João Abreu
João Abreu
20 Dez, 2018 - 08:15
Vale a pena recuperar carros antigos? Nós dizemos-lhe

Vale a pena recuperar carros antigos? Nós dizemos-lhe

João Abreu

Se tem interesse em recuperar carros antigos, saiba quais aspetos a condiserar e siga as nossas dicas sobre como fazê-lo. Agarre em papel e caneta e tome nota!

O artigo continua após o anúncio

Qualquer apaixonado pelo ramo automóvel desejava ter nascido em épocas antigas e encarnar uma personagem de um condutor de um carro clássico. Ora, como ser ator de cinema – onde estes tempos são recriados – não é para qualquer um, só existe uma solução para animar o dia de um fã dos verdadeiros carros clássicos: recuperar carros antigos.

Enquanto um cidadão comum ambiciona um carro novo, sem quilómetros, um fã do mundo automóvel elege como um dos seus sonhos possuir um carro antigo, dos verdadeiros clássicos da história do automobilismo, ambicionando encontrar um destes em bom estado de conservação e fazer muitos olhares virarem à sua passagem. Se para um colecionador de arte a preservação de objetos revela-se, muitas das vezes, pela patine e pela componente estática, um apaixonado por carros opta pelos caminhos da preservação da identidade de um modelo e poder elevar o seu climax através da sua condução num belo domingo à tarde.

Quer seja ou não leigo nos restauros automóveis, recuperar carros antigos pode ser um verdadeiro desafio e requer perícia e conhecimentos pré-definidos específicos na intervenção de cada modelo. Quer seja pelo valor sentimental, quer pelo cariz estético, compreender mais sobre recuperação de carros antigos é, sem dúvida, uma das formas mais belas e artísticas de evidenciar o cunho pessoal e a paixão particular por automóveis.

Mas será que vale mesmo a pena recuperar carros antigos? Saiba a resposta


restaurar carros antigos

Se vai comprar um carro clássico para proceder à sua recuperação, vai ter que incorporar um alto nível de paciência e muitas horas de dedicação. Deixe-se guiar pelo seu sonho, pois quem faz as coisas por gosto, tende a lembrar-se disso ao longo de todo o processo, mesmo nos momentos em que as coisas se complicam, durante o restauro.

Dicas para quem vai comprar e recuperar carros antigos

Vivemos numa era em que tudo nos é mais facilitado a nível do acesso à informação. Desta forma, tire partido da sorte e faça uma pesquisa exaustiva, baseada em:

  • Qual o ou os modelos que tenciona recuperar;
  • Prós e os contras do modelo ou dos modelos a recuperar;
  • Principais caraterísticas do carro;
  • Informação relevante sobre as peças do modelo a recuperar;
  • Oficinas especializadas em recuperar carros antigos;
  • Opiniões de especialistas em recuperação automóvel.

Após recolher este conhecimento prévio, faça uma primeira leitura presencial ao modelo escolhido. Analise-o com todo o cuidado, pois trata-se de um carro antigo a precisar de restauro, o qual pode necessitar de passar por várias fases.

Verifique toda a carroçaria, uma vez que normalmente é uma das etapas que dá mais trabalho em recuperar. Fique, particularmente, atento a riscos com maior profundidade, corrosões ou outros danos que possam ser mais trabalhosos de corrigir.

Todos os componentes do carro devem ser verificados, desde a sua estrutura interna, ao motor, carroçaria e suspensão. O chassis ou plataforma do carro (dependendo da época) é crucial que apresente sinais positivos para a recuperação, pois se estiver demasiado danificado, impossibilitará qualquer intervenção ou, pelo menos, esta será muito mais exigente.

O artigo continua após o anúncio

Vá tirando notas dos danos que vai encontrando através de uma análise rigorosa, apontando os componentes que precisam ser trocados ou arranjados, de forma a perceber se a relação custo/benefício justifica a compra do carro para, posteriormente, entrar em todo o processo de recuperação. Se valer a pena o investimento, identifique por ordem as primeiras categorias de restauro (pintura, eletrónica, mecânica e hidráulica).

Posteriormente, estes apontamentos serão importantes para, também, poder negociar o valor do carro com o vendedor. Recomendamos ainda que, caso não esteja totalmente instruído neste tipo de ofício de recuperar carros antigos, se faça acompanhar, ao longo de todo o processo, por um profissional especializado e, de preferência, conhecedor da marca e do modelo que escolheu. Toda a enciclopédia automóvel da informação sobre a história dos modelos é um extra para recuperar carros antigos.

Razões para recuperar carros antigos

As razões podem ser muitas e cada apaixonado pelo ramo automóvel terá, com certeza, as suas muito bem selecionadas. Contudo, a verdade é que os carros fabricados atualmente perderam aquela estética tão tradicional, aprimorada e peculiar que dá brilho aos carros clássicos e ilumina tanto os filmes, como os anúncios televisivos da época.

design foi evoluindo, mas não se pode dizer que tenha propriamente “melhorado”. A paixão pelos clássicos assenta, também, nas suas diferentes particularidades, uns com linhas mais retilíneas , outros com linhas mais arredondadas, uns com os faróis em evidência, outros com um barulho do motor inconfundível. Sensações visuais e auditivas que jamais caíram de moda.

Tudo isto são bons motivos para querer investir o seu dinheiro a dar nova vida a um carro que outrora fez as estradas mais felizes, mais caraterísticas, mais especiais. E isso faz de si um condutor especial.

A simplicidade dos carros clássicos é, ainda, outra das boas razões para que fique obstinado por recuperar carros antigos pois, quer a sua mecânica simplicista, básica e com reparações menos demoradas, quer a sua proximidade com o condutor, por não incluir os extras dos carros atuais (como direção assistida, ar condicionado, sistemas de apoio à condução), fazem com que recuperar um clássico seja trazer de volta um carro que pode ser tão próximo do condutor quanto possível, sendo que quem o conduz sentirá de perto todas as sensações que a estrada exige ao carro como, por exemplo, a força de braços para rodar o volante (algo que, nos nossos dias, parece ser surreal!…).

Finalizamos esta lista das razões para recuperar carros antigos com uma outra razão para que o faça: a sensação, quase garantida, de poder e luxo e/ou, até, um remeter aos tempos felizes da sua infância, em que via estes carros com os próprios olhos, quer na realidade, quer através da tela de cinema que trouxe tanta magia a todos nós.

Propostas interessantes…

Se o seu sonho for recuperar carros antigos, escolha um modelo que lhe diga muito ou um modelo esteticamente interessante e com carisma. Um Jaguar E Type de 1961 é um clássico e será sempre uma boa escolha no departamento de carros de Gran Turismo britânico, bem como será interessante proceder ao restauro de um Mercedes-Benz 280 SL “Pagoda” de 1963 e desfrutar da elegância germânica.

O artigo continua após o anúncio

 

Além dos referidos, os restauradores mencionam ainda as versões SS e Gran Luxo do Chevrolet Opala, como carros com enorme valor no mercado, muito resistentes e capazes de proporcionar luxo com baixo custo de manutenção e que se adaptam bem a possíveis modificações no seu motor.

 

Mas, como sabe, a decisão final será sempre sua. Seja qual for a história para que cada modelo remete, certamente a história a contar será a sua e você o ator principal.

Veja também: