Catarina Reis
Catarina Reis
26 Set, 2018 - 11:48
O seu filho leva a mochila pesada? Reduza o peso com estas dicas

O seu filho leva a mochila pesada? Reduza o peso com estas dicas

Catarina Reis

A mochila pesada, em consequência do número de livros e materiais, é prejudicial à saúde. Sabe qual o peso ideal para a mochila do seu filho?

O artigo continua após o anúncio

As crianças transportam, diariamente, mais de 15% do seu peso em livros e outros materiais escolares. Chocado? É esta a realidade de muitas crianças e jovens que se fazem acompanhar, todos os dias, de uma mochila pesada para as aulas. O que fazer em relação a este problema?

A mochila pesada pode causar problemas de saúde

Na educação das nossas crianças e dos nossos jovens, damos extrema importância ao desenvolvimento da cognição, da linguagem e até de competências relacionais e pessoais. No entanto, parecemos continuar a desviar a atenção de um problema que, segundo a associação portuguesa Spine Matters, afeta mais de 37% das crianças: o peso excessivo das mochilas escolares e as suas consequências para a saúde da coluna cervical e lombar.

10 dicas para preparar regresso às aulas do seu filho

Mochila pesada e uso do telemóvel: combinação fatal

Como se não bastasse, cada vez mais crianças usam o telemóvel ou o tablet – quer sejam seus ou dos seus pais -, o que promove uma postura muito incorreta da cervical. Ora, se as crianças, no período de aulas, sobrecarregam a coluna com uma mochila pesada, nos tempos livres acabam por esforçar, de outra forma, a cervical. Uma mistura explosiva que, prevê-se, causará ainda mais problemas de saúde aos jovens-adultos de amanhã.

Tomemos como exemplo o seguinte caso: a Teresa tem 10 anos e pesa cerca de 32Kg. A sua mochila não deverá, em caso algum, ter um peso superior a 15% do seu peso, isto é, a 4,8Kg.

Como apurar o peso limite da mochila do seu filho?

O peso ideal para a mochila do seu filho depende do peso dele. Por outras palavras, e como foi explicado acima, jamais a mochila escolar deve ter um peso que seja superior a 15% do peso da criança.

Para verificar se a mochila do seu filho tem peso a mais, faça o seguinte: multiplique o peso do seu filho por 15 e divida o resultado por 100. E depois, pese a mochila do seu filho e verifique se, eventualmente, o peso da mochila ultrapassa o resultado final. Se ultrapassar, vai ser necessário tomar medidas de imediato, uma vez que não é de todo aconselhável que o peso da mochila ultrapasse aquele valor.

Já pesou a mochila do seu filho hoje?

Este assunto requer constantes atenções por parte dos pais, e um esforço de educação das crianças para que elas próprias comecem a respeitar mais os limites do seu corpo. Uma boa prática a implementar em sua casa é encorajar o seu filho a preparar a mochila na véspera do dia de aulas e a pesá-la. Coloque junto à balança um papel onde esteja escrito o limite de peso da mochila e permita que seja a criança a verificar se a mochila pesa mais do que deveria pesar.

O primeiro dia na creche não tem que ser um pesadelo com estas 10 dicas

Não se esqueça do saco da educação física

Nos dias em que a criança ou o adolescente tiver aulas de educação física ou nos dias em que, logo a seguir à escola, se dirija a alguma atividade extracurricular, desportiva ou de outra natureza, não se esqueça de pesar conjuntamente a mochila e o equipamento que a criança tem de levar para essa atividade desportiva ou extracurricular.

Reduza o peso da mochila selecionando melhor o material escolar

O material escolar deve ser comprado de forma criteriosa, tendo em vista a redução do peso da mochila. Por exemplo, utilizar uma capa ou dossier para as várias disciplinas em vez de transportar um caderno para cada uma delas pode ser uma solução interessante para aliviar a carga que a criança transporta diariamente.

Os materiais escolares que não sejam imprescindíveis para a realização dos trabalhos de casa devem ser deixados na escola, em cacifos próprios para esse efeito.

Consequências de uma mochila pesada

A mochila com peso a mais provoca mudanças nos ângulos dos ombros, pescoço, tronco e até das pernas. A verdade é que o uso diário, meses a fio, de uma mochila com peso a mais provocará uma curvatura anormal nas costas da criança, o que, a médio prazo, terá um forte impacto na postura global. Por outras palavras, se o seu filho usa a mochila pesada, na linha do horizonte podem estar-lhe reservados problemas como: corcundez, escoliose, dor lombar na idade adulta, e dores de cabeça frequentes.

Livros escolares: onde comprar online

  • Material escolar comestível? Sim, existe!
  • 10 dicas para melhorar o aproveitamento escolar do seu filho
  • 10 dicas para lidar com a ansiedade do regresso às aulas