Publicidade:

Ensino público ou privado: qual a opção indicada para o seu filho?

Escolher entre o ensino público ou privado pode ser um desafio para os pais. Saiba, pois, que fatores ter em consideração para tomar a decisão certa.

Ensino público ou privado: qual a opção indicada para o seu filho?
Pondere a melhor solução

Tem de escolher entre o ensino público ou privado no que concerne os estudos do seu filho? Eis um desafio que pode impor-se como complicado de resolver, tendo em conta vários prós e contras subjacentes a cada um destes tipos de ensino. Desta forma, é necessário ponderar bem vários fatores, para que possa tomar a decisão mais acertada. Lembre-se de que o que está em causa é o futuro do seu filho. Logo, esta é uma decisão de extrema importância, que deve ser, por isso, refletida e ponderada com calma.

Entre outros fatores, deve considerar se:

  • é uma escola próxima do local onde vivem;
  • é segura;
  • tem uma cantina que oferece alimentação de qualidade;
  • tem bons professores;
  • oferece atividades extracurriculares interessantes;
  • não tem um número excessivo de alunos por turma;
  • disponibiliza um bom horário para os alunos;
  • tem boas infraestruturas, seja ensino público ou privado;
  • apresenta uma boa proposta educativa;
  • tem uma prática de sala de aula de qualidade.

Como escolher entre o ensino público ou privado?


ensino publico ou privado

1. Não se trata apenas de uma questão financeira

Ainda que possa pagar uma escola do ensino privado, isso não significa por si só que seja a opção certa. Há, na verdade, escolas públicas excelentes, que podem ser indicadas para o seu filho.

2. Privilegie os recursos humanos

Mais do que a estética e aparência de uma escola, os seus recursos humanos são uma parte verdadeiramente importante. De facto, bons professores e funcionários, e uma direção competente devem ter um peso elevado na sua decisão. O envolvimento dos professores na vivência escolar e no percurso individual dos seus alunos tem também de ser tido em consideração pelos pais.

3. Seja qual for a opção, esteja atento às reações do seu filho

Seja qual for a escolha que tenha feito para o seu filho, vá prestando atenção a indicadores da sua motivação ou falta da mesma, dos seus resultados e empenho. Não há decisões irreversíveis. Assim, vá avaliando se essa opção terá sido a melhor, tendo em conta o feedback que é dado de forma direta ou indireta pelo seu educando.

4. A segurança é também fundamental

Escolher um local onde o seu filho está seguro é um ponto crucial. Pode ouvir a opinião de outros pais que tenham os seus filhos no estabelecimento de ensino público ou privado onde pondera matricular o seu filho.

Tendo tudo isto em consideração, pense com tempo e tome a decisão que considerar a mais acertada em termos de ensino público ou privado, tendo em consideração os objetivos que tem em mente para o seu filho. Coloque prós e contras na balança e faça a escolha mais acertada.

Veja  também: