Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Assunção Duarte
Assunção Duarte
29 Jan, 2019 - 15:41

Como poupar na compra de um portátil

Assunção Duarte

Preparamos um guia para quem quer poupar na compra de um portátil. Não só poupa no orçamento, como fica satisfeito com a escolha.

Como poupar na compra de um portátil

Poupar na compra de um portátil exige alguma disciplina por parte do comprador. Um portátil não é apenas um objeto que nos faz falta e que vai ser útil para a nossa vida e trabalho. Pode ser também um gadget que apela a laços emocionais que podem atrapalhar uma compra mais lógica e eficiente.

Para ajudar a disciplinar a sua escolha, sugerimos que procure as respostas às perguntas que lhe colocamos. Essas respostas vão ser o seu guia para a nova compra. Vale a pena fazer este exercício antes de puxar pelo cartão bancário.

6 perguntas para poupar na compra de um portátil

rapariga a usar computador

Quer novo ou usado?

A forma óbvia de poupar é optar por não comprar um portátil novo. Todos conhecemos alguém que está sempre a trocar o seu portátil pelo modelo mais recente.

Se essa troca for feita num período de dois anos ou três depois da compra como modelo novo, essa máquina ainda pode estar muito boa e pode ser sua. De forma geral, um portátil pode ter uma vida útil com boa performance durante 4 e 6 anos. A questão está em saber se o computador está em bom estado por dentro. Se for dado às tecnologias, poderá fazer essa apreciação por si mesmo podendo arriscar um negócio direto, até online.

Mas se não perceber muito de portáteis e quiser comprar um usado com garantia de qualidade, o melhor é optar por um modelo recondicionado por uma empresa especializada em tecnologia.

Pode encontrá-los nas lojas oficiais, já que os técnicos costumam ser autorizados e certificados pelas próprias marcas, garantindo que o recondicionamento dos aparelhos usados foi bem feito. Os recondicionados de qualidade costumam até trazer um selo de garantia de pelo menos um ano.

Se mesmo assim ainda quiser optar por comprar um modelo novo, continue a responder às nossas perguntas.

Quer um portátil normal ou um híbrido?

De forma genérica, existem atualmente no mercado três tipos de portáteis: o portátil tradicional, com teclado e ecrã juntos, e dois tipos de portáteis híbridos. Um permite ao utilizador rodar o ecrã todo para trás para que o portátil fique fechado, mas como ecrã virado para fora, e o outro separa completamente o teclado do ecrã.

O objetivo é que ambos possam ser utilizados como tablets daí que os portáteis híbridos costumem ter ecrã táctil. Surgiram no mercado para satisfazer aqueles utilizadores que querem um portátil para trabalhar ou estudar, mas também querem um tablet para ver filmes ou navegar na Internet, sentados confortavelmente no sofá.

Se quer um híbrido, terá de procurar entre os mais baratos para poupar, mas avisamo-lo já que deverá ser bem mais caro do que um portátil tradicional. Mesmo que escolha a opção mais cara do portátil-tablet, ainda pode poupar ao responder às seguintes perguntas.

O design é importante para si?

Um design brilhante, uma marca com status ou aquela cor metalizada no exterior do portátil são características que o utilizador costuma pagar bem caro. E muitas vezes nada têm a ver com a qualidade do que está dentro da máquina.

Se não se deixar impressionar pela forma exterior do seu futuro portátil, é provável que consiga poupar bastante ao escolher os formatos mais tradicionais por fora, mas que por dentro oferecem a qualidade de que necessita.

Vai utilizar o portátil para fazer o quê?

Precisa de muita ou pouca memória RAM? Precisa de um ecrã com alta resolução? Faz-lhe falta capacidade de processamento? E de velocidade no disco? Não sabe como responder a estas questões? É simples.

Se quiser jogar muitos videojogos, editar muito material multimédia ou trabalhar em programas de modelação 3D, precisa disso tudo. E isso tudo custa mais dinheiro. Mas se quiser apenas navegar na Internet, ver filmes e ouvir música, ter vários programas de trabalho abertos que não incluam a edição profissional multimédia, pode poupar bastante dinheiro nestas características.

Uma resolução a partir de 1080p pode ser suficiente, tal como uma RAM entre os 4 e os 8GB lhe poderá dar uma boa performance e um processador Intel Corei 5 lhe poderá garantir um portátil que não se arrasta.

Os convencionais discos HHD também podem ser uma escolha. São mais lentos que os mais recentes SSD, mas duram mais, oferecem mais espaço de armazenamento e são mais baratos. Saiba o que precisa e quer para poder descartar as características que não lhe fazem falta.

Pode vir a precisar de um portátil melhor?

Acha que a suas necessidades atuais para utilizar um portátil podem vir a mudar? Pensa que poderá tornar-se um viciado em gaming, realizador de cinema ou um arquiteto que precisa de modelar projetos em 3D e o seu portátil o poderá deixar ficar mal? Não precisa descartar já um modelo mais básico porque pensa que ele poderá não corresponder às suas necessidades.

Mesmo não sendo um computador de secretária, os portáteis podem sofrer upgrades de hardware que o próprio utilizador poderá fazer. Assim, pode comprar agora um modelo mais barato e mais tarde colocar-lhe mais memória ou um novo disco para correr os programas mais rapidamente. Os componentes extra são mais baratos quando comprados separadamente.

Poderá fazer esse upgrade sozinho, mas existem muitas lojas especializadas que o fazem sem grandes custos. Só precisa de ter em atenção, quando compra, se o modelo do fabricante tem espaço e aceita esse tipo de melhorias.

Tem paciência para esperar pela altura certa da compra?

Se tiver paciência, é sinal de que poderá ainda poupar mais dinheiro. Isto porque ao longo de um ano, os modelos podem ter flutuações de preços importantes para o seu orçamento.

As alturas em que os preços poderão baixar mais são a época de final do ano escolar, julho e início de agosto, e no final do mês de novembro e início do mês de dezembro, com as promoções especiais para o Natal.

Se não ligar aos novos lançamentos e não for importante para si comprar os modelos mais recentes no mercado, escolha um portátil que se adeque às suas necessidades e aguarde que seja lançado o novo modelo dessa gama. Os modelos anteriores ao mais recente ficam imediatamente mais baratos, mas não deixam de ser bons. Acompanhe as noticias de lançamentos das suas marcas ou modelos preferidos para prever o seu tempo de espera.

Veja também