Marvin Tortas
Marvin Tortas
14 Mar, 2019 - 11:54
Conheça as vantagens e desvantagens do GPL Auto

Conheça as vantagens e desvantagens do GPL Auto

Marvin Tortas

O constante aumento do preço dos combustíveis torna o GPL cada vez mais apelativo. Mas será que vale a pena? Conheça as vantagens e desvantagens do GPL Auto.

O artigo continua após o anúncio

Tal como existem prós e contras na gasolina e no diesel, também devemos conhecer as vantagens e desvantagens do GPL Auto. Será esta uma boa alternativa aos combustíveis mais utilizados? Será que compensará converter um carro a GPL em vez de adquirir um híbrido ou um elétrico?

Se apenas tivermos em consideração o preço dos combustíveis e o facto de que não perdemos nenhuma capacidade com um veículo a GPL, ao contrário de outras energias alternativas, então nesse caso nem deveríamos pensar duas vezes, pois os veículos a GPL são mais baratos de rodar do que qualquer outro veículo, mesmo incluíndo os automóveis movidos a eletricidade.

Mas o Gás de Petróleo Liquefeito também tem algumas contrapartidas, e devemos estar a par das vantagens e desvantagens do GPL Auto.

Antes de avançarmos para os dados factuais e para as vantagens e desvantagens do GPL Auto, vamos começar por desmistificar algumas teorias que existem sobre os veículos a GPL, nomeadamente de que estes carros não são seguros e em caso de acidente podem explodir. Podemos desde já afirmar que isto não passa apenas de um mito e é totalmente falso.

O Gás de Petróleo Liquefeito é efetivamente mais perigoso e mais inflamável do que a gasolina, mas precisamente por isto, os tanques de combustível preparados para receber GPL são extremamente robustos e testados sob as situações mais extremas para garantir total segurança e integridade dos passageiros em caso de acidente.

Vamos então conhecer agora as vantagens e desvantagens do GPL Auto, para que possa decidir qual é o melhor combustível para si. Baseamo-nos em factos reais, para que possa ponderar e decidir se vale mesmo a pena comprar ou adaptar o seu veículo para que possa andar a este combustível que custa em média apenas 64 cêntimos por litro.

Vantagens e desvantagens do GPL Auto

Refueling car with LPG gas at a station

Optar por um veículo a GPL pode ser bastante benéfico em dois sentidos. Por um lado, o condutor verá os gastos reduzidos com a utilização deste combustível, uma vez que o seu preço por litro é cerca de 50% mais barato que o preço por litro da gasolina.

Por outro lado, a autonomia cresce nos veículos de tecnologia Bi-Fuel, onde os consumos são combinados entre GPL e gasolina ou diesel. Se um condutor viajar em modo combinado, o veículo poderá percorrer mais de 1 500 km sem haver a necessidade de abastecer.

O artigo continua após o anúncio

A par destas vantagens, aquelas que se distinguem mais nos veículos a GPL Auto são as seguintes:

Vantagens

  • Preço do GPL

É indiscutível dizer que o preço do GPL Auto é uma das vantagens mais apelativas para a sua compra ou a conversão de um veículo movido com outro tipo de combustível convertido para GPL Auto.

Para que fique com uma ideia, em Fevereiro de 2019, o preço médio da gasolina 95 andava à volta dos 1,30€ por litro. Por sua vez, o custo por litro do gasóleo era de 1,23€.

A diferença surpreendente do preço do GPL Auto não passa despercebido a ninguém. Comparativamente aos custos apresentados da gasolina e do gasóleo, o valor comercial do GPL Auto difere habitualmente entre os 0,60€ a 0,70€ por litro. No mesmo mês, o preço médio foi de 0,59€ por litro.

A estimativa é que um condutor com uma viatura movida a GPL consiga poupar cerca de 50€ a cada vez que ateste o depósito.

  • Amigo do ambiente

Por ser composto por partículas refinadas, o GPL Auto não liberta partículas nocivas para a atmosfera, provando ser uma boa alternativa para pouparmos o nosso planeta dos níveis de poluição na atmosfera. Além do mais, as emissões de gases que liberta são significativamente reduzidas, quando equiparadas com motorizações a gasolina ou a gasóleo.

Na verdade, em comparação com um veículo a gasolina, o GPL emite menos 75% de CO2 e menos 10% de CO2. Comparativamente com um veículo movido a gasóleo, um veículo que circule a GPL envia para a atmosfera menos 60% de emissões de CO2.

  • Mais amigo do motor

É comprovado que o GPL, ao contrário do que se possa pensar, reduz o desgaste do motor e assegura a sua durabilidade. O segredo encontra-se na sua fórmula mais refinada do que a gasolina ou o gasóleo – nos quais existem partículas que condicionam e comprometem a vida útil do motor.

O artigo continua após o anúncio
  • Comprovadamente seguro

Embora a verdade indica que o GPL Auto seja mais inflamável do que a gasolina, também é verdade que as empresas fabricantes dos depósitos concebidos para o seu armazenamento, fazem-no com a consciência do perigo de explosão. Desta forma, os depósitos são projetados quase como que à prova de bala – em aço – resistindo até aos embates mais violentos, de forma completamente segura.

É importante que se tenha consciência de que o GPL é um combustível seguro e que resulta de uma tecnologia também ela segura, cujos resultados estão comprovados.

  • Tem a mesma potência que um carro a gasolina

Existe o mito de que conduzir um carro a GPL acarreta consigo uma potência menor do que um carro a gasolina. Contudo, se a conversão for feita corretamente e preferencialmente por um bom profissional, o carro não irá perder aproveitamento da potência base do motor.

Desvantagens

Fuel pumps at the service station
  • Escassez de postos de abastecimento

Um forte entrave que os condutores apontam aos carros movidos a GPL é o facto dos postos de abastecimento para este tipo de combustível serem limitados.

O GPL não se encontra facilmente, uma vez que este não é distribuído por todas as estações de serviço (como é habitual com a gasolina e o gasóleo). Este é um factor que limita as viagens e requer alguma gestão por parte dos condutores quanto às suas paragens para os abastecimentos.

  • Converter para GPL pode ser dispendioso

A conversão de um veículo a gasolina para GPL Auto não é uma opção propriamente económica. De facto, a conversão pode alcançar os 1 500€. Este valor serve também para que o consumidor faça as contas às suas despesas anuais com o carro e perceba se, a médio/longo prazo,compensa e faz sentido a conversão.

Por vezes, poderá fazer sentido se considerar comprar marcas que vendam veículos a GPL já de origem.

  • Proibições na circulação

Os carros movidos a GPL foram, durante muitos anos, proibidos de estacionar em parques cobertos. Foi também em 2013 – ano em que se impunha este impedimento – que se promulgou a Lei nº 13/2013 de 31 de Janeiro.

O artigo continua após o anúncio

De acordo com o Artigo 3º e Artigo 4º da lei sobre a Utilização de GPL e GN em veículos, um veículo a GPL cujas componentes estejam instalados de acordo com o regime, pode estacionar em parques de estacionamentos coberto abaixo do nível do solo. Por outro lado, se as componentes não forem aprovadas, há exceções. Entenda o que diz a lei:

Artigo 3.º

  • Regras de utilização de GPL e GN em veículos

Os veículos que utilizem GPL ou GN (Gás Natural) como combustível devem garantir um nível de segurança adequado, devendo obedecer às prescrições técnicas a estabelecer por portaria conjunta dos membros do Governo responsáveis pelas áreas da administração interna, da economia e do emprego e da justiça.

Artigo 4º

  • Estacionamento em locais fechados de veículos que utilizem GPL

1 – Os veículos abastecidos com GPL cujos componentes tenham sido aprovados e instalados de acordo com o regime a que se refere o artigo 3º podem estacionar em parques de estacionamento fechados e abaixo do nível do solo.

2 – Os parques de estacionamento referidos no número anterior devem ser ventilados e cumprir as disposições do regime jurídico da segurança contra incêndios em edifícios, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 220/2008, de 12 de Novembro, e demais legislação aplicável ao estacionamento de veículos.

3 – Os veículos alimentados a GPL cujos componentes não tenham sido aprovados e instalados de acordo com o regime a que se refere o artigo 3.º não podem estacionar em parques de estacionamento fechadossalvo se os mesmos dispuserem de ventilação natural através de aberturas ao nível do teto e solo, que permitam o rápido escoamento para o exterior de uma eventual fuga de gases.

4 – Os veículos referidos no número anterior não podem estacionar em locais situados abaixo do nível do solo.

Tal como qualquer outro combustível, também o GPL Auto tem as suas vantagens e desvantagens. Desta forma, torna-se relevante que entenda toda a política de uso deste combustível para uma coerente tomada de decisão.

Embora a conversão tenha os seus custos no momento da aquisição, a curto/médio prazo irá compensar, através de faturas mais reduzidas sempre que abasteça com GPL Auto.

Veja também