Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Inês Pereira
Inês Pereira
04 Out, 2018 - 12:00

Alimentos pouco saudáveis: saiba quais são

Inês Pereira

Dos snacks às bebidas, passando por ingredientes utilizados no dia-a-dia, os supermercados estão cheios de alimentos pouco saudáveis. Fique a conhecê-los.

Alimentos pouco saudáveis: saiba quais são

Nos últimos anos o desejo de um estilo de vida mais saudável, com tudo o que ele implica, parece estar no centro de grande parte das conversas do dia-a-dia. E apesar de a alimentação equilibrada ser uma obrigatoriedade, nem sempre é fácil virar a cara (e a boca) às tentações doces e salgadas que fazem as maravilhas de qualquer. Ora, acabaram-se as desculpas: está na altura de ficar a conhecer os alimentos pouco saudáveis que tem mesmo de eliminar da sua lista das compras e da sua rotina se quer preservar o seu bem-estar e eliminar as gorduras indesejadas.

Poucas devem ser as pessoas que não estão familiarizadas com a aventura que é uma visita ao supermercado e aos seus corredores cheios de comida sempre tão tentadora e, em alguns casos, pouco recomendada. O pior é que, por vezes, pode nem se aperceber de que está a fazer uma escolha errada e a prejudicar o seu esforço – a verdade é que, se não ler os rótulos, alguns alimentos enganam os menos atentos. Aprenda a ignorar expressões como “light”, “baixo em calorias” ou “sugar free” e tome nota dos produtos que devem passar para a sua lista negra.

Conheça 11 alimentos pouco saudáveis

Noodles instantâneos

Os noodles instantâneos são uma das refeições rápidas mais populares e baratas – motivo pelo qual costumam ser associadas aos estudantes. Contudo, temos más notícias sobre esta versão de um prato da comida asiática: são também uma das opções menos saudáveis à disposição.

Acontece que os noodles não só não têm valor nutricional como estão carregados de preservantes derivados de petróleo. Como se isso não bastasse, são também ricos em sódio, gordura saturada e calorias.

Cubos de caldo

Poucas devem ser as avós (e algumas mães) que não têm o hábito de adicionar um daqueles famosos e saborosos cubinhos de caldo às receitas que fazem as delícias da família. Problema? Esta alternativa aos típicos temperos é rica em gordura, açúcares e sal. O melhor mesmo é utilizar caldo caseiro ou os temperos habituais e mais comuns.

Fruta em calda

a fruta em calda é um dos alimentos pouco saudáveis

Se julga que comer fruta fresca e comer fruta enlatada é a mesma coisa então fique a saber que não podia estar mais longe da verdade. As latas de fruta em calda podem parecem convenientes mas são um dos alimentos pouco saudáveis: trata-se de um produto com grandes quantidades de açúcar adicionado e, em alguns casos, com adoçantes artificiais.

Barrinhas de cereais

A próxima vez que quiser um snack e optar por uma barrinha de cereais é melhor olhar para o rótulo e atentar na quantidade alarmante de açúcar. Este é um lanche cheio de hidratos e açúcares simples, o que o torna pouco saudável. Para piorar a situação, em muitos casos nem sequer é saciante.

Manteiga de amendoim light

Já se sabe que a palavra “light” engana muita gente, mas a verdade é que não deve ser levada a sério sem uma passagem de olhos pelo rótulo. A manteiga de amendoim light, por exemplo, talvez o salve de algumas gramas de gordura mas, por outro lado, é rica em açúcar.

Margarina

a margarina é um dos alimentos pouco saudáveis

Se a manteiga normal já não é propriamente a melhor amiga de uma dieta a margarina então é mesmo para esquecer. Este é um alimento rico em gorduras trans, responsáveis por baixar o colesterol bom e aumentar o colesterol mau. Opte antes por manteiga sem sal ou azeite virgem, por exemplo.

Molhos para salada

Já não surpreende ninguém que uma salada é sempre mais saudável sem molhos (e, provavelmente, menos saborosa). Aquilo que pode não saber é que os molhos para salada à venda nos supermercados podem representar mais 300 calorias na sua conta diária. A maior parte destes produtos contém açúcar, sódio e gordura saturada, o que mina qualquer tentativa de refeição saudável.

Cereais de pequeno-almoço com sabor a fruta

São coloridos e o pacote alega que têm fruta na sua composição – o que é que há para não gostar? Bom, acontece que, na maior parte das vezes, estes cereais são ricos em corantes, óleo vegetal, conservantes e amidos. O melhor mesmo é mantê-los afastados das suas tigelas e da sua família.

Pizza congelada

a pizza congelada é um dos alimentos pouco saudáveis

De certeza que a presença da pizza congelada nesta lista não o surpreende, embora talvez o faça repensar algumas refeições. Cheias de conservantes, químicos, gordura, sódio, hidratos de carbono e calorias, as pizzas congeladas são tudo menos uma boa ideia para o seu dia-a-dia. Por que não fazer uma pizza caseira e com ingredientes frescos?

Molho de tomate enlatado

O molho de tomate enlatado exige o mesmo que tantos outros alimentos pouco saudáveis: ler o rótulo. De forma geral, trata-se de um produto rico em açúcares e sódio, o que torna qualquer receita num prato longe de ser saudável.

Saladas embaladas

Geralmente, comer uma salada é sinónimo de fazer uma escolha saudável, pelo que muitas são as pessoas que compram saladas pré-feitas e embaladas no supermercado. Problema? Muitos destes kits incluem temperos e, por vezes, ingredientes (como croutons, por exemplo) que estragam o objetivo.

Veja também: