Publicidade:

10 castelos de Portugal para conhecer e viver a história

É difícil não se sentir uma rainha, um príncipe ou um valente cavaleiro depois de conhecer estes castelos de Portugal. Viaje connosco de norte a sul do país.

10 castelos de Portugal para conhecer e viver a história
Locais que prometem verdadeiras viagens no tempo

São locais históricos, que viram acontecer eventos que marcaram a região onde se inserem ou até mesmo o país. Apresentamos-lhe 10 castelos de Portugal que vão fazê-lo sentir como se tivesse recuado no tempo.

Atualmente, muitos destes castelos de Portugal transformaram-se em pousadas, espaços museológicos ou até palco de recriações históricas notórias. O que é uma excelente oportunidade para observar e conhecer exemplares de arquitetura impressionantes e de uma beleza inigualável também.

Espalhados por prados verdejantes e colinas rochosas, os castelos portugueses compreendem uma parte pequena, mas importante, da vasta herança histórica do país. Vai partir nesta aventura connosco?

Castelos de Portugal: 10 exemplos de grande beleza


1. Palácio Nacional da Pena, Sintra

Este é provavelmente o castelo mais famoso de Portugal devido à localização, que lhe confere uma envolvência única e romântica e um ar imponente, dado que está no pico de uma grande colina, como que vendo Sintra bem de cima.

Este monumento é de grande importância nacional e internacional, pelo que foi reconhecido pela UNESCO, pela sua história que remonta à Idade Média, mas também pelo design inteligente e inovador, que faz com que o palácio possa ser visto de qualquer ponto nos jardins e florestas circundantes.

2. Castelo de Almourol, Vila Nova da Barquinha

Castelo de Almourol

Há quem diga que este castelo é assombrado por uma princesa… Mas rumores à parte, o Castelo de Almourol é um dos exemplos mais representativos da arquitetura militar da época, simbolizando o princípio do reino de Portugal e a Ordem dos Templários, associação que lhe reforça a aura de mistério e romantismo.

A sua localização é bem curiosa, dado que se encontra erguido num afloramento de granito a 18 metros acima do nível das águas, numa pequena ilha, no médio curso do rio Tejo.

3. Castelo de São Jorge, Lisboa

O Castelo de São Jorge localiza-se na freguesia de Santa Maria Maior (Castelo), em Lisboa. As primeiras fortalezas do castelo datam do século 1 A.C. tendo sido reconstruído diversas vezes por vários povos e recebido diferentes nomes. O nome actual deriva da devoção do castelo a São Jorge, santo padroeiro dos cavaleiros e das cruzadas, feita por ordem de D. João I no século XIV.

Ao longo do tempo o castelo, assim como as diversas estruturas militares de Lisboa, foi sendo remodelado, ao ponto de na primeira metade do século XX estar já em avançado estado de ruína. Na década de 1940 foram empreendidas monumentais obras de reconstrução, levantando-se grande parte dos muros e alteando-se muitas das torres. Ergue-se em posição dominante sobre a mais alta colina do centro histórico, proporcionando aos visitantes uma das mais belas vistas sobre a cidade e o estuário do Tejo.

4. Castelo de Porto de Mós, Porto de Mós

Este castelo foi construído pelos mouros e restaurado várias vezes por diversos reis portugueses, que o admiravam e lhe reconheciam importância, principalmente durante o período da conquista cristão a aquando da Batalha de Aljubarrota, pois ali se refugiaram as tropas de D. João I e de D. Nuno Álvares Pereira nas noites anteriores à batalha. Aquelas paredes têm tanto conhecimento e testemunharam tantos momentos importantes que só apetece conceder-lhes o desejo da fala, como se fosse assim possível.

Apenas um acontecimento grave, como o sismo de 1755 foi suficiente para destruir uma parte do castelo. Felizmente, em 1999, foram terminadas as obras de reconstrução que permitem assim continuar a valoriza aquele que é considerado Monumento Nacional desde 1910.

5. Castelo dos Mouros, Sintra

Castelo dos Mouros

Na bonita vila de Sintra, encontramos mais um castelo de referência. Referimo-nos ao Castelo dos Mouros, construído durante os séculos VIII e IX e considerado uma das mais antigas fortalezas preservadas em Portugal.

Este forte localiza-se numa colina íngreme no meio da floresta, estando ainda cercado por um muro alto, o que lhe permitiu sobreviver a longos cercos.

6. Castelo de Penedono, Viseu

Pequeno e encantador castelo empoleirado em rochas: quase parece cenário de um conto infantil, mas é uma realidade. Trata-se do milenar Castelo de Penedono.

É um exemplar único e diferente da arquitetura militar gótica, frequentemente associado à mítica figura do Magriço, Álvaro Gonçalves Coutinho, imortalizado por Camões na obra “Os Lusíadas”.

Atualmente, o interior encontra-se vazio, mas ainda é possível deslumbrar-se com a vista maravilhosa das paredes.

7. Castelo de Guimarães, Guimarães

castelos de portugal

Considerado a mais importante fortaleza medieval do norte de Portugal e o berço da nação lusa, o Castelo de Guimarães destaca-se pelas paredes construídas em forma de pentagrama, com oito torres retangulares com ameias.

É um símbolo da nossa história, dado ter sido local da residência oficial do conde D. Henrique, pai do primeiro rei de Portugal, Afonso Henriques e por ter resistido à Batalha de São Mamede em 1128, da qual resultou o ponto de partida de um Portugal independente.

8. Castelo de Santa Maria da Feira, Santa Maria da Feira

Castelo de Santa Maria da Feira

Este é um dos monumentos medievais mais conhecidos do país, muito devido à mítica Feira Medieval que, a cada verão, atrai milhares de visitantes a terras de Santa Maria.

Localiza-se no tipo de uma colina e revela-se como um dos mais notáveis monumentos portugueses, devido à sua importância militar, mas também dimensão político-cultural, dado que este local foi fundamental para a vitória de São Mamede, em 1128.

9. Castelo de Bragança, Bragança

O que antes era uma simples e primitiva fortificação de Bragança, tornou-se num dos mais bonitos e importantes castelos de Portugal, no reinado de D. Afonso Henriques, que viu nesta fortificação uma estrutura de grande importância defensiva territorial.

De tal forma que, em 1409, no reinado de D. João I, as defesas do castelo são alvo de reabilitações, tendo-se construído a imponente Torre de Menagem.

10. Castelo de Alvito, Beja

Construído em 1482 na recatada e tranquila cidade de Alvito, o Castelo era residência de um nobre, mas agora qualquer um poderá sentir-se igualmente um importante membro da nobreza. Como? O espaço foi convertido em hotel e integra a rede de Pousadas de Portugal, proporcionando um local incrível para dias de descanso.

A sua beleza em muito deve à fachada e pátio, que apresentam janelas manuelinas e mouriscas. Vale mesmo a pena a visita.

Com as férias de verão mesmo à porta, por que não aproveitar o nosso artigo para fazer um roteiro pelos castelos de Portugal?

Veja também: