mangais proporciona momentos únicos

O arquipélago das Quirimbas é um destino que desperta muita curiosidade. Para chegar ao Ibo é preciso fazer uma deslumbrante viagem de barco pelos mangais. Este foi um entreposto comercial abastado nos anos negros do tráfico de escravos e da exploração do trabalho forçado.

Atualmente, testemunha a ascensão e queda de um império, cujas marcas ficaram para sempre gravadas na arquitetura e no traçado urbano, bem como no nome das ruas, na profusão de igrejas e nos edifícios coloniais.

O areal perde-se de vista, repleto de mulheres vindas do mercado, e estende-se até à vizinha Quirimba, onde é possível contemplar um pôr do sol inesquecível.

Veja também