Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Inês Pereira
Inês Pereira
08 Ago, 2019 - 10:50

Programa Incorpora: tudo o que deve saber

Inês Pereira

Já conhece o Programa Incorpora? São 33 as entidades sociais que recebem o apoio desta iniciativa. Conheça tudo sobre o programa e a sua origem.

Programa Incorpora: tudo o que deve saber

Conseguir um emprego pode ser um verdadeiro desafio e, por vezes, uma experiência capaz de culminar em frustração. Enviar currículos para praticamente todas as ofertas com que se depara e ser chamado apenas para uma ou duas entrevistas é um cenário familiar para todas as pessoas que procuram um lugar no mundo laboral. E se esta tarefa já é complicada na generalidade então imagine para pessoas mais vulneráveis, como portadores de deficiência ou mães adolescentes. Foi para ajudar estas pessoas na busca por um emprego que nasceu o Programa Incorpora.

Esta iniciativa, que nasceu em Espanha, chegou a Portugal em 2018 e tem sido uma peça fundamental no sucesso laboral de várias pessoas em situações vulneráveis. São várias as regiões do país abrangidas e o objetivo é conseguir ajudar cada vez mais indivíduos espalhados por todo o território nacional.

Ora, chegou a atura de ficar a conhecer de A a Z este programa que tanta diferença faz na vida de muita gente.

Programa incorpora: o que é, qual a origem e como funciona

conheça o programa incorpora

Criada em 1990, a Fundação “la Caixa” é uma organização sem fins lucrativos cria e gere projetos de cariz social com o objetivo de conseguir uma sociedade mais igualitária. Desde o seu nascimento, esta fundação debruça-se sobre iniciativas de diferentes áreas, como a ciência, a cultura e a investigação.

Não admira, portanto, que em 2006 esta mesma organização tenha criado, no país de nuestros hermanos, um programa com o objetivo de auxiliar a integração laboral de pessoas em risco de exclusão social. E quem são estas pessoas? Bom, a missão do programa incorpora abrange vários grupos de indivíduos em risco, desde jovens que não estudam nem trabalham a ex-reclusos, passando por vítimas de violência doméstica e pessoas com incapacidades.

Foi em 2018 que este programa passou a fronteira e chegou a Portugal, resultado de uma parceria entre a Fundação “la Caixa” e o IEFP (Instituto do Emprego e Formação Profissional). Em território nacional, esta iniciativa desenvolve-se graças a um conjunto de 33 entidades sociais que estabelecem a ligação entre os utilizadores e as empresas portuguesas. Os primeiros recebem ajuda na busca por um emprego e as segundas têm acesso a um serviço de assessoria no que se refere a ações de responsabilidade social corporativa.

Este processo assenta na existência de um técnico de prospeção empresarial que estabelece contacto com as empresas e as visita com o propósito de lhes dar a conhecer as vantagens que a iniciativa lhes poderá trazer, tanto a nível fiscal como de segurança social e de política de responsabilidade social. As empresas são depois questionadas acerca das vagas disponíveis e quais as características procuradas para cada uma delas.

O último passo é a seleção, dentro da rede do programa incorpora, dos candidatos que podem adequar-se mais ao perfil pretendido e preencher as posições em aberto. E os resultados deste processo, esses, são bastante positivos: só em Espanha, a iniciativa já conseguiu empregar mais de 170 mil indivíduos em situação de vulnerabilidade social desde a criação do incorpora.

Importa referir que cada uma das entidades colaboradoras têm um técnico de inserção laboral. Este faz o seguimento personalizado de cada pessoa escolhida, acompanhando-a antes, durante e após a contratação. Para facilitar todas as etapas, o programa funciona através de uma plataforma informática onde estão aglomeradas as 33 organizações.

Entidades sociais que fazem parte do programa

Agora que já sabe o que é o programa incorpora parece pertinente conhecer as entidades que nele estão incluídas. Ao todo são 33 e estão espalhadas por Lisboa, Setúbal, Coimbra e Porto:

  • Fundação AFID Diferença
  • Associação Cultural Moinho da Juventude
  • Associação Para o Estudo e Integração Psicossocial
  • Associação Portuguesa de Emprego Apoiado
  • Associação de Reabilitação e Integração Ajuda
  • Ajuda de Mãe
  • Associação CAIS
  • Associação Santa Teresa de Jesus – Dignidade e Desenvolvimento
  • CECD Mira Sintra
  • Centro Social Paroquial Algueirão Mem Martins Mercês
  • Centro Padre Alves Correia
  • Comunidade Vida e Paz
  • Fundação da Juventude Lisboa
  • Instituto Padre António Vieira Lisboa
  • Santa Casa da Misericórdia do Porto
  • Centro de Reabilitação Profissional de Gaia
  • Centro Social de Soutelo
  • Fundação da Juventude Porto
  • Associação para o Desenvolvimento de Olival
  • Instituto Padre António Vieira Porto
  • Querer ser – Associação para o Desenvolvimento Social
  • Santa Casa da Misericórdia de Vila do Conde
  • Cooperativa de Solidariedade Social Sol Maior
  • Associação para a Recuperação de Cidadãos Inadaptados da Lousã
  • Associação Fernão Mendes Pinto
  • Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra
  • Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Coimbra
  • Fundação ADFP, Assistência Desenvolvimento e Formação Profissional
  • Rumo – Cooperativa de Solidariedade Social
  • Associação para Formação Profissional e Desenvolvimento do Montijo
  • Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Setúbal
  • Cooperativa SEIES
  • Fundação COI

Como aceder ao programa

Em primeiro lugar, é importante compreender que existe um acompanhamento desde o início do processo, que começa aquando do contacto do interessado. Para isso basta recorrer ao formulário disponível na internet ou utilizar um telefone e falar diretamente com a entidade coordenadora da zona preferencial.

Depois, a organização mais adequada desenha um plano de inserção adaptado a cada caso e inicia um programa de assessoria contínua. A entidade não só entra em contacto com as empresas que têm vagas à disposição como faz a preparação das entrevistas de emprego com as pessoas interessadas.

Veja também