Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Alexandra Nunes
Alexandra Nunes
27 Out, 2018 - 10:27

Pagar com dinheiro: este é o melhor truque para poupar mais

Alexandra Nunes

Não há nada mais conveniente do que andar leve e pagar, nem que seja um café, com cartão. Mas pagar com dinheiro pode ser muito vantajoso para o seu bolso.

Pagar com dinheiro: este é o melhor truque para poupar mais

Quando vamos às compras ou temos que fazer pagamentos a opção é, normalmente, usar o cartão de débito ou de crédito. Não há dúvida que é um método seguro e cómodo. Mas pagar com dinheiro tem inúmeras vantagens, nomeadamente ao nível da poupança.

Sem ter que andar com grandes quantias na carteira, por questões de segurança, é possível optar por pagar com dinheiro a maioria das compras que faz no dia-a-dia. É tudo uma questão de hábito e algum planeamento.

Vantagens de pagar com dinheiro

pagar com dinheiro

Pagar com dinheiro pode ser mais prático e vantajoso porque:

  • Controla melhor os seus gastos e ajuda a poupar mais;
  • Consegue comprar em qualquer lado, mesmo estabelecimentos que não aceitam pagamento com cartão;
  • Evita o constrangimento de, por uma falha de energia, Internet ou problema no chip, não poder usar o cartão;
  • Pode usar como trunfo para negociar os preços em lojas de comércio tradicional ou mercados.

Pagar com dinheiro para poupar

Se tem um orçamento apertado ou tem que fazer ajustes para conseguir poupar mais, pagar com dinheiro é o melhor que pode fazer pela saúde da sua carteira. Ver o dinheiro a sair das nossas mãos no ato de pagamento tem um impacto psicológico muito eficaz que ajuda a aumentar a capacidade de poupança.

Se precisa de cortar nas despesas ou, simplesmente, controlar melhor os seus gastos, considere deixar de usar o cartão de débito e passar a pagar com dinheiro.

Ter noção exata de quanto está a gastar em cada compra faz com que tenha mais consciência do seu dinheiro e evite fazer gastos desnecessários. Não é à toa que o uso de dinheiro é sempre recomendado quando tem que se fazer poupanças.

E pode ainda aproveitar os trocos que sobram das compras para criar um mealheiro e aumentar as suas poupanças sem esforço.

Como fazer a mudança para dinheiro

pagar com dinheiro

Se está habituado a usar cartão para qualquer compra e quer mudar para pagamento com dinheiro tem que criar novos hábitos. Isso vai exigir alguma organização e planeamento. Veja os passos necessários para começar a pagar com dinheiro.

1. Escolha o que vai pagar com dinheiro

Comece por escolher as categorias de compras ou pagamentos que vai começar a fazer com dinheiro. Escolha aquelas em que tendencialmente gasta dinheiro a mais, por exemplo: saídas à noite, jantares fora ou compras de supermercado.

2. Defina o orçamento para cada categoria

Use um bloco de notas, uma app, um livro de contabilidade ou o que achar melhor, mas faça contas ao que gasta em média em cada uma das categorias selecionadas. Defina quanto pode gastar a cada mês ou semana para essas compras criando um orçamento.

3. Separe o dinheiro

Para não haver misturas e se desorganizar, levante o dinheiro total que vai precisar nesse mês ou semana (como lhe for mais conveniente) e separe em envelopes ou bolsas etiquetadas. Se tiver que ir ao supermercado, assim vai sempre saber quanto dinheiro ainda lhe sobra para gastar numa próxima vez.

4. Registe os gastos

Para que tudo isto funcione precisa de ir controlando os gastos. Guarde os recibos das suas compras/pagamentos ou anote de imediato o que gastou para que possa perceber se o orçamento tem que se ajustado ou se pode evitar certas compras.

5. Deixe o cartão de débito e crédito em casa

Se andar com o cartão quando vai sair ou ao supermercado vai acabar por se tentar a usá-lo. Simplesmente deixe o cartão em casa nessas alturas.

6. Baralhar e voltar a dar

Se sempre que vai ao supermercado tem que deixar produtos para trás na caixa porque não dinheiro suficiente consigo, ou está a comprar coisas desnecessárias (o que pode evitar se fizer uma lista de compras antes) ou, simplesmente, tem que reajustar os orçamentos. Tente passar parte do dinheiro destinado a entretenimento para compras de supermercado de forma a não mexer no orçamento global.

É importante manter alguma organização e ser rigoroso nos gastos. Pagar com dinheiro sem desperdiçar exige também disciplina. No entanto, permita-se alguma flexibilidade para que não se torne um processo penoso.

Se para si não resulta separar dinheiro para todas as categorias de despesa, por exemplo, comece apenas pelas compras pequenas do dia-a-dia. Vai ver que aos poucos torna-se natural pagar com dinheiro.

Veja também: