Publicidade:

Namorar colega de trabalho: 9 pontos a ter em conta

Namorar um colega de trabalho é uma situação mais comum do que pensa. Não comprometa a carreira e reputação profissional.

Namorar colega de trabalho: 9 pontos a ter em conta
O amor acontece e é preciso lidar com isso

Já deve ter ouvido ou até ter dado este conselho: nunca namorar um colega de trabalho. Mas “o coração tem razões que a própria razão desconhece” e o amor pode acontecer no local de trabalho. Quando isto acontece, é importante que saiba lidar com esta relação com classe e sem comprometer a sua carreira ou o amor da sua vida.

Embora muitos possam ter como regra nunca envolver-se com alguém do emprego, os romances no local de trabalho são mais comuns do que poderíamos imaginar. Isto acontece porque passamos a maior parte do dia no trabalho e é natural que acabem por surgir afinidades entre colegas. Estes relacionamentos ocorrem de uma forma mais orgânica, ou seja, ocorrem muito mais facilmente do que em saídas entre pessoas desconhecidas ou entre pessoas que não convivem diariamente.

Se, por um lado, é fácil apaixonar-se por alguém do emprego, por outro lado, namorar com um colega de trabalho é muito mais complicado do que qualquer outro relacionamento. A vida pessoal corre sérios riscos de ficar exposta aos outros colegas e há também uma grande possibilidade de deixar de existir a separação entre trabalho e romance. Por isso, reunimos alguns aspetos que deverá ter em conta antes de avançar para um relacionamento com um colega do seu emprego.

Namorar colega de trabalho: 9 pontos a considerar antes


 namorar colega de trabalho

1. Pense duas vezes

É normal sentir ansiedade só de pensar em aceitar um convite para sair, quanto mais pensar em namorar um colega de trabalho. Um romance no escritório pode ter impacto na sua reputação e até na progressão da sua carreira. O ideal é pensar mesmo duas vezes, ter a certeza que vale a pena arriscar que possam pôr em causa a sua reputação e mérito profissional.

Se a pessoa do seu interesse trabalha noutra área ou noutro departamento, a relação terá menos risco. Mas se for uma chefia direta ou um colega que trabalhe diretamente consigo, a coisa pode complicar. Não é que não o possa fazer, no entanto, se avançar, faça-o com cautela.

2. Evite envolver-se com a chefia

Esta é mesmo importante: namorar um colega de trabalho com a mesma posição na empresa ou um chefe ou colega com uma posição mais elevada? Se as coisas correrem mal, a situação poderá revelar-se complicada para si profissionalmente. Pode misteriosamente ser preterido nos trabalhos mais desafiantes, progressão na carreira ou aumento de salário.

3. Tenha a certeza

Tenha a certeza que é isso que quer. É importante que reflita sobre os seus sentimentos. Se as coisas não correrem bem, terá que ver essa pessoa todos os dias e não haverá forma de escapar dela. Vale a pena correr este risco?

4. Assuma a relação

Se a relação se tornou séria, não é preciso anunciar à empresa toda, mas esconder também não é uma boa opção. Provavelmente, para manter segredo, vai ser “obrigado” a contar algumas mentiras e ser apanhado em mentiras nunca é bom. O ideal é pensarem os dois num plano de forma a que as chefias e colegas saibam pelo casal e não por alguém que os possa ter visto juntos fora do trabalho.

5. Agir como um casal

Depois de se assumirem aos colegas mais próximos e chefias, é preciso que decidam como acabar com os boatos dos restantes colegas da empresa. Talvez seja uma boa ideia falar sobre o assunto num encontro social da empresa ou durante as pausas para almoço ou café. Nunca publique nada sobre o seu relacionamento nas redes sociais para resolver a situação.

6. Mantenha-se discreto

Agora que o segredo foi revelado, é normal que seus colegas façam perguntas sobre o assunto: estarem curiosos para saber como é que as coisas aconteceram e quando é que decidiu tornar a relação oficial. Não se sinta obrigado a expor a sua vida pessoal, a relação foi assumida para acabar com os boatos e não para contar pormenores sobre o relacionamento.

7. O que é de casa, fica em casa

As discussões acontecem, é normal. O complicado aqui é que a discussão de casa foi com alguém que também trabalha consigo diariamente. Evite a todo os custo as discussões que possam surgir durante o dia. Não entre em confrontos no trabalho por causa da discussão que tiveram em casa.

8. Defina limites

Vai trabalhar com a pessoa que ama e, por isso, é importante definir limites quanto à interação física. Por mais tentador que seja, evite os beijos e abraços porque, mesmos que sejam rápidos e discretos, alguém poderá ver e esse comportamento não é de todo profissional. Mantenha a sua relação fora do escritório. Estabeleça limites e respeite seu local de trabalho para que ninguém, incluindo o seu chefe, os possa acusar de falta de profissionalismo.

9. Considere mudar de departamento ou até de empresa

Dependendo da sua função atual e da posição do seu agora parceiro, conversem abertamente sobre a possibilidade de mudar de área de trabalho ou até de empresa. Esta mudança poderá não apenas melhorar e facilitar o relacionamento, como também tornará mais fácil a vida na empresa. Por exemplo, se algum dos dois for o chefe do outros, a avaliação de desempenho poderá ser complicada de fazer porque haverá sempre desconfiança por parte dos outros colegas.

Veja também: