Miguel Pinto
Miguel Pinto
26 Fev, 2024 - 10:51

Chegou o Renault 5 elétrico e é impossível não o reconhecer

Miguel Pinto

O Renault 5, icónico citadino francês, está de volta em versão totalmente elétrica. Deverá chegar a Portugal em meados de setembro.

novo renault 5 elétrico

Não raras vezes olhar o passado ajuda a planear o futuro. O novo Renault 5 elétrico, apresentado oficialmente hoje, é não só uma forma de a marca francesa recuperar um dos seus modelos mais marcantes, mas também de estabelecer um novo paradigma em termos de mobilidade elétrica.

O Renault 5 é daqueles automóveis que marcaram uma geração. Surgido na ressaca das convulsões que as manifestações do Maio de 1968 causaram em França, e com réplicas um pouco por todo o mundo, tornou-se no símbolo de uma nova forma de estar e de encarar a mobilidade.

Em 1972, quando surge a primeira versão, é um carro disruptivo e, acima de tudo, económico. Em 24 anos, O Renault 5 só conheceu duas gerações – 1972-1984 (5.580.000 exemplares vendidos) e 1984-1996 (esta dividida em duas fases 1984-1987 e 1987-1996, com 3.436.650 de unidades comercializadas).

Tornou-se um ícone, um carro que toda a gente conhece na estrada. O que volta a acontecer com o novo modelo elétrico.

O Ekonomista foi conhecer em primeira mão esta nova aposta da marca francesa e o mínimo que se pode dizer é que ficamos rendidos ao encanto deste automóvel.

Renault 5: moderno, mas inconfundível

traseira do novo renault 5
As linhas do novo Renault 5 são inconfundíveis

Ponto prévio: a Renault não quis fazer um carro vintage, um exercício de nostalgia ou uma simples operação de cosmética. O objetivo foi mesmo criar algo contemporâneo, com as linhas que sempre definiram o modelo adaptadas aos novos tempos.

E não há que enganar, este é mesmo um Renault 5, mais estilizado, é verdade, mas inconfundível.

Contando com 3,92 metros de comprimento, o novo Renault 5 elétrico é o primeiro veículo projetada na sua totalidade a partir da AmpR, uma nova plataforma Ampere dedicada aos veículos elétricos do segmento B.

Isto permite que o modelo apresente um piso plano, distância longa entre os eixos, espaço interior otimizado e maior capacidade da bagageira, com uns confortáveis 326 litros. Torna ainda o carro mais leve, com um peso abaixo dos 1500 quilos.

A comercialização do Renault 5 elétrico (as encomendas deverão estar abertas no verão e o carro chega a Portugal em meados de setembro) arranca com um motor elétrico de 150 cavalos, alimentado por uma bateria de 52kWh, o que deverá permitir uma autonomia a rondar os 400 quilómetros.

Também está prevista, mais à frente, a introdução no mercado de uma variante mais acessível, com uma bateria de 40kWh e entre 95 e 120 cavalos, e uma autonomia total de aproximadamente 300 quilómetros.

interior do novo renault 5
O interior do novo Renault 5, entre o retro e o futurista

Tecnologia de ponta

Em termos tecnológicos, estamos perante um automóvel onde nada foi deixado ao acaso. A famosa grelha de ventilação do antigo Renault 5, situada no capô, mantém-se, mas agora funciona como um “contador” de carga da bateria, com o logo R5 bem visível.

O carro traz conexão aos serviços da Google, mas vai um pouco mais longe e estreia um assistente virtual, o Reno.

Desenvolvido para ajudar o condutor a uma viagem mais agradável, o Reno tem personalidade própria e está desenhado para responder a pedidos como a programação da hora de carregamento da viatura ou de que forma é possível aumentar a autonomia em andamento.

O Renault 5 elétrico é, assim, uma das grandes apostas da marca para este ano de 2024, fazendo regressar um automóvel de que muita gente guarda gratas recordações.

E há mesmo alguns pormenores no carro (como parte do tablier ou os icónicos farolins traseiros) que não deixam margem para dúvidas sobre de que automóvel estamos a falar.

Veja também

Artigos Relacionados