Teresa Campos
Teresa Campos
27 Dez, 2021 - 15:48

Mini abdominoplastia: melhore a aparência da sua zona abdominal

Teresa Campos

Quer melhorar a aparência da sua região abdominal? Considere fazer uma mini abdominoplastia, ficando a conhecer melhor este procedimento.

abdominoplastia

São várias as circunstâncias que podem conduzir à acumulação de pele na zona abdominal, como é o caso da obesidade, envelhecimento, flacidez muscular e gordura localizada subcutânea.

Esteticamente, este é um problema que pode prejudicar a auto-estima da pessoa e, como tal, é importante procurar uma solução que, neste caso, pode passar por uma mini abdominoplastia. Perceba melhor do que se trata e como funciona todo o procedimento.

Mini abdominoplastia: fique a conhecer este procedimento

A mini-abdominoplastia é um tipo de abdominoplastia, mas que se carateriza por uma menor remoção de pele, incidindo sobretudo na região supra-púbica, ou seja, na pele que fica localizada acima da área púbica.

Para ser elegível para uma mini abdominoplastia, a pele acumulada deve ser em pequena a moderada quantidade, assim como o afastamento da musculatura abdominal e a gordura existente na zona abdominal.

Convém explicar que esta intervenção não visa a perda de peso, mas sim o tratamento da gordura localizada e a remodelação do contorno corporal.

abdominoplastia

Tipos de mini abdominoplastia

Há dois tipos possíveis de mini abdominoplastia.

  1. Miniabdominoplastia em que não há transposição umbilical, a cicatriz é muito pequena e apenas há pequenos excessos de pele suprapúbica.
  2. Miniabdominoplastia em que não há transposição umbilical, mas a cicatriz é maior. A inserção umbilical pode ser secionada na sua base, fazendo com que o umbigo desça ligeiramente, sem no entanto existir cicatriz umbilical.

Passo a passo

O procedimento seguido na mini abdominoplastia pode demorar de uma a três horas e pode ser resumido nos seguintes passos abaixo listados.

  1. Administração de anestesia geral, epidural ou sedação local.
  2. Aspiração da gordura abdominal.
  3. Remoção do excesso de pele supra-púbico.
  4. Plicatura, se houver flacidez muscular.
  5. Sutura da pele.

Nota: este procedimento clínico pode ser feito em regime de ambulatório ou de internamento hospitalar.

Efeitos secundários possíveis

Como qualquer tipo de intervenção, a mini abdominoplastia não é isenta de efeitos secundários. Alguns deles são:

  • infeção;
  • hematomas;
  • demora no processo de cicatrização ou aparecimento de colóide em doentes com tendência para tal;
  • dormência na pele;
  • outras complicações pós-operatórias.

Pós-operatório

Depois desta intervenção, é normal o surgimento de dor que pode ser atenuada através da toma de analgésicos. Além disso, é recomendada a compressão elástica da região abdominal durante cerca de um mês.

abdominoplastia
Veja também Abdominoplastia: tudo sobre a cirurgia que remodela a barriga

Se não gosta do que vê no espelho quando observa o reflexo da sua zona abdominal, então equacione a possibilidade de fazer uma mini abdominoplastia. Para isso, já sabe, não pode ter uma grande acumulação quer de gordura, quer de pele.

Caso seja esta a sua condição, então a mini abdominoplastia é uma solução muito eficaz para melhorar a aparência do seu abdómen, ao mesmo tempo que aumenta a sua auto-estima e auto-confiança.

Entre em contacto com profissionais especializados neste género de procedimento, de modo a que o médico possa traçar o tipo de intervenção a fazer, bem como os custos associados à mesma.

Não se esqueça que confiar o seu corpo a um especialista é o primeiro passo para garantir um resultado satisfatório e sem correr riscos de qualquer tipo.

Veja também