Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Inês Pereira
Inês Pereira
22 Jun, 2018 - 11:41

Alimentação de bebé de 4 meses: o que incluir

Inês Pereira

Ao fim de alguns meses, está na altura de a criança conhecer um cardápio que vá além do leite materno. Saiba como deve ser a alimentação de bebé de 4 meses.

Alimentação de bebé de 4 meses: o que incluir

Este é um tema muito discutido entre pais e especialistas: afinal, quando deve o bebé ter contacto com novos alimentos? Apesar de muitos defenderam que é apenas a partir dos 6 meses, a verdade é que aos 4 meses de idade a criança já pode ser apresentada a novas texturas e sabores. Por esse motivo, é importante que todos os pais fiquem a saber qual deve ser a alimentação de bebé de 4 meses.

O leite materno deve continuar a fazer parte do dia-a-dia da criança até por volta dos 2 anos, mas pode (e deve) ter como complemento outras fontes de nutrientes. Para que nada falte ao seu bebé, fique agora a saber tudo sobre o menu mais adequado a esta idade.

Alimentação de bebé de 4 meses: os novos alimentos

A Organização Mundial de Saúde recomenda que a alimentação de uma criança se resuma ao leite materno até completar 6 meses de idade. Este processo não só traz benefícios para a saúde do bebé como promove o vínculo afetivo existente entre mãe e filho.

Contudo, em muitos casos, a mãe não prossegue com a exclusividade do aleitamento materno e a criança inicia o contacto com outro tipo de alimentos por volta dos 4 meses. Importa referir que deve sempre consultar o pediatra do seu rebento antes de proceder a qualquer alteração no que se refere à alimentação do bebé.

Assim, aos 4 meses de idade, o bebé pode iniciar a diversificação alimentar, deixando para trás os dias da exclusividade do aleitamento materno ou do leite artificial.

As necessidades nutricionais da criança alteram-se com o tempo e, a determinada altura, o leite materno deixa de ser suficiente para as suprimir – daí a necessidade de introduzir novas opções na alimentação de bebé de 4 meses.

Nesta idade, o sistema digestivo da criança começa a ficar mais desenvolvido e brevemente haverá a necessidade estimular a mastigação e desenvolver a deglutição. Por isso mesmo, esta é uma boa altura para novas aventuras alimentares. No entanto, é importante que tudo seja feito de forma gradual para garantir que a adaptação aos novos sabores decorre sem problemas.

Papas sem glúten

pode introduzir papas sem glúten nas alimentação de um bebé de 4 meses

A papa sem glúten deve ser o primeiro novo alimento a ser introduzido na alimentação de bebé de 4 meses. Esta é uma opção que oferece vários nutrientes, entre os quais vitaminas, proteínas e hidratos de carbono. Apresenta-se, ainda, como uma boa fonte de energia.

Nesta idade deve ficar-se pelas opções sem glúten para evitar episódios de alergias ou sensibilidades alimentares. Posto isto, só mais tarde poderão ser introduzidas opções com glúten.

Importa referir que existem dois tipos de papas: as não lácteas e as lácteas. As primeiras são preparadas com recurso ao leite que o bebé ingere diariamente; as segundas, por sua vez, devem ser preparadas com água, uma vez que na sua composição já consta o leite.

Sopa

sopa bebe

Ultrapassada a aventura da papa, está na hora de uma nova experiência: a sopa. A primeira sopa deve ser bastante simples e ter uma textura de puré cremoso. O sal, esse, deve ficar bem longe da panela.

Pode utilizar 4 dos seguintes ingredientes: batata, cenoura, abóbora, cebola, courgette, alho francês, alface, brócolos e couve branca.

Agora que já sabe quais são os 2 alimentos que pode introduzir na alimentação de um bebé de 4 meses, está na altura de meter mãos à obra e garantir que o seu rebento adora o novo menu.

Veja também: