Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Erika Quintão
Erika Quintão
28 Out, 2019 - 11:21

Relacionamento interpessoal: como aprimorar essa habilidade?

Erika Quintão

O que é e como podemos facilmente aprimorar essa habilidade para que tenhamos relações positivas, agradáveis e duradouras.

relacionamento-interpessoal

A nossa existência é essencialmente estruturada em relacionamento interpessoal.

Quando falamos neste tema, referimos-nos aos relacionamentos que temos ao longo da vida, sejam eles no âmbito pessoal ou na área profissional, por isso, a importância que essas relações aconteçam de forma positiva, agradável e duradoura para sermos pessoas melhores tanto connosco quanto com o próximo.

No século XV, o poeta inglês John Donne já refletia sobre a importância das relações humanas, ao declarar que “nenhum homem é uma ilha, completo em si próprio; cada ser humano é uma parte do continente, uma parte de um todo”, demonstra a necessidade intrínseca que todos nós temos de criar bons laços afetivos e evoluir com eles.

O QUE SÃO AS RELAÇÕES INTERPESSOAIS?

empatia

A Psicologia e a Sociologia definem as relações interpessoais como um vínculo ou conexão entre as pessoas em determinados locais e circunstâncias que variam em diferentes níveis de intimidade e partilha.

Sendo assim, elas existem numa infinidade de momentos e são fundamentais para o desenvolvimento pessoal e profissional de todos os indivíduos, por ter muito a ver com a maneira com que tratamos e nos relacionamos com os outros e a qualidade dessas relações.

Embora essa habilidade, também chamada de inteligência social, seja extremamente complexa, sabemos que é da natureza do ser humano estar sempre ligado a alguém. Devido à nossa necessidade natural de buscar a constante troca de conhecimentos, experiências, emoções e energias com outras pessoas.

Segundo uma pesquisa da Universidade de Toronto, no Canadá, algumas pessoas são realmente mais propensas a desenvolver um bom relacionamento interpessoal. De acordo com o estudo, esta chave do sucesso é o genótipo GG, presente nos indivíduos mais extrovertidos, simpáticos e hábeis para sentir, ouvir e se comunicar.

Portanto, quanto melhores forem os nossos relacionamentos interpessoais, maiores são as possibilidades de construirmos conexões verdadeiras com as pessoas com as quais convivemos. Para isso, elementos como empatia, comunicação clara, colaboração e respeito mútuo são fundamentais.

RELACIONAMENTO INTERPESSOAL vs RELACIONAMENTO INTRAPESSOAL

É fácil confundir essas duas palavras, porém, elas referem-se a dois aspetos diferentes.

“Interpessoal” é a competência através da qual o indivíduo se relaciona bem com as pessoas que interage; já “intrapessoal” diz respeito à capacidade de se relacionar com suas próprias emoções e sentimentos.

Ou seja, refere-se ao autoconhecimento e à automotivação de cada um de nós enquanto indivíduos e ao modo como aplicamos estas ferramentas nas nossas vidas.

Filósofos da antiguidade já davam muito valor à questão do autoconhecimento, como é o caso do alemão Max Weber e o seu conceito sobre as normas comportamentais e comportamentos sociais, dividindo-os em emocionais, tradicionais, sobre valores e sobre objetivos.

Em todos eles, a autorreflexão é necessária para entender que tipo de comportamento temos diante de determinada situação e compreender se é o mais adequado para o nosso relacionamento interpessoal ou até mesmo para o relacionamento intrapessoal.

DICAS PARA APRIMORAR AS SUAS RELAÇÕES INTERPESSOAIS

Como seres sociais, todos nós desenvolvemos algumas habilidades interpessoais desde o início da vida. No entanto, por interferência da cultura, educação e do ambiente de maneira geral, algumas dessas habilidades acabam por ficar escondidas no nosso subconsciente.

Colocar as que já temos em prática e aprender as demais que precisamos são as partes que requerem esforço. Para isso, é necessário desenvolver o autoconhecimento considerado peça – chave, bem como novos comportamentos e estar aberto aos outros e a novas experiências.

Confira, algumas dicas para aprimorar o relacionamento consigo próprio e, consequentemente, com as pessoas e o mundo à sua volta:

  • Tenha amor ao próximo: ame-se, vença os seus medos e bloqueios e seja capaz de transmitir esse sentimento para outra pessoa, com o objetivo de conquistar maior qualidade de vida em todos os sentidos;
  • Entenda as suas emoções: cada emoção traz uma reação diferente, por isso, quando entende como cada emoção age na sua vida, também se torna capaz de entender as emoções dos outros;
  • Aceite as diferenças: assim como nós, cada pessoa tem a sua origem, a sua história e valores. Devemos sempre procurar evoluir como seres humanos, honrar as diferenças sejam elas quais forem e suspender o pré-julgamento;
  • Seja cooperativo: todo o relacionamento interpessoal envolve troca, pois quando cada um dá o seu melhor, as relações fortalecem-se e tornam-se positivas e agradáveis para ambos;
  • Tenha uma comunicação efetiva: representa ouvir e ser ouvido na essência, onde as pessoas são capazes de trocar ideias, conhecimentos e experiências de forma recíproca, além das intenções ali contidas;
  • Alimente emoções positivas: amor, compaixão, respeito a si e pelo outro, bom humor e lealdade são aspetos que colaboram diretamente para os bons relacionamentos interpessoais. Cultive-os!

Contudo, desenvolver e aprimorar novas habilidades ao nível do relacionamento interpessoal pode ajudá-lo em todos os contextos da sua vida.

Qualquer um pode tornar-se numa pessoa mais empática, que escuta os outros com atenção e que demonstra um real interesse por eles, o que pode favorecer muitas aprendizagens e crescimento.

Veja também