Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Marvin Tortas
Marvin Tortas
11 Mar, 2020 - 10:57

Qual a pressão correta dos pneus para um automóvel?

Marvin Tortas

Embora a pressão correta dos pneus possa variar de carro para carro, existe uma medida que servirá praticamente todos os modelos. Saiba qual é.

encher pneu

Saber qual é a pressão correta dos pneus não só vai garantir uma maior segurança ao circular na estrada, mas também garantir que o piso dos pneus do seu carro tem um desgaste uniforme e mais prolongado, ajudando-o a poupar algum dinheiro a longo prazo.

Os pneus são um dos componentes mais importantes do seu carro no que toca a segurança. São o único elo de ligação entre si e o asfalto, e na hora de fazer uma travagem mais brusca ou uma mudança de direção repentina para evitar algum obstáculo, vai querer confiar a 100% neles, sabendo que não terão qualquer reação inesperada. 

Utilizar uma pressão mais baixa do que o recomendado, nos pneus, vai fazer com que exista uma maior carga de forças sobre as paredes e partes laterais dos pneumáticos, e uma vez que esta zona é aquela que está sujeita a maior esforço durante a condução (sempre que faz uma curva ou uma rotunda as zonas laterais dos pneus são as que sofrem maior carga), isto acelerará o processo de desgaste.

Isto resulta em pneus carecas, que pode dar multa, não propriamente baratas. Utilizar pneus com pressão baixa vai fazer com que haja mais superfície do pneumático em contacto com a estrada, o que fará também com que os consumos de combustível aumentem. 

Quando utiliza uma pressão mais alta do que o recomendado para o seu tipo de carro, isto fará com que todo o peso seja suportado pela banda central de rolamento do pneu, evitando assim que este se molde tão facilmente às dinâmicas da estrada, acelerando o processo de desgaste da banda, sobretudo quando circula a velocidades mais elevadas, podendo correr o risco de rebentamento.

Pneus gastos podem aumentar a sua distância de travagem em até 50%. Ou seja, isto significa que se circular a 120 km/h, somando o seu tempo de reação e a distância efectiva que o carro necessita até se imobilizar percorrerá cerca de 150 metros. Caso os pneus estejam num mau estado de conservação, esta distância poderá ser de 225 metros.

E essa pode bem ser a diferença entre travar em segurança ou ter um acidente. Por isso, saiba qual a pressão correta dos pneus e circule sempre em segurança.

Qual é a pressão correta dos pneus para um carro?

homem a mover pneu

Como vimos, saber qual é a pressão correta dos pneus vai ajudá-lo, não só a conversar estes componentes em boas condições durante mais tempo, mas também a garantir que circula sempre em condições máximas de segurança. A pressão correta dos pneus varia de carro para carro, uma vez que nem todos os carros têm o mesmo peso, mas variará sempre entre 2.2 BAR e 2.5 BAR.

Se o seu carro é um citadino ou urbano (geralmente com pesos abaixo dos 1300 kg), então deverá utilizar sempre uma pressão entre 2.2 e 2.3 BAR, (ou entre 31 e 33 PSI se utilizar o método de medição imperial), sendo que se circular com pouca carga e poucos passageiros deverá utilizar apenas 2.2 BAR, se circular frequentemente com 4 ou 5 passageiros e alguma carga, deverá circular com uma pressão mais alta, 2.3 BAR.

Se o seu carro for um sedan, um SUV ou uma monovolume, deverá então utilizar sempre uma pressão de pneus mais alta. Como estes carros têm mais peso, necessitarão de uma maior pressão para os manter em contacto permanente e correcto com a estrada.

Se circular com um destes carros sem o número máximo de passageiros e com pouca carga deverá encher os seus pneus até uma pressão de 2.3 BAR (ou 33 PSI). Se circular com o carro com alguma carga e sempre com 4 ou mais passageiros, então poderá encher os pneus, no máximo até 2.5 BAR (36 PSI).

Os valores da pressão correta dos pneus para cada carro, podem ser encontrados numa placa de metal na porta do condutor do seu automóvel e deve ser consultada se quiser obter uma informação mais detalhada sobre a pressão ideal aconselhada pelo fabricante.

Veja também