Valdemar Jorge
Valdemar Jorge
22 Mar, 2022 - 10:54

Renault Austral: o novo SUV que vem substituir o Kadjar

Valdemar Jorge

Está aí a nova estrela da Renault, o Austral. É o SUV que se segue e que irá substituir o bem sucedido Kadjar.

Novo Renault Austral

Dauphine, Espace, Twingo, Clio, Captur são nomes dos automóveis da Renault que fazem parte da nossa imaginação coletiva. Mas já aí está um novo nome irá desfilar no firmamento da marca francesa. Trata-se de Austral. É o novo e ambicioso SUV médio de última geração da Renault, cujo nome foi registado em 2005.

A marca acrescenta ainda que “o nome ressoa em muitas línguas europeias, incluindo o francês (que é importante para uma marca orgulhosa de suas raízes), espanhol, inglês e italiano. Um nome internacional é a escolha perfeita para um veículo que será vendido em toda a Europa e mais longe”.

Austral substitui o Kadjar

Ainda segundo o construtor francês Austral substitui o SUV Kadjar cuja carreira comercial da primeira geração está em fim de vida.

O novo SUV passará por uma revisão de estilo, seguindo a filosofia do recente Renault Mégane E-Tech Eletric modelo que passou a ditar os novos padrões de tecnologia, qualidade e design da marca francesa.

A Renault revela que o Austral é marcado pela tecnologia, habitabilidade e pelo prazer de condução. Outro pormenor é que o novo SUV poderá acomodar até 5 passageiros, e que o comprimento total da viatura será de 4,51 metros.

Kadjar um dos SUV mais vendidos na Europa

O Austral perfila-se com a responsabilidade de dar continuidade ao sucesso de vendas do Kadjar na Europa. Este, apresentado em 2015, e com facelift realizado em 2019, manteve-se como um dos SUV mais vendidos na Europa.

O melhor resultado de vendas na Europa, segundo a Car Sales Base, foi registado em 2016, com a comercialização de 130.090 unidades. Número que, em 2020, após a realização do facelift (2019) não foi além das 63.685 unidades.

Pelo que é de esperar que o Austral inove não só no design exterior, como também no interior, sendo esperado um habitáculo rico em conforto e versatilidade, bem como funcional e tecnológico, seguindo as modernas caraterísticas de clean design que encontramos noutros modelos da marca francesa.

Frente do Renault Austral

Austral: um nome que convida a viajar

A revelação do novo SUV médio da Renault vem acompanhada de justificação da escolha do nome Austral. Justificação dada por Sylvia dos Santos, Gestora de Estratégia de Nomeação de Modelos no Departamento de Marketing Global da Renault que sublinha que Austral “evoca as cores e o calor do hemisfério sul. É um nome que convida a viajar e é perfeitamente adequado a um SUV. A sua fonética é harmoniosa, equilibrada, fácil de pronunciar por todos e é de âmbito internacional”.

Sylvia dos Santos explica ainda que existem três maneiras principais de encontrar um nome:

  • “A primeira opção é trazer de volta um nome icónico para vincular o passado da marca com seu futuro. Por exemplo, a Renault pegou o nome Mégane original e deu-lhe uma torção moderna para o Mégane E-TECH Electric, um novo hatchback compacto de alta tecnologia que chegará ao mercado no início de 2022”;
  • “A segunda opção é escolher um dos muitos nomes da crescente lista de nomes registrados pela Renault”;
  • “A terceira opção é aproveitar nossa energia criativa para apresentar novos nomes”. “Derivado da palavra latina australis, o Austral “evoca a vibração e o calor do sul, o prazer tranquilo da natureza, bem como espaços abertos e amplos, evocando oportunidades ilimitadas”, sustenta a gestora da Renault.

Com o Austral dar-se-á início, segundo anunciou Luca de Meo, CEO da Renault, à “Nouvelle Vague”. Por seu lado Sylvia dos Santos acrescenta “agora que o novo nome foi revelado, a magia pode começar”. Ele já anda por aí.

Veja também