Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
José Gonçalves
José Gonçalves
26 Mai, 2020 - 08:30

Novo Renault Captur: Conheça ao detalhe o renovado SUV francês

José Gonçalves

O SUV urbano que a Renault lançou em 2013 chegou agora à segunda geração. Cresceu em tamanho e habitabilidade, e já tivemos oportunidade de o testar.

Novo Renault Captur

Seis anos depois da estreia mundial, a construtora francesa apresentou o novo Renault Captur. Uma segunda geração inteiramente renovada, com o objetivo de manter a liderança no segmento europeu e com a herança de mais de 1,2 milhões de unidades vendidas desde o lançamento da primeira geração.

Chegou a Portugal no início de 2020, com linhas mais atléticas, crescendo em tamanho e na habitabilidade.

No interior e para além do aumento do espaço, existe uma clara evolução na qualidade dos materiais, dos acabamentos e ainda novos equipamentos tecnológicos, sem esquecer a grande modularidade característica do segmento.

Exteriormente, reinventou-se, modernizando as linhas e ficando simultaneamente com um visual mais musculado e dinâmico.

Alcança igualmente desempenhos ao nível de modelos do segmento superior e reforça ainda a sua dimensão internacional, sendo agora também comercializado na China e tendo a mesma designação em todos os mercados.

Renault Captur 2020: o que achamos do renovado líder dos mini-suv em portugal

Primeiro híbrido E-TECH Plug-in

O novo Renault Captur apresenta várias mudanças relativamente à geração inaugural, desde logo por progredir na dimensão tecnológica, respondendo aos três pilares da mobilidade do futuro: elétrico, conectado e autónomo.

Vai ser o primeiro modelo da marca a beneficiar de uma motorização híbrida recarregável E-TECH Plug-in, resultante de uma tecnologia desenvolvida pela Renault.

Ecossistema Renault EASY CONNECT

Novo Renault Captur
Fonte: Renault

Entretanto, todos os veículos da Renault serão conectados até 2022 nos mercados-chave e o novo Captur ilustra bem essa lógica ao incorporar o novo sistema multimédia conectado e o ecossistema Renault EASY CONNECT.

Tecnologias de assistência à condução

O Grupo Renault também vai comercializar, até 2022, 15 modelos dotados de tecnologias de condução autónoma.

O novo Renault Captur será um dos pioneiros, introduzindo tecnologias de assistência que levarão à condução autónoma e serão generalizadas em modelos do segmento B.

10 centímetros mais comprido

Novo Renault Captur
Fonte: Renault

O novo Renault Captur é 10 cm mais comprido do que o da primeira geração, chegando ao 4,23 metros, e para o visual mais musculado contribuem as jantes de 18 polegadas das versões mais equipadas e a uma distância entre eixos de 2,63 m, maior em 2 cm do que a anterior.

Outros detalhes como uma cintura de carroçaria mais elevada, os faróis 100% LED logo no primeiro nível de equipamento, a nova dupla assinatura luminosa em forma de C nos grupos óticos dianteiros e traseiros ou os elementos decorativos em cromado contribuem igualmente para a melhoria da qualidade percecionada.

A imagem de SUV é realçada por elementos específicos, como as proteções inferiores dos para-choques dianteiro e traseiro, a linha de proteção em preto que percorre as embaladeiras e as cavas das rodas e as barras de tejadilho em alumínio.

O capô de aspeto mergulhante, a inclinação do tejadilho mais acentuada atrás e a redução das superfícies vidradas conferem-lhe igualmente maior dinamismo.

Defletores no para-choques dianteiro

O novo para-choques dianteiro do Captur adiciona ainda um efeito funcional, ao albergar dois amplos defletores de ar ao nível das cavas das rodas, que contribuem para reduzir as perturbações e melhorar os desempenhos aerodinâmicos do veículo, de modo a diminuir o consumo.

Estreia da assinatura luminosa C-Shape nas luzes traseiras

Luzes novo Renault Captur
Fonte: Renault

Os faróis dianteiros exibem a nova assinatura luminosa da Renault em forma de C (C-Shape) e são complementados por segmentos adicionais: quatro frontais (dois por farol) que prolongam os elementos decorativos cromados da grelha, e dezoito laterais (nove por farol).

As luzes traseiras assumem também a assinatura luminosa em forma de C, uma estreia num modelo de série, e têm igualmente segmentos adicionais frontais (um por cada luz) e laterais (oito por cada luz), realçando o desenho e a trama 3D que distingue o modelo.

O design destas luzes traseiras, que se fundem na estrutura do portão traseiro, contribui para alargar visualmente o modelo.

De perfil, a subida na gama é realçada por elementos cromados, como a moldura dos vidros, as proteções laterais das portas e a decoração dos guarda-lamas dianteiros, enquanto o tejadilho personalizável está disponível, para além da cor da carroçaria, em mais quatro propostas: Preto Estrela, Laranja Atacama, Cinzento Highland e Branco Alabastro.

Também pode ser equipado com barras de tejadilho longitudinais, ou teto de abrir semi-panorâmico vidrado.

Revolução interior com nova consola flutuante

Interior novo Renault Captur
Fonte: Renault

No interior, o novo Renault Captur recupera o «Smart Cockpit», a que adiciona uma consola flutuante inédita, integrando as mais recentes tecnologias e equipado com os ecrãs de maiores dimensões da categoria.

Mas a revolução não acontece apenas no posto de condução. Todo o habitáculo incorpora materiais até agora de segmentos superiores, desde o revestimento macio para o painel de bordo, os painéis das portas e o contorno da consola central e a nova arquitetura dos bancos.

Elemento-chave do «Smart Cockpit», o ecrã multimédia de 9,3 polegadas ligeiramente curvo propõe a maior diagonal de afixação do segmento, com o novo sistema multimédia conectado Renault EASY LINK, o conjunto das prestações multimédia, navegação e «info entretenimento», as regulações MULTI-SENSE e os parâmetros dos sistemas de ajuda à condução acessíveis com simplicidade.

Volante mais pequeno e bancos com assento 15 mm mais comprido

interior Novo Renault Captur
Fonte: Renault

O volante do novo Renault Captur será mais pequeno, graças à instalação de um airbag mais compacto, o que permite melhorar a visibilidade do quadro de instrumentos pelo condutor. Dispõe ainda de novos comandos mais completos e retro-iluminados.

os bancos oferecem um melhor poder de retenção, graças a um assento 15 milímetros mais comprido e a uma forma mais envolvente.

O revestimento mais cavado da estrutura semi-flexível melhora bastante o espaço disponível ao nível dos joelhos dos passageiros traseiros (+ 17 mm).

Quadro de instrumentos digital

O novo Renault Captur propõe também um ecrã digital a cores que pode medir entre 7 e 10 polegadas e permite personalizar a experiência de condução de uma forma muito intuitiva. A versão de 10 polegadas integra navegação GPS.

A consola central sobrelevada é também um elemento-chave do «Smart Cockpit», permitindo uma melhor ergonomia do posto de condução. Adota, em algumas configurações, uma posição suspensa, totalmente inédita e que permite libertar espaço para novos locais de arrumação e novas funções, como a recarga por indução do smartphone.

Esta consola cujos contornos exteriores beneficiam de uma animação luminosa está associada à caixa de velocidades EDC do tipo «e-shifter» (sem cabo) e pode ser personalizada.

Bagageira mais volumosa

Novo Renault Captur
Fonte: Renault

Novidade na nova geração do Renault Captur é também a capacidade da mala, que sobe para os 536 litros – o melhor da categoria. Isto apesar da caixa de graves do sistema de som BOSE, totalmente integrado no lado esquerdo.

No habitáculo, há ainda mais 27 litros de espaços de arrumação e o volume é modular, graças ao banco traseiro deslizante em 16 cm e ao piso amovível, que permite obter uma configuração de dois planos, surgindo um piso quase plano com os bancos traseiros rebatidos para um comprimento máximo de carga de 1,57 m.

Opções mais ricas de personalização exterior

A carroçaria bitom é proposta no novo Renault Captur com novas 11 combinações de cores e a imagem exterior pode ser ainda mais personalizada com três cores possíveis para as proteções inferiores dos para-choques dianteiro e traseiro e as proteções inferiores das portas: Cinzento Highland, Branco Alabastro e Laranja Atacama.

No total, estarão disponíveis 90 combinações de personalização exterior.

Renault_ARKANA
Também pode estar interessado Renault Arkana: o SUV francês que promete conquistar a Europa

Personalização também no interior

O habitáculo do novo Renault Captur pode igualmente ser personalizado com elementos coloridos através de sete «packs»: quatro Azul Vollubilis, Azul Oceano, Laranja e Vermelho para decorar os arejadores e a base da alavanca de velocidades; e três Cinzento Claro, Cinzento Sellier e Laranja, para decorar as faces interiores das portas, o painel de bordo e os estofos.

