Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
25 Ago, 2019 - 07:00
12 profissões que estão a desaparecer: conheça-as e saiba porquê

12 profissões que estão a desaparecer: conheça-as e saiba porquê

Catarina Milheiro

Existem algumas profissões que estão a desaparecer e é importante que saiba quais são para que se possa prevenir. Conheça também os motivos para tal.

O artigo continua após o anúncio

Algumas profissões que estão a desaparecer são fruto da evolução da tecnológica avançada. A verdade é que todos observamos diariamente diversas notícias sobre a evolução da tecnologia, através da criação de novos robots ou de qualquer outro tipo de tecnologia artificial.

No fundo, é fácil perceber que este mundo em que vivemos começa a ser inteiramente digital. Por exemplo, já pensou que hoje quase não precisa de um operador de telemarketing (físico) para lhe fazer o atendimento? Essa pessoa pode facilmente ser substituída por um atendimento online completamente digital.

Se por um lado existem profissões com um futuro bastante promissor, outras tendem a desaparecer num futuro relativamente próximo, quer seja pelo avanço da tecnologia ou simplesmente pelas mudanças que se vão dando no mercado de trabalho.

12 profissões que estão a desaparecer

Existem algumas profissões que estão a desaparecer e que, num futuro próximo, serão substituídas por sistemas de tecnologia avançada.

Sabemos que não é confortável saber que algumas profissões irão desaparecer por completo, até porque muitos recorrem a estes profissionais para satisfazer necessidades. Já pensou que o seu habitual reparador de relógios pode deixar de existir por completo, por exemplo?

A revolução digital começou por alterar por completo a forma como as pessoas comunicam, compram e vendem produtos e/ou serviços e está agora também a transformar o mundo do trabalho e a verdade é que estar ou não estar devidamente preparado para tal, fará toda a diferença na sua vida.

A tecnologia vai tomar conta da indústria e, por consequência, existem já algumas profissões que estão a desaparecer:

1. Reveladores fotográficos

profissões que estão a desaparecer

Apesar de nos últimos anos se ter assistido a uma “onda vintage” da utilização das máquinas analógicas, a verdade é que os valores continuam a ser baixos e, por isso mesmo, não permitem sequer cobrir os gastos. O presidente da Fujifilm revelou que, em 2017, as vendas das câmaras fotográficas registaram apenas 2% do pico que se deu em 2002, ano em que se venderam 960 milhões de rolos.

O artigo continua após o anúncio

Provavelmente quando leu o título do artigo, pensou de imediato nesta profissão, e não era de esperar o contrário. Hoje registamos os nossos momentos fotográficos através de um simples telemóvel ou tablet e são poucas as pessoas que optam por revelar as fotografias.

2. Leitores de medidores

Os leitores de medidores também fazem parte das profissões que estão a desaparecer. O facto de já existirem leitores de medidores remotos, permite que as empresas de serviços públicos (como a água e a luz), visualizem os dados de utilização de cada pessoa, sem que tenham que enviar um funcionário para o fazer.

3. Técnicos de impressão e repórteres de jornais impressos

Quantos ainda compram um jornal em papel nos dias que correm? Na maioria das vezes, nem tempo temos para parar numa papelaria ou num quiosque para o fazer, não é verdade?

Nos Estados Unidos, vários jornais de renome já deixaram ou estão a deixar de imprimir as suas edições e começam a apostar cada vez mais no formato digital e Portugal também não fica de fora. Existem alguns jornais e publishers que estão somente presentes em formato digital, através de um clique.

Claro está que, por consequência, os repórteres de jornais impressos e os técnicos de impressão correm o risco de perder os seus empregos dentro de poucos anos.

4. Trabalhadores da indústria do metal e do plástico

Existem já alguns protótipos de máquinas controladas por computadores que estão a alarmar os trabalhadores da indústria do metal e do plástico.

O emprego na indústria siderúrgica na China tem vindo a diminuir significativamente nas últimas décadas. Isto é preocupante tendo em conta que a China é o maior produtor de aço a nível mundial.

5. Assistentes comerciais/telefónicos

Quantos de nós já dispensaram o serviço de telefone fixo em casa? Inclusive nas faixas etárias mais altas, já é possível reparar uma diminuição no uso do telefone fixo.

O artigo continua após o anúncio

Os profissionais desta área começam agora a ver a sua profissão ameaçada, pois vivemos numa era dominada pelos smartphones, que facilitam uma interação prática e instantânea.

Tal facto traduz-se num modo de comunicação que vai colocar de parte os meios tradicionais e que se torna cada vez mais sofisticado.

6. Agentes de viagens

profissões que estão a desaparecer

Através da internet é possível marcar viagens com pacotes até bastante atrativos, quer a nível financeiro, quer na diversificação turística. Várias empresas já fornecem planos de viagem online, destinados a qualquer pessoa que queira fazer a sua viagem de férias sozinho, isto é, sem ter de se dirigir a um local e sem ter de conversar com o agente de viagem.

7. Operadores de caixa

Em 2018, a Amazon (conhecida também pela gigante do comércio eletrónico) abriu um supermercado onde não existe um único operador de caixa humano, sendo que este estabelecimento permite aos seus clientes efetuarem o pagamento das suas compras através do smartphone.

O cenário para o futuro é este mesmo: o aumento das vendas online e os avanços na tecnologia estão a construir obstáculos muito complicados de serem ultrapassados por operadores de caixa.

Carreira profissional bem sucedida: 9 dicas fundamentais
Veja também Carreira profissional bem sucedida: 9 dicas fundamentais

8. Lenhadores

Os avanços tecnológicos assim como as questões ambientais, têm vindo a ser cada vez mais requisitados pela indústria da madeira. O que faz com que cada vez menos o trabalho dos lenhadores seja requerido pela indústria e que esta seja uma das profissões que estão a desaparecer.

9. Caixas bancários

Os serviços bancários online e a tecnologia automatizada dos bancos tem vindo substituir a maioria do trabalho que estes profissionais desenvolvem.

Apesar de ainda serem muitos os que preferem dirigir-se ao respetivo banco para fazer depósitos, consultar algumas condições ou extratos bancários, a verdade é que atualmente já é possível fazer tudo isso a partir de casa.

O artigo continua após o anúncio

Estima-se que entre 2016 e 2026, o emprego para os caixas bancários caia cerca de 8%.

10. Funcionários dos correios/carteiros

Tanto os emails como o pagamento de contas de forma eletrónica, estão a diminuir a afluência de pessoas ao espaço dos correios.

Além disso, também a criação de sistemas de permitem ler, classificar e enviar automaticamente mensagens, poupam bastante tempo aos utilizadores, fazendo com que as transportadoras possam vir a estender as suas rotas sem terem de recorrer a transportadoras externas.

11. Funcionários de linhas de montagem

Os funcionários de linhas de montagem também fazem parte das profissões que estão a desaparecer atualmente. Tal facto deve-se à eficiência que as empresas têm vindo a ganhar, produzindo assim mais e com recurso a menos trabalhadores.

12. Secretários

Todos nós sabemos que o multitasking (habilidade de fazer mais do que uma tarefa ao mesmo tempo) se tem vindo a aprimorar ao longo dos tempos.

O agendamento de reuniões, o envio de emails ou o estabelecimento de contactos que, muitas vezes, é feito pelos secretários, pode estar comprometido devido ao avanço das tecnologias e das competências dos profissionais das várias áreas de trabalho.

Veja também
Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp