Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Sofia Ramos
Sofia Ramos
16 Fev, 2018 - 10:46

12 razões para visitar a Costa Rica em 2018

Sofia Ramos

Praia, montanha, floresta, vida selvagem, ótima comida: não faltam razões para visitar a Costa Rica, o país mais feliz da América Central. Conheça 12 delas.

12 razões para visitar a Costa Rica em 2018

Situado na América Central e fazendo fronteira com o Panamá e a Nicarágua, a Costa Rica é um país privilegiado, devido à sua grande variedade de paisagens naturais, a que corresponde uma quantidade incrível de espécies de plantas e animais. Esta seria, por si só, a melhor das razões para visitar a Costa Rica – mas, há muitas mais.

Aliás, os cientistas estimam que a Costa Rica seja o habitat de cerca de 4% das espécies existentes no planeta. A sua forma geográfica permite-lhe ainda ser banhada tanto pelo Oceano Pacífico como pelo mar das Caraíbas, oferecendo praias paradisíacas e ótimas condições para a prática do surf.

Este é um país que aposta no turismo sustentável e que é conhecido por ser um dos países mais pacíficos do mundo, não dispondo de exército. De seguida, descubra ainda mais motivos para viajar já em 2018 até à Costa Rica.

Razões para visitar a Costa Rica: foi difícil escolher só 12

1. Clima

placeholder-1x1

Ainda que os diferentes tipos de relevo faça as condições atmosféricas variarem ao longo do território, o seu clima é considerado tropical e subtropical, com temperaturas agradáveis ao longo de todo o ano, ainda que na montanhas seja mais frio. Há duas grandes estações no ano: a “seca”, entre dezembro e abril; e a “verde”, mais chuvosa, entre maio e novembro.

Na costa do Pacífico há menos pluviosidade do que nas zonas caribenhas. Em San José, a capital, e noutras localidades com pouca elevação, o clima é temperado, com temperaturas mínimas na ordem dos 15º e máximas de 28º. Um dado interessante é que a hora do amanhecer e do entardecer mantém-se basicamente constante ao longo de todo o ano, com cerca de 12 horas de luz solar por dia.

2. Praias

placeholder-1x1

São uma das maiores atrações da Costa Rica. Desde as praias selvagens às mais populares, não faltam cenários enquadrados por palmeiras e mar convidativo – chega aos 28ºC de temperatura!

Estas são as principais zonas costeiras do país: Pacífico Norte/Guanacaste, Pacífico Puntarenas, Pacífico Central e Caraíbas – e em todas elas há praias que vale a pena conhecer. Eis a nossa seleção:

Pacífico Norte/Guanacaste

  • Praia do Coco
  • Praia Tamarindo
  • Praia do Conchal

Puntarenas

  • Praia Dominical
  • Praia Pavones
  • Parque Nacional Corcovado

Pacífico Central

  • Praia de Santa Teresa, Nicoya
  • Praia Jacó, Jaco

Caraíbas

  • Praia de Punta Uva, Puerto Viejo
  • Parque Nacional Cahuita, Limón

3. Surf

placeholder-1x1

A Costa Rica é um paraíso para os surfistas, sejam profissionais deste desporto emocionante ou apenas praticantes amadores. Tudo, porque, para além da qualidade das ondas e da temperatura apetecível da água, os surfistas não ficam indiferentes à paisagem maravilhosa que os rodeia.

Melhores picos? Praia Hermosa, em Jacó; Praia Pavones, mais ao sul; Praia Roca Bruja na zona norte do país e Salsa Brava na costa caribenha.

4. Parques Nacionais

placeholder-1x1

Apesar do nome, não é só a costa do país que é rica. A paisagem costa-riquenha do interior – um interior relativo, uma vez que o país é estreito – é dominada por vegetação luxuriante, montanhas, quedas de água e vulcões surpreendentes.

Habitats para uma vida selvagem fértil, que a Costa Rica tenta proteger de forma eficaz e sustentável através da delimitação das diferentes zonas em áreas protegidas e Parques Nacionais. Aliás, mais de 20% do território do país é constituído por Reservas e Parques, muitos destes classificados como Património da Humanidade pela UNESCO.

Na sua viagem à Costa Rica, coloque estas visitas no seu programa:

  • Parque Nacional Vocán Tenorio
  • Parque Nacional Manuel Antonio
  • Parque Nacional Corcovado
  • Parque Nacional Tortuguero
  • Parque Nacional Isla del Coco
  • Parque Nacional Barra Honda
  • Reserva Privada de Monteverde

5. Floresta

placeholder-1x1

As densas florestas costa-riquenhas são um dos maiores recursos do país, contribuindo de forma essencial para a enorme biodiversidade do país. São muitas as espécies vegetais e animais que dão substância a esta grande mancha florestal. Muitas estão inseridas em Reservas e Parques Nacionais, proporcionando diversas atividades aos visitantes.

É o caso da Reserva de Monteverde, no norte do país, também conhecida como “floresta de nuvens”. As suas pontes suspensas permitem-nos atravessar a intensa neblina que se costuma formar a esta altitude. Uma experiência única, que nos transporta para o imaginário dos contos fantásticos.

6. Fauna

placeholder-1x1

A Costa Rica é o berço e o refúgio de muitas espécies animais de rara beleza, e de outras que nos aguçam a curiosidade, como as tartarugas ou as preguiças. Sabia que há 52 espécies de colibris no país? Sabia que, com sorte, poderá avistar um quetzal, ave considerada sagrada pelas civilizações Maia e Azteca? Mas há mais: macacos e felinos raros, borboletas espantosas, papagaios, tucanos e sapos coloridos.

7. Vulcões

placeholder-1x1

Com mais de cem vulcões inativos e sete em atividade, o património vulcânico da Costa Rica é incontornável. E ainda que o país sofra vários tremores de terra por ano, são de baixa intensidade e nunca provocaram nenhuma catástrofe.

Alguns podem ser visitados e oferecem paisagens fabulosas. Por exemplo, muitas crateras são hoje lagos e no cume do vulcão Irazú, a 50 km da capital, é possível avistar as duas costas do país: o Oceano Pacífico e o Oceano Atlántico/ Mar das Caraíbas. O vulcão Arenal ainda expele brasas e fumo, proporcionando um espetáculo noturno notável.

8. Gastronomia

placeholder-1x1

Sendo uma terra tão fértil, há um mundo de sabores a explorar na Costa Rica. O prato tradicional é arroz com feijão, que pode ser servido até ao pequeno-almoço! Frango, carne de vaca, peixe, legumes: os costa-riquenhos fazem uma alimentação variada.

Frutas tropicais não faltam. Os “sodas” são os restaurantes caseiros tradicionais, merecendo uma visita. Termine as suas refeições com um café: afinal, a Costa Rica é um dos principais produtores do grão que dá origem a esta bebida tão apreciada pelos portugueses.

9. Festividades e Tradições

placeholder-1x1

Uma das razões para visitar a Costa Rica já em 2018 é o extenso programa de festas e tradições do país. Um dos eventos mais expressivos é o Día Nacional del Boyero, uma comemoração dedicada aos agricultores, em que estes saem à rua com os seus carros de bois pintados e decorados de forma tradicional. Acontece sempre no segundo domingo de março.

Outra tradição curiosa é a La Lagarteada, que se realiza na sexta-feira santa em Ortega de Bolsón, Guanacaste. Trata-se de ir à caça de crocodilos, para depois expô-los no centro da vila, antes de serem de novo devolvidos ao seu meio ambiente.

Já no final de outubro, o destaque vai para o Día Nacional de la Mascaradas Costarricense, quando milhares de pessoas saem à rua envergando grande máscaras, ao estilo dos nossos gigantones e cabeçudos.

10. Pedras Diquís

placeholder-1x1

Custa a acreditar que estas pedras foram lapidadas há milhares de anos. Será que foi neste misterioso conjunto de bolas de pedra que os Rolling Stones se inspiraram para batizar a banda?

São mais de trezentas esferas que se julgam terem sido trabalhadas entre os anos 600 e 1000 e que hoje estão classificadas como Património Mundial da Humanidade pela UNESCO. Encontram-se na Ilha del Caño, a sudoeste da costa do Pacífico.

11. San José

placeholder-1x1

San José é a capital e não pode deixar de estar no roteiro de uma viagem ao visitar a Costa Rica. Os locais tratam carinhosamente a cidade por “Chepe”. Esta pode não originar amor à primeira vista, no entanto, há aqui vários tesouros que vale a pena descobrir.

Encontrará bairros com uma identidade muito própria, edifícios coloniais charmosos, uma atmosfera artística emergente, ótimos restaurantes e pessoas muito simpáticas.

A não perder: o Bairro Escalante, para provar a gastronomia costa-riquenha; o Bairro Amón, com as mansões transformadas em galerias de arte; o parque La Sabana aos domingos; o Museu do Ouro, o Museu do Jade e o Mercado Central de San José. E ainda a vila de Sarchí, para uma imersão no colorido mundo do artesanato local.

12. Pura Vida

placeholder-1x1

E por fim, nesta lista de tentadores motivos para fazer as malas quanto antes e rumar até à Costa Rica, vem o lema do país e a filosofia de vida do povo costa-riquenho: “Pura Vida”.

Esta é uma expressão muito usada como saudação, mas que remete para a simplicidade e para a descontração com que vivem os habitantes do país. No fundo, é a arte de apreciar as dádivas da natureza e o melhor da vida, com alegria e espírito positivo. Um lema inspirador!

Agora, já não precisar de andar à procura das melhores razões para visitar a Costa Rica e, por isso mesmo, já encontrou o mote ideal para marcar as próximas férias no paraíso.

Veja mais: