Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
26 Fev, 2020 - 10:33

Saiba qual o sistema de climatização mais apropriado para a sua casa

Mónica Carvalho

Manter a temperatura controlada em casa é meio caminho para ter o conforto que procura. Nesse sentido, conheça diferentes opções de sistema de climatização.

sistema de climatização

Escolher um sistema de climatização adequado é uma preocupação cada vez mais frequente das famílias, não só pela questão do conforto, mas também por ser necessário encontrar uma alternativa económica. Até porque, o aquecimento de uma habitação é responsável por cerca de 22% do consumo de energia, enquanto que o arrefecimento é um cuidado menor.

Nesse sentido, e devido também ao estado de conservação e características do edificado em Portugal, é, efetivamente, o aquecimento que mais dita as regras na escolha de um sistema de climatização em casa.

O conforto térmico varia de acordo com diferentes fatores, mas é uma necessidade à qual simplesmente não podemos ignorar. Isto ganha particular importância numa altura em que, de acordo com dados recolhidos pelo Eurostat, mais de 20% da população portuguesa afirma não conseguir suportar os custos para aquecer convenientemente a casa, um valor muito diferente da média dos países da União Europeia, que ronda os 8%.

4 tipos diferentes de sistemas de climatização

aquecimento de pés

Ar condicionado

Um equipamento de ar condicionado tem a grande vantagem de permitir controlar a temperatura tanto para o arrefecimento como para o aquecimento do ar, isto é, pode ser usado em diferentes épocas do ano.

O ar condicionado funciona através de um processo de troca: absorve energia de um lado para libertar noutro, o que implica a existência de, no mínimo, uma unidade interior, evaporadora, e uma unidade exterior, o compressor, assim como tubagem a interligar as duas unidades, por onde circula o líquido ou gás refrigerante que permite o controlo de temperatura.

Existem diferentes tipos de aparelhos de ar condicionado:

  • Portátil: possui apenas uma única unidade com todos os componentes e com um tubo ligação ao exterior;
  • Monosplit: implica a existência de uma unidade de exterior e uma de interior, sedo o modelo mais comummente usado;
  • Multisplit: semelhante ao Monosplit, mas com a diferença de que a unidade exterior pode ser ligada a várias unidades interiores.

Conheça alguns exemplos:

Recuperador de calor / salamandra / lareira

Um recuperador de calor permite o aquecimento do ambiente rápida e eficientemente, através da queima de lenha e resíduos florestais, seja através de condutas de ar ou do aquecimento central a água.

Enquanto numa lareira aberta recuperamos, geralmente, apenas 20% da potência calorífica da lenha, com um recuperador de calor o rendimento pode atingir os 80%. Assim sendo, são muitos os casos em que o recuperador de calor é instalado numa lareira.

São geralmente feitos em ferro fundido para ter uma maior durabilidade, com uma porta em vitrocerâmica e o interior em material cerâmico refratário, de modo a permitir uma temperatura de combustão muito elevada, daí a grande capacidade de aquecimento.

Os recuperadores de valor podem usar diferentes combustíveis:

  • Gás natural;
  • Gás propano;
  • Lenha;
  • Pellets;
  • Carvão;
  • Eletricidade.

Veja alguns exemplos:

Aquecimento central

Os equipamentos de aquecimento central são uma boa opção de sistema de climatização para qualquer tipo de habitação, seja novo ou velho, apartamento ou moradia.

O seu funcionamento é bem simples: a água entra na caldeira e é aquecida. Depois é transportada pelos tubos até aos radiadores, aquecendo-os. Quando a temperatura dos radiadores é mais elevada do que a temperatura ambiente, então, ocorre, novamente uma troca, desta vez, com o ar ambiente, aumentando a temperatura da divisão onde estão instalados. Aí, a água regressa à caldeira e o processo recomeça.

Conheça alguns modelos de aquecimento central:

Piso radiante

O piso radiante é mais uma das soluções quer para aquecimento quer para arrefecimento de um espaço. A grande vantagem é a possibilidade de distribuição de calor e o frio de forma mais uniforme e eficiente sem criar correntes de ar. Assim, aumenta-se o conforto do utilizador e otimiza-se a energia utilizada, ao mesmo tempo que os custos se mantêm reduzidos.

Apesar do nome, este sistema de climatização, pode ser aplicado no piso, tetos ou paredes, o que leva a uma maior rentabilização do espaço, permitindo maior liberdade na decoração do espaço.

Veja alguns exemplos de pavimento radiante:

cuidados a ter na instalação do sistema de climatização

Cada casa é diferente, com as suas próprias características e necessidades, assim, como as pessoas que nela habitam.

Antes da escolha e instalação do sistema de climatização para a sua habitação, é aconselhável pedir um estudo para o espaço em causa, de modo a compreender melhor, qual o método mais adequado.

Em seguida, tenha em atenção que deve sempre optar por uma empresa de climatização certificada, que ofereça soluções variadas, de qualidade e eficientes e de acordo com as suas possibilidades financeiras.

Veja também