ebook
GUIA DO IRS
Patrocinado por Reorganiza
Teresa Campos
Teresa Campos
05 Jun, 2022 - 18:35

Acne nas costas: como resolver este problema

Teresa Campos

O acne nas costas é um problema relativamente comum e bastante incomodativo. Perceba qual a sua origem e formas de prevenção.

Muitas vezes, quando se fala em acne, pensamos nas lesões que afetam a face. Porém, a acne nas costas também é uma realidade, podendo espalhar-se por toda a região ou, então, aparecer isoladamente, em pontos específicos – pelos ombros, parte superior das costas, inferior ou até mesmo pela região das nádegas.

Se este é um problema que o incomoda, entenda o que que pode fazer para amenizá-lo.

Acne nas costas: causas e tratamentos

Antes de mais, importa esclarecer que a acne nas costas é um problema que pode surgir em qualquer faixa etária e género e não está diretamente relacionado com um outro problema: o da acne no rosto.

A acne nas costas pode manifestar-se por meio de pontos negros, pontos brancos e/ou borbulhas vermelhas. Em alguns casos, também podem surgir nódulos. Fique a saber mais sobre as causas deste problema de pele e como tratar.

Além do desconforto causado, a acne nas costas pode prejudicar a autoestima e a autoconfiança do indivíduo que não se sente seguro para expor as suas costas em situações onde tal é suposto, como numa ida à praia, por exemplo.

Causas

Para dar resposta a este ponto, há que ter em conta que a acne é sempre uma doença multifatorial, ou seja, a sua origem pode ser genética, hormonal, estar relacionada com hábitos, como os alimentares, por exemplo, ou, então, ser uma combinação de todos estes fatores.

Em todo o caso, na base da acne nas costas, está sempre a obstrução das glândulas sebáceas daquela região do corpo (devido à acumulação de células mortas da pele) e a produção excessiva de sebo naquela zona corporal, além do possível desenvolvimento de bactérias.

Outras situações que podem contribuir para o aparecimento ou agravamento da acne nas costas podem ser o uso de lâminas ou de cremes depilatórios para remover os pelos, bem como a toma de fármacos com corticoides e androgénios.

Tratamentos e formas de prevenção

Para resolver o problema da acne nas costas é, geralmente, recomendado um tratamento semelhante àquele que é prescrito para a acne que atinge o rosto. No entanto, tendo em conta a zona afetada, pode ser necessária a ajuda de terceiros para a aplicação de certos produtos na área atingida.

Entre os cuidados, normalmente, sugeridos, estão:

  • Lavar as costas com um produto de higiene suave e próprio para pele acneica, rico em ácido salicílico, ácido glicólico, ácido láctico e alfa ou beta-hidroxiácido;
  • Fazer uma esfoliação suave nas costas uma vez por semana;
  • Limpar bem as costas, de modo a que não permaneçam húmidas;
  • Evitar que o champô/condicionador/máscara/óleo se espalhe pelas costas, pois em alguns casos pode provocar lesões ou agravar as pré-existentes;
  • Moderar a toma de hormonas e/ou suplementos alimentares;
  • Evitar o uso de roupas apertadas ou que causem atrito na pele;
  • Ter uma dieta equilibrada e pobre em açúcares e hidratos de carbono;
  • Evitar passar muito tempo com a pele suada, lavando-a assim que possível e mudando de roupa;
  • Não espremer as lesões, de modo a evitar cicatrizes;
  • Usar roupas confortáveis e de tecidos macios;
  • Evitar a exposição das costas ao sol nas horas de maior calor;
  • Não colocar nas costas cremes oleosos, sobretudo os que são compostos por óleos minerais (prefira hidratantes com a indicação “não comedogénicos” e “oil free”).

Naturalmente que, perante a situação de acne nas costas, o primeiro passo a dar deve ser mesmo o de consultar um dermatologista e seguir de forma rigorosa o tratamento proposto – que pode passar não só pelas medidas que elencámos, como pela toma de certos fármacos.

Para ser bem sucedido, é importante respeitar todas as diretrizes do dermatologista – quanto aos produtos a aplicar e à duração do tratamento. Mesmo que sinta melhorias, não deve interromper o tratamento, sem indicação médica para tal.

Veja também