Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
André Freitas
André Freitas
19 Fev, 2020 - 17:06

Converter carros a GPL: será que vale a pena?

André Freitas

Com o preço do GPL a custar sensivelmente metade do preço da gasolina, converter carros a GPL parece tornar-se cada vez mais apelativo e menos restritivo.

GPL Auto

Os preços do gasóleo e da gasolina estão nos dias de hoje perto de atingir os máximos históricos em Portugal, e não há sinais de que possam descer nos próximos tempos. Por este motivo, os consumidores tendem a procurar outras possibilidades. Eléctricos, híbridos, ou GPL. Porém, e ao contrário das outras 2 motorizações, é possível converter carros a GPL.

Com isto podem surgir várias questões: Como adaptar carros a GPL? Qualquer carro pode ser adaptado a GPL? Quanto custa a conversão? Neste artigo, vamos responder a essas mesmas questões para que se possa manter informado e tomar a decisão mais indicada para si.

O que é o GPL AUTO e para que serve?

GPL Auto

O GPL, ou GPL Auto, um gás de petróleo liquefeito, é uma dessas possibilidades e permite uma poupança significativa na hora de abastecer o carro.

O GPL custa, atualmente, cerca de €0.739, enquanto que o gasóleo simples custa perto de €1.429 e a gasolina 95 simples €1.574 (valores médios)

O custo do GPL é de cerca de metade do custo do diesel ou gasolina. Além disso, os carros a GPL que obedeçam às mais recentes normas de conversão para GPL permite a estes automóveis não ter qualquer restrição de uso/estacionamento.

Tudo isto faz com que adquirir um veículo a GPL ou alterar um veículo para que este passe a ser o combustível principal se torne uma opção a considerar.

Para além desta vantagem a nível de custos, o GPL é ainda bastante mais ecológico.

Como Converter carros a GPL?

depósito GPL

Se não optar por adquirir um carro a GPL, pode sempre converter um veículo a gasolina ou diesel.

Converter um veículo a gasolina em GPL é mais simples que converter um veículo a diesel em GPL, mas ambas as opções são possíveis.

Talvez não seja do conhecimento geral, mas todos os carros a GPL, quer os que têm este combustível de origem, quer os que tenham sido convertidos, têm um depósito de diesel ou de gasolina.

O diesel ou a gasolina é o combustível utilizado no arranque a frio do motor. Só algum tempo depois, quando atingida determinada temperatura, é que começa a ser utilizado o GPL. 

Como adaptar um carro diesel a GPL?

Quando se trata da conversão de um veículo a diesel, existem dois procedimentos possíveis:

  • a “ottorização”: conversão do motor diesel para motor de ciclo Otto, através da modificação ou substituição da cabeça dos cilindros por forma a criar uma câmara de combustão, e a cabeça do motor de forma a que possam ser utilizadas velas de ignição. As principais desvantagens deste procedimento são: o elevado custo e risco do mesmo, e a perda da eficiência do motor diesel.
  • o Dual-Fuel: utilizando equipamentos específicos para o modelo do automóvel, esta conversão permite a utilização, em simultâneo, de ambos os combustíveis.

Como adaptar um carro a gasolina a GPL?

Em relação à conversão de um veículo a gasolina, o procedimento é mais simples e seguro. Este procedimento pode mesmo ser realizado numa oficina autorizada para a realização deste serviço.

Este procedimento implica a montagem de diversos novos componentes, nomeadamente:

  • depósito de GPL
  • novos tubos de combustível
  • injetores específicos
  • válvulas de segurança
  • cablagem elétrica
  • comutador
  • indicador de nível de GPL no depósito
  • centralina específica

Quais são os custos para adaptar um carro a GPL?

A poupança no que diz respeito a combustível será muito grande, mesmo que o motor a diesel ou gasolina adaptado possa vir a ter consumos mais elevados.

O custo do GPL é bastante inferior ao do diesel ou gasolina, e esse é um fator muito importante.

No entanto, um carro a GPL de origem é mais caro que um carro com as mesmas características mas a diesel ou gasolina. Para além disso, o custo de conversão de um veículo é, também, bastante elevado.

Se adquirir um carro a GPL de origem, poderá beneficiar de algumas vantagens, tais como a garantia da marca e o facto de a viatura estar já homologada pelo IMT (Instituto da Mobilidade e dos Transportes).

Se, por outro lado, decidir alterar um veículo a diesel ou gasolina, pode contar já com custos que podem ir dos 900€ aos 3.000€.

Os valores variam de acordo com as características do veículo, nomeadamente a marca, modelo, cilindrada, potência, entre outros.

Burocracias associadas à adaptação do carro

Para além destes custos de adaptação, existe ainda alguma burocracia associada a esta alteração, nomeadamente a alteração do Documento Único Automóvel (DUA) e a realização de uma inspeção ao veículo.

Contudo, muitas vezes, estas questões são tratadas diretamente pela oficina que está a realizar o serviço.

No entanto, os seguintes passos devem ser cumpridos:

1. Depois de realizada a adaptação do veículo ao GPL, o veículo deve realizar uma inspeção num centro de inspeções da categoria B.

2. Caso seja aprovado em inspeção, o centro de inspeções tem que emitir um certificado do Modelo 113.

3. Um pedido de regularização da transformação deve ser apresentado nos Serviços Regionais e Distritais do IMT.

Este pedido deve ser instruído com os seguintes documentos:

  • Formulário Modelo 9 IMT
  • Certificado de instalação do sistema de alimentação a GPL (emitido nos termos do anexo I da Portaria 207-A/2013, de 25 de junho, por entidade reconhecida para o efeito)
  • Documento de identificação do veículo (Livrete + Título de Registo de Propriedade ou Certificado de Matrícula)
  • Certificado de inspeção do Modelo 113 emitido pelo centro de inspeção
  • Documento de identificação do requerente

4. Se todos os elementos estiverem em conformidade com a legislação em vigor, o IMT emite um novo Certificado de Matrícula.

Se decidir avançar com este procedimento, não se esqueça que este deve ser feito numa oficina certificada para o efeito.

Caso não saiba quais são as entidades certificadas para este tipo de serviços, conheça a Lista das Entidades Instaladoras e Reparadoras de GPL no site do IMT.

É seguro adaptar carros a GPL?

GPL

Sim, e se o procedimento for feito numa oficina certificada, não deve ter pela sua segurança.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, alterar um carro para GPL não aumenta a probabilidade de incêndio ou explosão do carro.

O GPL é, aliás, um combustível com menos impurezas que a gasolina, o que permite, até, prolongar a durabilidade de alguns componentes do automóvel.

Se considerar que esta opção é realmente vantajosa para si, não tenha receio.

Veja também