ebook
Ebook Finanças (s)em Crise
Um guia para tempos complicados
Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
24 Abr, 2020 - 15:11

Mercearias online: onde comprar localmente sem sair de casa

Mónica Carvalho

A oferta de mercearias online e pequenos negócios com entregas ao domicílio está a crescer. Conheça algumas alternativas às grandes superfícies.

compras em casa

Algumas já nasceram assim, outras foram dando o salto para o digital. A verdade é que são cada vez mais as mercearias que permitem comprar online e receber as encomendas em casa.

A oferta é já bastante variada. Há mercearias históricas, de produtos biológicos ou até especializadas em bens alimentares vindos dos quatro cantos do mundo.

Muitas delas fazem das vendas à distância o seu único modelo de negócio, outras usam-no como um complemento. Mas há também pequenos produtores e comerciantes locais que olham agora para esta possibilidade como forma de ultrapassar as dificuldades trazidas pela pandemia.

Mercearias online: conheça algumas sugestões

Atualmente, com o estado de emergência em vigor, as saídas de casa são limitadas ao estritamente necessário, como para ir ao supermercado, à farmácia ou à padaria.

As medidas de segurança implementadas pelos estabelecimentos para proteger tanto funcionários, como clientes, já não causam estranheza, bem como as longas filas de espera a que nos fomos habituando a ver à entrada destes espaços.

O recurso às compras online parece assim a solução mais óbvia, mas a verdade é que muitas das cadeias de supermercados que disponibilizam entregas ao domicílio não têm conseguido dar resposta com a rapidez necessária.

Como tal, o pequeno comércio pode ser uma alternativa, sobretudo quando pode ter a mesma comodidade de receber os produtos de que precisa em sua casa, sem esperar tanto tempo.

Na lista que se segue encontra não só mercearias online, mas também talhos e lojas com uma oferta de produtos mais variada, para que não lhe falte nada durante este tempo de isolamento social. Conheça algumas sugestões, e respetivos locais de atuação:

mercearias online compras em casa

Plataformas ajudam a divulgar negócios locais

As medidas de confinamento impostas durante o estado de emergência fizeram com que os pequenos negócios se vissem obrigados a encontrar novas formas de sobrevivência.

O take-away e as entregas ao domicílio foram algumas das soluções encontradas pelos comerciantes para fazer face à crise. Acontece que nem sempre os clientes têm conhecimento de que dispõem desses serviços, uma vez que muitos deles não o faziam anteriormente.

Para dar resposta a essa e outras dificuldades, têm surgido vários movimentos com vista a dinamizar e incentivar as compras no comércio local.

Tratam-se de plataformas agregadoras que oferecem exposição aos comerciantes mais pequenos. Assim, é mais fácil para o consumidor ver o que está disponível perto da sua área de residência e, com isso, comprar o que necessita.

Go Small or Stay Home

Mercearias, padarias, garrafeiras, talhos, peixarias, cafés, restaurantes, lojas de animais e até lavandarias: o Go Small or Stay Home é mais um diretório de partilha de pequenos negócios locais onde consegue encontrar alimentos frescos e os mantimentos que precisa.

Tal, porque os comerciantes locais “merecem o nosso apoio – agora e daqui em diante”, pode ler-se neta base de dados online, disponível num formato de listagem simples, com o nome e tipologia do estabelecimento, assim como os respetivos contactos.

Qualquer pessoa pode ajudar esta lista a crescer ao submeter informação de mais lojas.

Na minha comunidade

Trata-se de um portal para divulgar comerciantes, produtores, restaurantes, farmácias, mercearias, restaurantes, e todos os serviços em funcionamento, que disponibilizem o serviço de entregas ao domicílio ou para take away.

Existem centenas de lojas e serviços disponíveis no portal Na Minha Comunidade, que integram negócios no sector da alimentação e bebidas, mas também ensino, animais, entretenimento, limpeza, ourivesaria, mobiliário, entre outros.

A ideia de criar este portal surgiu depois de a fundadora Patrícia Rodrigues notar que existiam “demasiados pedidos, nas redes sociais, de pessoas que não queriam sair de casa” e que procuravam saber os serviços disponíveis, mas também os que podem entregar artigos em casa.

Quietinho em Casa

Ficar “Quietinho em Casa” pode ser bem difícil nesta altura. E há sempre desculpas para sair, porque precisa de ir ao supermercado, à padaria, à farmácia, passear o cão…

Como todo o cuidado é pouco, principalmente para as pessoas que fazem parte dos grupos de risco de infeção por COVID-19, este site vem dar uma ajuda extra no cumprimento do isolamento social imposto.

A plataforma possui uma lista de serviços e empresas com entregas ao domicílio, mas não só. Para quem não está tão à vontade com a navegação na internet, há tutoriais que demonstram como navegar no site de cada negócio e fazer todas as compras necessárias.

Este é mais um projeto proveniente do movimento #tech4covid e pretende “dar visibilidade e apoio aos pequenos comerciantes”, visto que “são mais suscetíveis a serem impactados negativamente com esta crise”.

Compra aos pequenos

Devido à pandemia, a maior parte dos pequenos negócios enfrenta enormes desafios para garantir que se mantém em funcionamento.

Foi para dar uma ajuda e impulso à pequena economia que nasceu o projeto Compra aos Pequenos. Esta plataforma divulga um conjunto de negócios locais com ofertas adaptadas à situação de isolamento. Podem ser consultados por área geográfica e de negócio, bem como pelo tipo de oferta de que dispõem.

Além destas plataformas agregadoras e mercearias online, poderá consultar nos sites e redes sociais das câmaras municipais e até juntas de freguesia se possuem algum tipo de informação relativamente às lojas locais.

Numa tentativa de ajudar os pequenos negócios, muitos organismos públicos locais optam por divulgar listagens de estabelecimentos que se encontram abertos, mas também em que circunstâncias e com que tipo de serviços adicionais pode contar.

Veja também