Teresa Campos
Teresa Campos
26 Abr, 2018 - 02:25
3 tipos de lâmpadas: saiba qual a certa para cada caso

3 tipos de lâmpadas: saiba qual a certa para cada caso

Teresa Campos

Veja os 3 principais tipos de lâmpadas e as características essenciais de cada um deles. Saiba quais as mais eficientes e económicas, e faça a escolha acertada.

O artigo continua após o anúncio

Se quiséssemos fazer um top 3 dos tipos de lâmpadas, seguramente que as LED ficariam em primeiro lugar e as incandescentes em último lugar – e as razões são simples. Como verá, são várias as diferenças entre as lâmpadas disponíveis no mercado e, muitas vezes, as mais baratas no ato da compra saem bem mais caras a longo prazo.

Aprenda a fazer a escolha adequada para o seu caso, tendo em conta todas as informações que a seguir lhe apresentamos.

3 diferentes tipos de lâmpadas: LED, fluorescentes e incandescentes

tipos de lampadas

Fonte: Pixabay/chatelp

1. LED

São as lâmpadas mais modernas, representando a última tecnologia no setor da iluminação. Convertem diretamente a energia elétrica em luminosa, através de micro-chips. Além disso, é um produto amigo do ambiente, pois consome pouca energia e tem uma vida longa. A sua alta eficiência e baixo consumo fazem dela a lâmpada mais económica, pois o seu preço mais elevado, é compensado a longo prazo.

Usos mais comuns: iluminação geral e iluminação de destaque em ambientes residenciais e comerciais. São muito utilizadas sobre bancadas ou objetos decorativos; como iluminação de corredores e escadas; e na iluminação de fachadas.

Dica: há lâmpadas LED de diferentes tonalidades e outra grande vantagem é que não emitem calor.

2. Lâmpadas fluorescentes

São as mais conhecidas e recomendadas para uso residencial e comercial, pois apresentam alta eficiência e baixo consumo de energia.

Existem 3 modelos:

O artigo continua após o anúncio
  1. tubular – a mais comum e antiga. Requer o uso de reatores eletrónicos externos;
  2. compacta eletrónica – acende automaticamente, graças ao reator integrado na própria lâmpada;
  3. compacta não integrada – não apresenta o reator incluído na própria lâmpada.

Usos mais comuns: vieram ubstituir as lâmpadas incandescentes e podem ser utilizadas na iluminação geral de residências e espaços comerciais (em pendentes ou lustres), bem como em iluminação decorativa (abajours ou luminárias de piso).

Dica: as lâmpadas fluorescentes têm diferentes tons – branca, azulada, amarelada… -, não emitem calor e reproduzem, aproximadament,e 85% de cor.

3. Lâmpadas incandescentes

Tratam-se daquelas lâmpadas que nos últimos tempos têm sido desaconselhadas, dada a sua baixa eficiência energética.

Usos mais comuns: residências e espaços comerciais; iluminação geral (pendentes ou lustres); iluminação decorativa (abajours ou luminárias de piso); iluminação interna (de fogões e frigoríficos).

Modelos: bulbo transparente, bulbo leitoso (não ofuscante), lâmpada vela, lâmpada para fogão.

Dica: a luz amarelada cria um ambiente mais aconchegante; é ótima para reproduzir as cor e transmitir calor.

Tabela de potência por tipo de Lâmpada

Se tem dúvidas sobre a potência que deve escolher para substituir as lâmpadas quem tem aí em casa, para fazer uma opção mais acertada para cada ambiente, espreite a tabela a seguir e não caia em enganos.

LEDFluorescente Incandescente

1 watt

3 watt15 watt

3 watt

7 watt35 watt
5 watt11 watt50 watt
7 watt15 watt70 watt
9 watt19 watt90 watt
12 watt25 watt120 watt
15 watt31 watt150 watt
18 watt36 watt 180 watt

Talvez esteja mesmo na hora de rever todos os candeeiros e pontos de luz aí de casa, certo? Seguramente que com as escolhas acertadas dos tipos de lâmpadas sentirá, rapidamente, uma redução na sua fatura mensal da luz. Pense em si e no ambiente e reveja a iluminação do seu lar ou estabelecimento comercial.

O artigo continua após o anúncio

Veja também:

Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp