Publicidade:

Fisco quer contribuintes a pagar IVA por débito direto

Diretora-geral da Autoridade Tributária considera que o alargamento em 5 dias do prazo do pagamento do IVA vai permitir a opção pelo débito direto.

Fisco quer contribuintes a pagar IVA por débito direto
Proposta de lei procede à alteração de vários códigos fiscais

O Governo apresentou uma proposta de lei que procede à alteração de vários códigos fiscais, introduzindo ajustamentos em normas relativas às obrigações declarativas dos contribuintes, procurando simplificar procedimentos e reforçar o combate à fraude e evasão fiscais.

Para tal, uma das alterações previstas é a do alargamento do prazo do pagamento do IVA em 5 dias, face às datas agora em vigor, aplicando-se esta alteração tanto às empresas que se encontram no regime mensal como no regime trimestral deste imposto.

A justificação para este alargamento prende-se, de acordo com a Diretora-geral da Autoridade Tributária e Aduaneira, com o facto de permitir aos contribuintes a opção pelo débito direto.

Recorde-se que, desde março de 2018, é possível aos contribuintes aderirem ao pagamento de impostos por débito direto, estando esta funcionalidade disponível para o IRC, IRS, IMI, IUC, pagamento por conta do IRC e pagamentos a prestações.

Veja também:

O E-Konomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O E-Konomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].