ebook
GUIA DO REGRESSO ÀS AULAS
Prático e Descomplicado
Teresa Campos
Teresa Campos
18 Fev, 2021 - 11:42

Sangrar do nariz: o que deve fazer em caso de hemorragia nasal

Teresa Campos

Sangrar do nariz pode ser algo inofensivo mas que, ainda assim, obriga a alguns cuidados e precauções. Saiba o que deve fazer em caso de hemorragia nasal.

mulher a apertar o nariz

Sangrar do nariz é algo muito comum em algumas pessoas e muito raro noutras. A hemorragia nasal pode manifestar-se por meio de um pequeno fio ou de um grande fluxo de sangue.

Geralmente, esta é uma situação beningna, que não comporta problemas de maior. Em todo o caso, é essencial saber como proceder, sempre que sangrar do nariz, assim como perceber quando faz sentido consultar um médico.

Sangrar do nariz: causas e tratamentos principais

Há dois tipos principais de hemorragia nasal.

Hemorragia nasal anterior

Esta é a tipologia mais frequente e tem origem na parte frontal do nariz, ou seja, nos pequenos vasos sanguíneos localizados na cartilagem (septo nasal) que separa as duas narinas. O septo nasal é uma zona muito irrigada e, por isso, é normal que os sangramentos decorrentes desta região sejam abundantes, ainda que, normalmente, não comportem muitos riscos.

Hemorragia nasal posterior

Já esta hemorragia tem origem em vasos sanguíneos maiores, situados na parte posterior do nariz. Apesar de mais incomum, este tipo de sangramento é mais perigoso e difícil de tratar.

Geralmente, esta hemorragia afeta pessoas com aterosclerose (doença que prejudica o fluxo de sangue nas artérias); com distúrbios de sangramento; que tomam medicamentos que interferem na coagulação; e/ou que foram submetidas a cirurgia nasal ou dos seios perinasais.

criança a sangrar do nariz

Causas possíveis para sangrar do nariz

Na origem da hemorragia nasal, está sempre uma irritação do revestimento interno humedecido do nariz ou o rompimento de alguns vasos sanguíneos.

As causas podem ser muito diversas, desde a toma regular de anticoagulantes, aos distúrbios de coagulação e ao endurecimento das artérias, associado à aterosclerose. Apesar de não constituir uma causa para a hemorragia nasal, a hipertensão pode favorecer a sua duração. Eis algumas das causas mais e menos frequentes.

Causas comuns

  • Trauma, que pode dever-se a um embate no nariz ou ao simples ato de assoar;
  • Ressecamento do revestimento interno do nariz, o qual é mais frequente nos meses frios.

Causas menos comuns

  • Infeções nasais;
  • Corpos estranhos;
  • Síndrome de Rendu-Osler-Weber;
  • Tumores do nariz ou dos seios perinasais;
  • Distúrbios hemorrágicos (coagulopatias);
  • Distúrbios do organismo/sistémicos.

Diagnóstico

Como dissemos, habitualmente, sangrar do nariz não é motivo para preocupação, já que se trata de uma situação benigna e passageira. Porém, há casos em que sangrar do nariz pode ser sintoma de um problema mais grave, sendo necessário, nessas situações, consultar um médico.

Assim, deve ser sujeito a avaliação clínica, se não conseguir estancar a hemorragia ou se sangrar do nariz e:

  • perder muito sangue, começando a ter sensação de fraqueza, desmaio ou tontura ao levantar;
  • tomar fármacos que interfiram na coagulação, como aspirina, clopidogrel, varfarina, rivaroxibana e apixabana;
  • tiver distúrbios de sangramento, como a hemofilia;
  • esse for um episódio demasiado recorrente, sem ter causa conhecida.

Caso visite um médico, ele irá analisar o seu historial clínico; avaliar os sintomas manifestados; e fazer um exame físico, em que avalia a frequência cardíaca e a pressão arterial. Isso pode ajudar, principalmente, a perceber o porquê de sangrar do nariz.

Para fazer uma anamnese detalhada e completa, o médico deve ter em consideração:

  • desencadeadores evidentes, isto é, se a pessoa espirrou; se se assoou; se sofreu algum traumatismo; ou se teve alguma infeção das vias aéreas superiores;
  • a duração e número de episódios de hemorragia nasal;
  • se há distúrbios de sangramento ou problemas de coagulação sanguínea na família;
  • se a pessoa toma medicação que interfira com a coagulação sanguínea;
  • se o indivíduo sofre de cancro ou de doenças graves do fígado, como cirrose ou hepatite.

Depois, o médico tentará localizar a origem da hemorragia e avaliará a pele da pessoa, de modo a conferir se há sintomas de distúrbios de sangramento, como petéquias, hematomas ou vasos sanguíneos dilatados.

Em alguns casos, pode ainda ser necessário fazer algumas análises ao sangue e/ou uma tomografia computadorizada (TAC), se houver suspeita de corpo estranho, tumor ou sinusite.

homem a apertar o nariz

Tratamento

Numa primeira abordagem, sangrar do nariz associa-se a uma hemorragia nasal anterior. Só se houver uma grande perda de sangue, é que são administrados líquidos intravenosos e transfusões de sangue.

O médico costuma, ainda, colocar nas narinas do doente algodão embebido em lidocaína (fármaco anestésico) e fenilefrina (um fármaco que “fecha” os vasos sanguíneos do nariz) ou um tampão esponjoso especial (tampão nasal).

Nas hemorragias nasais mais severas, o médico pode decidir cauterizar o local que sangra com uma substância química (nitrato de prata) ou por meio de eletrocauterização (corrente elétrica).

Hemorragia nasal posterior

Caso se venha a concluir que a razão para sangrar do nariz tem origem nos vasos sanguíneos da parte posterior do nariz, então a intervenção é mais difícil e complexa.  Neste caso, apertar o nariz pode ter o efeito contrário, já que pode fazer com que o sangue escorra para a garganta.

Nesta situação, o médico tem de colocar um balão de formato especial no nariz do doente e enchê-lo para comprimir o local da hemorragia. Este tipo de procedimento implica, normalmente, internamento, sedação, oxigénio e antibióticos.

Se esta intervenção não surtir efeito, então pode ser necessário recorrer a uma cirurgia, para fechar o vaso sanguíneo que rompeu. Para isso, é usado um endoscópio de fibra ótica. Outra técnica consiste na introdução de um pequeno cateter no nariz, o qual vai injetar um produto para bloquear o vaso sanguíneo que está a fazer sangrar do nariz.

Kit primeiros socorros: tudo o que não pode faltar
Veja também Kit primeiros socorros: tudo o que não pode faltar

Sangrar do nariz: o que fazer?

Na maior parte das situações, para controlar a hemorragia nasal, devem apertar-se simultaneamente os dois lados do nariz, durante 10 minutos, enquanto a pessoa está sentada, com uma posição direita. 

Se passados os 10 minutos, a hemorragia se mantiver, pode repetir-se o procedimento uma outra vez. Só depois se deve procurar ajuda médica, caso a hemorragia não estanque.

Sangrar do nariz: o que não fazer?

  • Inclinar o tronco para trás: esta posição contribuirá para que o sangue escorra pela parte de trás da garganta, podendo ir para a traqueia e para os pulmões, o que pode originar problemas respiratórios. Além disso, ao engolir o sangue, pode ficar com dores abdominais, vómitos, diarreia ou outros sintomas desconfortáveis;
  • Apertar o nariz na parte superior, no osso, entre os olhos: para estancar a hemorragia deve comprimir a região do nariz que possui veias e não a zona do osso.
  • Apertar só um dos lados do nariz: a pressão só é eficaz, se for feita em ambos os lados do nariz.
  • Colocar objetos dentro do nariz: não é aconselhável colocar papel, algodão ou outros elementos nas narinas. Além de não surtir efeito, pode conduzir a outros problemas.
Veja também