Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Ekonomista
Ekonomista
06 Fev, 2020 - 10:58

Valor máximo das propinas no ensino superior baixa para 697 euros

Ekonomista

Além da redução do valor de 871 para 697 euros, as propinas também vão poder ser pagas em 10 prestações.

Propinas vão baixar no ano letivo 2020/2021

O Parlamento aprovou esta quarta-feira, dia 5 de fevereiro, a redução do valor máximo das propinas no ensino superior.

De acordo com a proposta, no ano letivo de 2020/2021, este teto fica limitado a 697 euros, o que traduz uma descida de 20% face aos atuais 871 euros.

A redução aplica-se aos ciclos de estudos para o grau de licenciado e para o grau de mestre, tal como para os ciclos de estudos conducentes ao diploma de técnico superior profissional.

Foi ainda aprovada uma proposta que permite o faseamento do pagamento da propina, passando assim a poder ser paga em, pelo menos, 10 prestações, sem prejuízo da criação de outras modalidades de pagamento, total ou parcial, pelas instituições.

Veja também