Gama renovada de motores

Novo Renault Captur
Fonte: Renault

Outra das principais novidades do novo Renault Captur prende-se com a nova gama de motores, da qual se destaca, a partir de 2020, o bloco híbrido recarregável E-TECH Plug-in, em estreia no Grupo Renault e oferta única no seu segmento de mercado, no qual será pioneiro na democratização da tecnologia híbrida recarregável.

Mas tem também um portfólio renovado tanto diesel como a gasolina, associados a caixas manuais de 5 ou 6 velocidades ou a caixa automática de dupla embraiagem de 7 velocidades, numa diversidade de potências: de 100 cv a 155 cv, nos motores a gasolina; e de 95 cv a 115 cv, nos motores diesel.

Todos respeitando as mais recentes normas e com níveis de consumo e de emissões otimizados.

Nova geração de plataforma modular

Mais uma novidade do novo Renault Captur prende-se com a utilização da nova geração de plataforma modular da Aliança CMF-B. Desenvolvida desde 2014, é constituída por 85% de peças novas relativamente à da geração anterior.

A arquitetura é mais leve do que a anterior nomeadamente na carroçaria, aos eixos e no capô. Adota, igualmente, um fundo carenado, o que melhora o coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx) em cerca de 20 milímetros, traduzindo-se em menores consumos e menores emissões de CO2.

O novo Captur melhora também o conforto acústico, sobretudo graças ao isolamento do compartimento do motor, para um ganho na ordem de 1,5 a 2 dB, entre 0 e 130 km/h.

No que diz respeito à segurança, a plataforma do novo Captur foi totalmente revista em tudo o que diz respeito à estrutura da carroçaria, recorrendo à utilização de aço de elevado limite elástico e colas de estrutura que aumentam a força de ligação entre as chapas.

A segurança é ainda reforçada graças ao airbag adaptativo do condutor, airbags tipo cortina de grande volume, pré-tensores dos cintos de segurança com limitadores de esforço, fixações ISOFIX com a nova norma iSize, etc.

A nova arquitetura elétrica e eletrónica desta plataforma CMF-B permite ao novo Captur propor a oferta de equipamentos e de sistemas de ajuda à condução mais completa e mais moderna do segmento, desde a câmara 360° e o sistema de travagem de emergência ativa com deteção de ciclistas e peões até ao sistema de assistência à condução em autoestrada e trânsito, uma estreia nesta categoria.

Regulador de velocidade adaptativo com Stop & Go

manete de velocidades
Fonte: Renault

O regulador de velocidade adaptativo (ACC) é integrado na gama Captur, nas versões com caixa automática EDC.

Disponível dos 0 aos 170 km/h, permite manter, automaticamente, uma distância de segurança mínima até ao veículo que circula à frente.

Se não for detetado qualquer veículo à frente, o sistema funciona como um regulador convencional. Nas versões com os motores TCe 130 EDC FAP e TCe 155 EDC FAP, o regulador está associado à função Stop & Go.

Câmara 360°

O novo Renault Captur está ainda equipado com câmara 360°.

As quatro câmaras que compõem o sistema oferecem uma vista de cima do automóvel, apresentando numa só imagem os obstáculos à sua volta. Ativa-se automaticamente quando se engrena a marcha atrás e está diretamente acessível através dos comandos sob o ecrã multimédia.

Estacionamento mãos livres

O sistema Easy Park Assist (de ajuda ao estacionamento em paralelo, em espinha ou na perpendicular) está igualmente disponível na nova versão e facilita todas as manobras tanto para estacionar como para sair do lugar de estacionamento.

Durante o estacionamento, o conjunto de sensores faz a gestão da direção do automóvel. O condutor só precisa de se preocupar com os pedais e a caixa de velocidades.

Chegada a Portugal e preços

Novo Renault Captur
Fonte: Renault

Resta dizer que o novo Renault Captur chega a Portugal em janeiro de 2020 e a gama nacional e respetivos preços devem ser revelados ainda em dezembro próximo.

Ficha técnica

  • Comprimento: 4.228 mm
  • Largura: 1.797 mm
  • Altura: 1.566 mm
  • Distância entre eixos: 2.639 mm
  • Volume da bagageira: 536 L
  • Motorizações:
    • TCe 100 – Caixa Manual 5 velocidades
    • TCe 130 FAP – Caixa Manual 6 ou EDC 7
    • TCe 155 FAP – EDC 7
    • Blue dCi 95 – Caixa Manual 6
    • Blue dCi 115 – Caixa Manual 6 ou EDC 7
    • E-TECH Plug-in híbrido
Veja também