Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
29 Mar, 2018 - 09:19
ensino público ou privado

Ensino público ou privado: como saber qual a melhor opção

Catarina Milheiro

A escolha entre o ensino público ou privado pode ser um desafio para os pais. Saiba que fatores pode ter em consideração para tomar a decisão correta.

O artigo continua após o anúncio

Vai ter de decidir entre o ensino público ou privado no que concerne aos estudos dos seus filhos? Não sabe que fatores deve ter em consideração antes de tomar a sua decisão?

Eis um desafio que pode parecer bastante complicado de resolver, tendo em consideração os vários prós e contras subjacentes a cada um destes tipos de ensino. Para que consiga tomar a decisão certa, é necessário que pondere bem vários fatores – afinal, o que está em causa é o futuro do seu filho.

Independentemente de se tratar de um ensino público ou privado, existem alguns fatores que devem ser ponderados:

  • Se é uma escola próxima do local onde residem;
  • Se é segura;
  • A cantina oferece uma alimentação de qualidade?;
  • Se tens bons professores;
  • Oferta de atividades extracurriculares interessantes;
  • Disponibiliza um bom horário para os alunos;
  • Não tem um número excessivo de alunos por turma;
  • Seja ensino público ou privado, se tem boas infraestruturas;
  • Apresenta uma boa proposta educativa;
  • Se tem uma prática de sala de aula de qualidade.

COMO ESCOLHER ENTRE O ENSINO PÚBLICO OU PRIVADO

aula de arte

A escolha do melhor ensino para os seus filhos é sempre uma decisão complicada, seja ele o ensino público ou privado. A verdade é que esta é uma das preocupações e desafios que à medida que os seus filhos crescem, pode mesmo tornar-se mais difícil de resolver ao longo da educação dos seus filhos.

Quer o ensino público como o privado possuem vantagens e desvantagens e, como tal, o importante é mesmo saber analisar e avaliar todas as prioridades e necessidades do momento em questão.

Avalie as suas finanças pessoais

Na verdade, a escolha entre o ensino público ou privado não se trata apenas de uma questão financeira. Ainda que tenha capacidades para pagar uma escola privada, isso não significa por si só que essa deverá ser a opção certa.

Existem outros fatores que deve ter em consideração no momento em que tiver que tomar uma decisão para o futuro dos seus filhos.

É extremamente importante que avalie muito bem as suas necessidades (horários, localização da escola ou atividades extracurriculares, por exemplo), para que consiga perceber qual a opção mais indicada para o seu filho.

O artigo continua após o anúncio

Contudo, se os seus horários de trabalho forem complicados, se os seus filhos forem pequenos e tiver possibilidades financeiras, provavelmente a melhor aposta é colocá-los no ensino privado tendo em consideração que, normalmente, os horários são mais alargados e terá quem tome conta deles até mais tarde.

Peça a opinião de familiares, amigos e pesquise na internet

Se tem dúvidas entre o ensino público ou privado, nada como perguntar a um familiar ou a um amigo que já tenha passado por essa decisão, sobre a sua experiência.

Questione sobre o método de ensino, horários, sobre os recursos humanos da escola em questão e formule a sua própria opinião.

No caso de não conhecer ninguém com filhos que já tenha passado por essa situação, pode sempre optar por pesquisar na internet as diferentes escolas do ensino público ou privado nas quais está a pensar inscrever o seu filho.

Aponte num papel as suas necessidades e verifique qual das escolas lhe parece ser a mais adequada à sua rotina diária.

Visite as escolas

Uma boa forma para decidir entre o ensino público ou privado é mesmo o facto de as ir visitar. Muitas vezes criamos uma ideia totalmente errada nas nossas cabeças, quando na verdade as coisas não são bem assim.

Se tem dúvidas sobre em que tipo de instituição deve ou não colocar o seu filho, nada como ir fazer uma visita àquelas que lhe parecem convenientes e adequadas às suas necessidades.

Aproveite para conversar com alguns professores e até mesmo auxiliares e verá que conseguirá sair de lá com uma opinião formada.

O artigo continua após o anúncio

Seja qual for a sua intuição, esteja atento às reações do seu filho

Se se sente mais inclinado para escolher o ensino público, por exemplo, para o seu filho, é necessário que esteja atento para algumas reações que ele possa vir a ter.

A escolha entre o ensino público ou privado e até mesmo da própria instituição de ensino, nunca é fácil. Mas a partir do momento em que inscrever o seu filho numa escola, certifique-se que o acompanha atentamente para que nada de errado aconteça.

Muitas vezes as crianças não se adaptam ou vivem experiências menos boas nas instituições de ensino, sejam elas públicas ou privadas. E por isso mesmo, é essencial que fique alerto para as reações do seu filho.

Verifique se a escola é segura

Escolher um local onde o seu filho está seguro é um ponto crucial. Pode ouvir a opinião de outros pais que tenham os seus filhos no estabelecimento de ensino público ou privado onde pondera matricular o seu filho.

Certifique-se de que o seu filho se sentirá seguro no local onde irá passar a maior parte do tempo do seu dia.

Qualidade de ensino dos professores

A qualidade de ensino dos professores também é um fator que deve tem em consideração no momento de ponderação da melhor instituição para o seu filho.

Seja ele ensino público ou privado, é extremamente importante que, como pai, esteja devidamente informado sobre o método de ensino utilizado na escola em questão. Para além disso, esteja atento também para as infraestruturas do estabelecimento.

VANTAGENS E DESVANTAGENS DO ENSINO PÚBLICO E PRIVADO

professora com alunos

Vantagens e desvantagens do ensino público

O ensino público tem as suas vantagens e desvantagens associadas – trata-se de um ensino que é destinado a qualquer tipo de criança ou jovem sem que interesse a sua classe social. Ou seja, qualquer criança de qualquer estatuto social pode frequentar uma escola pública.

O artigo continua após o anúncio

Podemos olhar para esta questão como um ponto positivo ou como um ponto negativo. Isto é, tendo por base que qualquer criança poderá frequentar uma escola pública é perfeitamente normal que o seu filho conheça pessoas de diferentes classes sociais – o que pode ser até bastante favorável.

Se o seu filho tiver alguns valores incutidos pela família e souber muito bem aquilo que pretende para si mesmo, saberá com quem se deverá relacionar e o facto de frequentar uma escola pública não irá ser um fator relevante para definir a pessoa em que ele se irá tornar no futuro.

É importante que a população compreenda que as escolas públicas são tão boas ou melhores do que as privadas em termos de ensino – basta que faça uma pesquisa para que perceba se a instituição de ensino público está numa boa posição no ranking das melhores escolas.

Além disto, uma vantagem que está também associada ao ensino público é o facto de ser gratuito.

Vantagens e desvantagens do ensino privado

Em relação às vantagens e desvantagens do ensino privado, a verdade é que a população em geral mantém um estigma por este tipo de ensino.

O ensino privado é, na maioria dos casos, detentor de um excelente grupo de docentes capacitados para prepararem os melhores alunos. O que faz com que os pais se interessem e coloquem em cima da mesa o facto de inscreverem ou não os seus filhos no ensino privado.

Trata-se de um ensino ligeiramente mais focado em cada um dos alunos, isto é, onde existe um acompanhamento mais próximo entre o aluno e o professor. Por isso mesmo, esta pode ser uma boa opção se quiser que o seu filho se sinta totalmente acompanhado nos estudos.

Além disso, as instituições de ensino privado são detentoras de uma variedade de atividades extracurriculares (em geral) e, esta pode ser mais uma das suas vantagens.

Em relação às desvantagens deste tipo de ensino, pode-se referir o facto de se tratarem de instituições privadas e que, por isso mesmo, exigem o pagamento de uma mensalidade – um aspeto que não está ainda ao alcance de qualquer indivíduo da sociedade e que, por isso, não é acessível a todos.

Veja também