Publicidade:

12 dicas para uma decoração barata

Precisa de fazer mudanças em casa e procura dicas para uma decoração barata? Só precisa de olho para a inspiração certa e materiais reutilizáveis.

12 dicas para uma decoração barata
Não precisa de gastar muito dinheiro para decorar

Um decoração barata assenta em alguns princípios básicos e acessíveis: encontrar a inspiração certa, alguma criatividade, procurar materiais que não são assim tão óbvios e ter alguma paciência. Pode poupar uma quantidade considerável de dinheiro e ainda assim renovar a decoração de casa.

Dois conceitos que estão muito associados à ideia de decoração barata são a reciclagem e a reutilização. Vai perceber que há muitos objetos e materiais que tem em casa que podem ser transformados em peças únicas e novas.

Decoração barata: 12 conselhos a seguir


1. Utilize papel autocolante

Um rolo de papel de parede ou de papel autocolante, com a cor ou padrão que preferir, não é caro e pode dar um novo ar a armários, portas e gavetas. Use-o para forrar ou para tapar defeitos como, por exemplo, mobília riscada ou azulejos com quebras.

2. Guarde frascos e garrafas

frascos

Garrafas de vidro e frascos de compotas e outros alimentos podem ser novas jarras, podem ser usadas para guardar outros alimentos ou até para dispor as ervas aromáticas na sua cozinha.

Pode enchê-las de pequenas pedras ou contas e ter uma peça de decoração para qualquer divisão, ou comprar tecido para cobrir as tampas. Os custos são mínimos.

3. Aproveite as rolhas de cortiça

As rolhas das garrafas de vinho ou champanhe são um dos itens indispensáveis para uma decoração barata. Use-as para encher uma jarra ou um frasco grade. Uma atividade tão simples, mas que pode resultar num objeto diferente para decorar a cozinha, por exemplo.

4. Perca-se no Pinterest

O Pinterest é um mundo para os apaixonados da decoração. Sobretudo da decoração barata, porque não faltam ideias na onda do DIY (do it yourself). Pode organizar as ideias que encontra em diferentes pastas ou boards, para consultar quando quer realizar os projetos.

5. Use caixas e paletes como mobília

caixas

Caixotes e cestos são muitos versáteis e temos sempre a mais lá por casa. Empilhe-os para fazer estantes, fixe-os na parede como prateleiras, podem servir como mesa de centro (sem vidro ou com), ou até como mesinha de cabeceira.

O mesmo se pode dizer de paletes, que pode conseguir de forma barata ou até gratuita. Pode fazer uma cama, um sofá, uma mesa de centro para a sala, mesa para o jardim, etc.

6. Explore mercados de usados e antiguidades

Pode encontrar verdadeiros tesouros por muito pouco dinheiro. É preciso observar com atenção, verificar o estado da peça e até regatear. Mas vale a pena perder algum tempo nestes mercados.

7. Aposte em bons materiais de base

Apesar de conseguir poupar bastante na decoração, não deixe de apostar em bons materiais de base para fazer a renovação de qualquer peça. Desde bons vernizes, bons pincéis e tintas e primers de boa qualidade.

8. Refazer mobília antiga

Não deite fora a mobília antiga, mesmo que esteja com estragos ou danos visíveis. Com um pouco de criatividade, é sempre possível dar-lhe uma segunda vida. Recolha a mobília que familiares e amigos já não querem, para reutilizá-la.

9. Cor e mais cor

tintas

Não tenha medo de pintar as suas divisões de cores diferentes, de conjugar paredes com tons distintos, mas da mesma família etc. Esteja atento às promoções das lojas de bricolage para comprar a tinta e os materiais ainda mais baratos.

10. Tecidos

O mesmo se aplica ao reaproveitamento de roupas antigas que já não usa. Pode usar esse tecido para fazer uma nova capa de almofada, por exemplo, ou para forrar o assento de uma cadeira.

11. Molduras

As molduras são sempre uma opção simples que permitem uma decoração barata. Seja com fotografias da sua família, arte abstrata do seu filho, o seu poema preferido impresso ou com um dos muitos free printables que encontra online.

12. Garrafas

As garrafas são muito versáteis e tanto podem ser jarras, candelabros, candeeiros ou um doseador de sabonete líquido. Com ou sem flores, pintadas, atadas com fio, transparentes ou de cores diferentes, com coisas dentro como pedrinhas, flores secas, areia e búzios, enfim, puxe pela criatividade.

Veja também:

Júlia Rocha Júlia Rocha

Licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, sempre se deu bem com os livros, teclados de computador e canetas. A importância da palavra escrita num mundo tecnológico, aliada à história, ao cinema, literatura e televisão, são os seus maiores campos de interesse.