ebook
Ebook Finanças (s)em Crise
Um guia para tempos complicados
Ekonomista
Ekonomista
23 Fev, 2021 - 14:22

Nova etiqueta energética chega às lojas a 1 de março

Ekonomista

A principal novidade é a organização da escala de classes de eficiência energética. Passa a ser de A a G.

Casal a ler informações da nova etiqueta energética a partir de um tablet

A partir do dia 1 de março, a maioria dos eletrodomésticos nas lojas físicas e online passam a ter uma nova etiqueta energética.

A principal novidade prende-se com a escala de classes de eficiência energética, que passa a ser de A (mais eficiente) a G (menos eficiente), informa a DECO Proteste num comunicado.

Outra das novidades é a existência de um código QR na etiqueta que direciona o consumidor para a Base de Dados de Produtos Europeia, de forma a obter mais informações sobre o desempenho e as características específicas dos produtos em causa.

Sabe-se que dois projetos estiveram a apoiar a implementação da nova etiqueta energética, o BELT (Boost Energy Label Take Up) e o LABEL2020, financiados pela União Europeia ao abrigo do programa “Horizonte 2020”, e que visam a adoção de produtos mais eficientes ao nível europeu.

Em Portugal, a DECO Proteste, em colaboração com a Worten, é responsável pela implementação do Projeto BELT enquanto a ADENE, em estreita coordenação com a Direção-Geral de Energia e Geologia, é a entidade responsável pela implementação do projeto LABEL2020.

A DECO Proteste informa ainda que as lâmpadas também vão ter nova etiqueta energética, mas esta alteração só entra em vigor a 1 de setembro de 2021.

Veja também