Catarina Reis
Catarina Reis
23 Jan, 2023 - 11:20

13 questões para saber se tem o trabalho certo

Catarina Reis

Está feliz com o emprego que tem? Saiba como saber se tem o trabalho certo, e o que ter em conta para o conseguir avaliar.

sucesso profisisonal

“O que queres ser quando cresceres? Astronauta, bombeiro, médico, veterinário, cabeleireiro…” Quando somos crianças os sonhos são muitos e mudam diariamente. Na juventude e no início da vida adulta somos muitas vezes “obrigados” a escolher percursos profissionais sem saber muito bem se esse é o trabalho certo para nós.

Gosta do emprego que tem? Responde imediatamente que sim quando lhe fazem esta pergunta ou põe-se a pensar nos prós e nos contras da profissão que escolheu? Sente-se infeliz ou pouco realizado?

Deixamos-lhe alguns sinais que o podem ajudar a tentar perceber se tem o trabalho certo para si.

Como avaliar se estamos no trabalho certo para nós

“Escolhe um trabalho de que gostes, e não terás que trabalhar nem um dia na tua vida”. A frase do filósofo Confúcio resume tudo aquilo que procuramos: sentirmo-nos realizados profissionalmente a fazer o que gostamos.

Responda a estas questões para perceber se está no trabalho certo ou se está na hora de começar a procurar outro emprego.

happy at work

O que pensa sobre o seu trabalho?

Tudo começa por aí. Pela resposta à pergunta “gosto do que faço?”. Pare um pouco e reflita sobre isso. Há mais prós ou contras? Faça uma lista das coisas de que gosta no seu emprego.

Sente-se com energia de manhã?

Sente-se cheio de energia e de vontade de começar a semana e continuar aquele projeto que deixou a meio? Se sim é sinal que gosta do que faz e pode estar no trabalho certo.

Costuma dizer bem ou mal do seu trabalho?

Está sempre a falar do seu trabalho? Tente recordar-se das coisas que costuma dizer aos amigos e familiares sobre aquilo que faz. São coisas positivas ou negativas? Costuma queixar-se sobre tudo e sobre nada ou quando lhe perguntam o que faz sente-se bem a falar dos projetos em que está envolvido e orgulhoso de estar a cumprir objetivos? Se sente gratificação por aquilo que faz, está no emprego correto.

Aconselha os amigos a trabalhar na sua empresa?

Se gosta de trabalhar na sua empresa, o mais certo é aconselhar outros amigos a juntarem-se à equipa e a candidatarem-se a vagas de emprego. Costuma fazer isso?

Sente-se parte da empresa?

Toma os objetivos da empresa como seus e sente-se realizado quando os alcança? Sente que o sucesso da empresa é o seu sucesso?

Está sempre ansioso para abraçar novos projetos?

Está sempre a pensar no próximo projeto em que pode estar envolvido e dar o seu contributo? Querer sempre mais é sinal de que gosta do que faz.

O dia passa depressa?

Está sempre a olhar para o relógio e a contar os minutos para ir embora ou, pelo contrário, passa o dia tão empenhado no que está a fazer que nem se apercebe que está na hora de sair? Se não parece trabalho, está no emprego ideal.

Gosta de estar na empresa e com os colegas?

É daquelas pessoas que gosta de estar no trabalho? Os seus colegas de trabalho são também os seus amigos de aventura? Ou tem um ambiente de trabalho conflituoso que o faz sentir-se deprimido. Trabalhar num ambiente que o faz sentir bem mostra que está no trabalho certo.

Está feliz e otimista?

Entra na empresa todos os dias com um sorriso e tem sempre uma coisa simpática a dizer aos colegas? Sente que essa boa disposição o acompanha durante o dia e torna o trabalho prazeroso?

A felicidade que tem no trabalho transpõe-se para sua vida pessoal?

Pessoas que gostam do que fazem têm normalmente vidas mais equilibradas e preenchidas fora do ambiente do trabalho. Porque o trabalho é importante mas não é tudo. É o seu caso?

Sente-se sempre irritado ao domingo à noite e/ ou à segunda feira de manhã?

Por muito que tente esconder, a razão para estar sempre mal disposto ao domingo à noite ou à segunda-feira de manhã tem uma razão facilmente identificável – o avizinhar de mais uma semana de trabalho causa indisposição. Há algo no seu trabalho que traz más vibrações.

Se respondeu de forma positiva à maioria destas questões então é porque está no trabalho certo para si!

As tarefas simples e rotineiras facilmente fazem-no sentir com tédio

Quando gostamos do que fazemos, e as tarefas mais básicas do nosso trabalho se tornam rotineiras, é normal que as façamos de bom agrado. No entanto, quando encaramos essas tarefas com tédio, é sinal de que não gostamos do que fazemos. O nosso emprego pode não ser o trabalho certo para nós. 

Encara os erros como oportunidades de crescimento?

Em todos os trabalhos existem momentos em que cometemos algum erro. Mesmo que se trate do nosso emprego de sonho, eles vão acontecer. A diferença é que se gostamos realmente do nosso trabalho, esses erros são encarados de forma positiva, e fazem-nos sentir o desejo de aprender com eles e fazer sempre melhor.

Veja também