Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Inês Pereira
Inês Pereira
04 Jul, 2018 - 13:03

Alimentação de bebé de 6 meses: o que muda

Inês Pereira

Os meses da exclusividade do leite já lá vão. Chegou a hora de saber qual deve ser a alimentação de bebé de 6 meses e tomar nota de todas as novas opções.

Alimentação de bebé de 6 meses: o que muda

Não é novidade para ninguém que o tempo passa a correr, especialmente quando se trata do crescimento de um bebé. De repente, o seu rebento já atingiu meio ano e todos os dias se vê frente a frente com novas mudanças. Por esse motivo, é importante que saiba tudo sobre a alimentação de bebé de 6 meses para garantir que a criança recebe todos os nutrientes de que necessita para continuar a crescer saudável.

Esta é uma boa altura para o bebé começar a ter contacto com texturas, sabores e cheiros até então desconhecidos, mas necessários ao seu desenvolvimento. Faça a lista das compras e comece já esta aventura.

O que muda na alimentação de bebé de 6 meses

Ao fim de meio ano, está na altura de a criança começar a comer coisas que até então eram interditas. Apesar de a amamentação se prolongar até por volta dos 2 anos, existem algumas alterações que devem ser feitas na alimentação de bebé de 6 meses – até porque algumas necessidades nutricionais não dependem apenas do leite.

A partir dos 6 meses, introduz-se então a alimentação complementar. Isto é, alimentos que devem ser intercalados com o leite materno e que desenvolvem a capacidade de mastigação e deglutição do bebé, bem como o gosto por novos sabores.

Contudo, antes de proceder a este tipo de mudanças, deve consultar o pediatra da criança para garantir que é a altura mais indicada para o processo.

As reservas de ferro acumuladas no organismo durante o período pré-natal começam a esgotar-se e daí a necessidade de introduzir novos alimentos no cardápio. Por outro lado, à medida que a criança cresce, começa a precisar de novas fontes de energia.

Importa referir que cada novo alimento deve ser oferecido ao bebé sozinho, de modo a testar qualquer alergia ou sensibilidade alimentar. Recomenda-se, também, um intervalo de cerca de 3 a 5 dias entre cada nova experiência alimentar. Por outro lado, é crucial que os alimentos sejam adequados à idade e que garantam a supressão das necessidades nutricionais.

Sopas

sopa bebe

A primeira sopa é uma das mais importantes alterações na alimentação de um bebé de 6 meses, uma vez que representa o contacto inicial com os legumes. Deve ser confecionada recorrendo a quatro dos seguintes ingredientes: batata, cenoura, abóbora, cebola, courgette, alho francês, alface, brócolos e couve branca.

A sopa deve ser simples e com consistência de puré. A preparação deve ser feita sem sal mas pode utilizar-se azeite em cru.

Papas

papa bebe

Este é, provavelmente, o alimento mais importante na alimentação de um bebé de 6 meses, uma vez que é fonte de proteínas, vitaminas, hidratos de carbono e minerais. Numa fase inicial, deve ter uma consistência fina, que se vai aumentando gradualmente.

Fruta

fruta para bebe

Depois da sopa e das papas, é altura de introduzir também a fruta no menu diário do bebé. Numa primeira fase, pode começar pelos purés de fruta, preferindo a pera, a banana e a maçã. É importante que utilize fruta madura, fresca e no estado cru.

Pode utilizar o preparado como sobremesa após a refeição normal da criança. Deve ainda evitar frutas potencialmente alergénicas, como kiwi, morangos e pêssegos.

Veja também: