ebook
           
GUIA DO REGRESSO ÀS AULAS
Patrocinado por Escola Virtual - Grupo Porto Editora
Teresa Campos
Teresa Campos
19 Nov, 2021 - 15:04

Há novas regras de vacinação Covid. Fique a conhecê-las

Teresa Campos

A Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, comunicou quais as novas regras de vacinação Covid. Partilhamos o essencial a reter já a seguir.

Médico a vacinar utente

O reforço da vacina contra a Covid-19 já começou a acontecer, sendo que atualmente até pode ser feito em simultâneo com a vacina contra a gripe. Porém, há novidades quanto aos grupos elegíveis para esta vacina e, também, no que respeita ao intervalo de espera necessário entre a toma da segunda e da terceira doses. Tome nota das novas regras de vacinação Covid que deve conhecer.

As 3 novas regras de vacinação Covid

Administração da vacina da covid-19

1. Intervalo de toma entre a 2ª e a 3ª doses da vacina

Neste momento, são elegíveis para a vacina contra a Covid-19 maiores de 65 anos, profissionais de saúde e do setor social e bombeiros que transportam doentes que tenham tomado a segunda dose da vacina contra a Covid-19 há, pelo menos, 5 meses (150 dias).

Isso torna possível vacinar mais pessoas, mais precocemente, sem comprometer a segurança de todo o processo.

2. Recuperados da doença

Outra novidade é que quem já teve Covid-19 e foi dado como recuperado da doença, mas apenas tomou uma dose da vacina, vai a partir de agora poder passar a receber a dose de reforço (neste caso, a segunda dose da vacina).

Naturalmente que, para isso, deve cumprir os critérios enunciados na regra anterior, ou seja, ser maior de 65 anos, profissional de saúde e do setor social ou bombeiro que transporte doentes e já terem passado 5 meses (150 dias) sobre a data em que tomou a primeira dose da vacina.

O grupo de recuperados a ser vacinado corresponderá a aproximadamente 140 mil pessoas. Importa ainda dizer que estas doses de reforço serão sempre realizadas com uma vacina de mRNA, ou seja, com uma vacina ou da Pfizer, ou da Moderna, independentemente da vacina que tenham tomado da primeira vez.

3. Reforço para todos os que tomaram a vacina da Janssen

Todos os que tomaram a vacina de dose única da Janssen deverão receber o reforço da vacina contra a Covid 3 meses (90 dias) após terem recebido a vacina da Janssen. A razão para tal está no facto de estudos internacionais mostrarem que a perda de imunidade é maior com esta vacina.

Esta mensagem destina-se, inclusive, a jovens adultos com mais de 18 anos. Neste caso, a dose de reforço será dada com uma vacina mRNA, a da Pfizer ou a da Moderna.

Nesta fase, há 1 milhão de pessoas que tomaram a vacina da Janssen e que são elegíveis para receberem a dose de reforço da vacina contra a Covid-19.

Novos empregos exigem vacina COVID-19
Veja também Novos empregos exigem vacina COVID-19 – como agir?

Outras informações úteis

Neste momento, os centros de vacinação estão a vacinar 7 dias por semana. O sistema de “casa aberta” está a funcionar para as pessoas com mais de 75 anos de idade e o auto agendamento está aberto para os indivíduos com mais de 65 anos de idade.

Além da subida do número de infeções, também se tem registado uma subida no número de óbitos, os quais, segundo Graça Freitas, continuam a ocorrer, maioritariamente, em pessoas com mais de 80 anos de idade e com comorbilidades associadas.

Até ao momento, cerca de 600 mil pessoas já receberam a dose de reforço da vacina da Covid-19. Mais de 1 milhão tomou a vacina da gripe. E aproximadamente 400 mil fizeram a co-administração das duas vacinas.

O objetivo é que, até 19 de dezembro, esteja vacinado 1,5 milhões de pessoas.

Veja também