Publicidade:

Escolas verdes: em busca da sustentabilidade ambiental

As escolas verdes são reflexo de uma vontade de contribuição para um ambiente mais sustentável. Conheça os princípios orientadores destas escolas.

Escolas verdes: em busca da sustentabilidade ambiental
Saiba o que são escolas verdes e o seu impacto no mundo

Nos dias que correm, as escolas verdes são um movimento fundamental que visa alcançar um ambiente mais sustentável para todos. Nasce no seio de vários movimentos que visam propor novos modelos educacionais, entendendo o aluno como sujeito particular e autónomo, detentor de um percurso individual. Neste contexto, pretende-se que a educação seja transformadora, formando seres humanos com mais valores, colocando a sua sapiência ao serviço da comunidade.

As escolas verdes procuram isso mesmo: menos individualismo e um pensamento a pensar no bem comum, abrindo uma porta para uma reflexão conjunta, baseada no espírito crítico e na autonomia de pensamento.

Escolas verdes no mundo

escolas-verdes

1. A grande referência mundial

A grande referência no mundo é a “Green School”, em Bali, na Indonésia, fundada em 2006, e tendo como designer John Hard. Esta instituição disponibiliza uma educação natural e centrada nos alunos, com um currículo que combina a teoria e a prática, tendo alunos vindos de todos os lados do planeta, na esperança de que aprenderão a defender a sustentabilidade do meio ambiente e, por conseguinte, do planeta Terra.

Esta escola nada tem de tradicional. A sua estrutura física é um dos grandes modelos de arquitetura sustentável do planeta. Na verdade a escola é toda construída em bambu, e 80% da energia elétrica consumida é adquirida por meio de painéis solares. É uma escola inspiradora, que se demarca das limitações das escolas com modelo tradicional.

2. Escolas verdes noutros países

Nos Estados Unidos da América, já existem 118 escolas com este modelo de aprendizagem. O programa “Escolas Verdes” nasceu em 2007, em Mansfield, com o objetivo de levar a sustentabilidade para dentro das escolas, convidando à reflexão e mudando a conduta de alunos e famílias.

No Brasil, as escolas verdes estão ainda a nascer, tendo o seu início com a criação do Colégio Estadual Erich Walter Heine, na zona oeste do Rio de Janeiro, fruto de uma parceria público-privada. Esta escola foi construída com painéis solares, iluminação natural, ecotelhado, reaproveitamento da água da chuva, e zona para se fazer reciclagem. Foi a primeira escola da América do Sul a ganhar o selo Leed School, garantindo-lhe o título internacional de escola sustentável.

Em Portugal, podemos destacar a “Escola Casa da Floresta”, em Lisboa, com um modelo de respeito pela Natureza e de vivência de valores protetores do ambiente juntamente com as crianças, com os colaboradores, as famílias e toda a comunidade, incluindo a defesa da alimentação vegetariana biodinâmica e inúmeras atitudes amigas do ambiente, como separação de lixo, utilização de lâmpadas economizadoras, uso de materiais recicláveis, reciclados, orgânicos e não tóxicos, entre muitas outras.

Este modelo está ainda em crescimento no mundo mas o número dos seus seguidores tem aumentado. A sua filosofia é, acima de tudo, a proteção ambiental e a sustentabilidade do planeta.

Veja também:

Catarina Mesquita Catarina Mesquita

Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses e Ingleses, Pós-Graduada em Linguística Portuguesa e Mestre em Estudos Portugueses Multidisciplinares, possui experiência de mais de quinze anos ao serviço da educação, da tradução e da escrita.

Saiba tudo sobre emprego