Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Elsa Santos
Elsa Santos
25 Out, 2019 - 09:33

Primeiro ano de escola: dicas úteis

Elsa Santos

O primeiro ano de escola é carregado de emoções, inseguranças e desafios. Deixamos-lhe algumas dicas que poderão ajudar a gerir esta nova etapa.

Primeiro ano de escola

O primeiro ano de escola é uma etapa marcante na vida de qualquer criança e, claro, dos pais. Um misto de ansiedade e excitação nem sempre fácil de gerir e que mexe com as rotinas, os hábitos e tantas outras coisas.

Apresentamos-lhe algumas dicas úteis, para que tudo corra da melhor maneira. 

como sobreviver ao primeiro ano de escola

mae e filha escola

1. Criar uma imagem positiva

A entrada na escola primária é um grande passo na vida de uma criança (e da família). Esta mudança pode representar um choque com o qual nem sempre é fácil lidar. Para o evitar é importante criar uma expectativa positiva em relação à escola. Pode fazer isso das seguintes formas:

  • Falar da experiência dos pais, contando aspetos que os marcaram e a importância que a escola teve para eles, abordando aspetos interessante e divertidos. As crianças adoram histórias e se isso incluir o pai e/ou a mãe enquanto crianças, melhor. Mostre fotos, livros, desenhos ou outros elementos que possa ter dessa época. Eles vão enriquecer (e muito) os seus relatos;
  • Fomentar o contacto das crianças com alunos que tenham terminado o primeiro ano ou estejam no mesmo nível de escolaridade. Elas podem falar das coisas que já fizeram, o que aprenderam ao longo do ano e até mostrar alguns exemplos;
  • Se houver irmãos mais velhos, proporcione conversas animadas sobre a experiência na escola primária numa abordagem semelhante (e mais fácil de conseguir) à sugerida acima, mostrando trabalhos, imagens, cadernos e manuais.

2. Promover o interesse

Leia e escreva, incentivando-o e mostrando que ele vai aprender na escola e ser capaz de o fazer sozinho. Leve-o à biblioteca ou à livraria, escolha um livro novo. Faça jogos com números e experimente somar e subtrair.

Prepare, com a criança, um espaço especial, com uma secretária, onde ela poderá fazer os trabalhos de casa. Deixe-a usar o espaço em várias ocasiões para se ir familiarizando.

Cumpra todas as etapas com a ajuda da criança. Dessa forma, vai ajudar o seu filho a ultrapassar inseguranças e ficar mais entusiasmado com a escola primária. É o primeiro passo para o sucesso.

3. Evitar excessos

O primeiro ano de escola é repleto de novidades, o que leva a algum nervosismo e cansaço. Lembre-se que a criança vai receber muita informação, além de ter de se habituar a novas rotinas e hábitos, como o de permanecer sentada por períodos mais longos.

Tentem evitar sobrecarregá-la com muitas atividades extracurriculares. Ela vai precisar de tempo e espaço para se adaptar, para estudar consigo o que aprender e descansar. Dormir as horas suficientes e conseguir relaxar antes de se deitar é importante para a atenção, energia e bem-estar. Isso vai refletir-se na aprendizagem.

4. Criar rotinas novas e divertidas

Com a entrada na escola primária, as rotinas e hábitos diários sofrem grandes alterações. O ideal é que essa preparação comece algum tempo antes do início das aulas, de forma gradual, sem pressas.

Saber gerir o tempo de modo a encaixar todos os afazeres, respeitar horários, ter bons hábitos de sono e ainda arranjar espaço para brincadeiras e mimos, é fundamental.

Entre as rotinas diárias a estabelecer, considere as seguintes:

  • Definir um horário para deitar e acordar;
  • Tempo para fazer os trabalhos de casa;
  • Hora para tomar banho e jantar;
  • Momento para preparar a mochila e escolher a roupa do dia seguinte.

Tudo deve ser bem definido e cumprido para garantir que nada falha e é feito o mais cedo possível de modo a promover o descanso da criança em tempo adequado.

Se as rotinas forem implementadas de forma divertida e com alguma criatividade, tanto melhor. Isso vai ajudar a reduzir o esforço, a promover o entusiasmo e tudo ficará mais fácil.

Aliar cada momento a algo interessante como uma adivinha, a descoberta de uma letra ou palavra, de um número ou de uma figura geométrica, por exemplo, assim como outros jogos ou até uma sessão de cócegas. Todos vão gostar.

5. Estabelecer ligação

Mantenha-se atento a tudo o que acontece na escola. Antes de mais, convém que tenha sido uma escolha devidamente acautelada, com uma visita prévia com a criança.

Converse com o professor. Crie relações com os vários intervenientes. Participe nas reuniões e, se puder, integre a associação de pais. Pergunte, faça sugestões e (não menos importante) valorize.

Independentemente de escolher o ensino público ou privado, é importante manter-se próximo, atento e dar o seu contributo, para garantir as melhores condições de ensino/aprendizagem para o seu filho.

6. Manter o equilíbrio

É fundamental que valorize a escola e a aprendizagem que a ela está inerente. Sente-se com o seu filho a fazer os trabalhos de casa, pergunte o que aprendeu, o que fez, quem são os amigos, o que gosta mais ou menos, incentive-o a partilhar o seu dia consigo. Desta forma está a mostrar interesse e a criança vai sentir-se apoiada e mais confiante.

Por outro lado, não descure outras atividades e momentos sem qualquer relação com a vida escolar. Passem tempo em família que pode ser pouco, mas de qualidade. Conversem, passeiem, andem de bicicleta, vejam um filme, pintem, apanhem folhas de outono, continuem a partilhar as tarefas domésticas e tudo o que o tempo permitir, de modo a manter o equilíbrio emocional da família. A escola assume, de facto, uma grande importância, mas não pode ser a única prioridade.

Seja prático e aproveite o melhor de tudo. O primeiro ano na escola é exigente para a criança e para toda a família. Estas são apenas algumas dicas que podem contribuir para tornar as coisas um pouco mais simples. Relaxe. Este é o primeiro passo de uma longa e maravilhosa caminhada.

Veja também