ebook
GUIA DO IRS
Patrocinado por Reorganiza
Marta Maia
Marta Maia
20 Abr, 2022 - 10:34

Atendimento por videoconferência na Segurança Social: como fazer?

Marta Maia

Saiba como marcar o atendimento por videoconferência na Segurança Social e evitar deslocar-se aos balcões de atendimento.

Atendimento por videoconferência na Segurança Social

Se deslocar-se aos serviços de atendimento do Estado já era logisticamente exigente antes da pandemia, depois dela tudo se complicou um pouco mais. Entre confinamentos, cuidados de higiene extremados e filas que, idealmente, nem deviam existir, alguns departamentos públicos desdobraram-se em esforços para facilitar o atendimento à distância.

Um exemplo foi a Segurança Social, que passou a oferecer atendimento virtual. Qualquer cidadão pode, agora, marcar um atendimento por videoconferência na Segurança Social e esclarecer todas as questões sem precisar de se deslocar a um balcão de atendimento físico.

O que é o atendimento por videoconferência na Segurança Social?

O serviço de atendimento por videoconferência na Segurança Social é um atendimento à distância, feito pelo computador ou pelo telemóvel. Ao fazê-lo, fala com um funcionário da Segurança Social, ouve-lhe a voz e vê-lhe o rosto. Sendo um formato totalmente virtual, é, ainda assim, um modelo mais humanizado do que o tradicional atendimento por telefone.

Como marcar o atendimento?

Portal SIGA

A marcação de uma hora para ser atendido por videoconferência deve ser feita no Portal SIGÄ ou na app com o mesmo nome:

  1. Entre no portal SIGÄ e, no topo, selecione a opção “marcar atendimento”;
  2. Da lista de serviços públicos apresentada, escolha a Segurança Social. Será encaminhado para a página de autenticação, onde deve usar as credenciais de acesso da Segurança Social Direta;
  3. Escolha o tema, o subtema e o motivo de contacto. Note que cada lista só ficará disponível depois de preencher a anterior (ou seja, só pode escolher o motivo depois de selecionar o tema e o subtema);
  4. Escolha, como tipo de atendimento, a opção “vídeo”. Clique em “próximo”;
  5. Selecione a data a partir da qual quer ser atendido e clique em “pesquisar”. Encontrando um slot que lhe sirva, selecione o botão “marcar” desse slot e confirme os seus dados de contacto;
  6. Confirme que recebeu, na sua caixa de e-mail, o link de acesso à sessão de atendimento, acompanhado de um código de validação e um link para cancelamento.

Como entrar na sessão de atendimento por videoconferência na Segurança Social?

Para as sessões de atendimento virtual, a Segurança Social usa a plataforma Teams. Assim, se pretender usar o telemóvel para ser atendido, deve instalar primeiro a app Teams. Se usar o computador, basta ter um navegador (idealmente o Chrome), microfone e colunas.

Quando recebe o e-mail com os dados de acesso, estes não dão para usar – a sessão só fica disponível 30 minutos antes da hora marcada. Chegado o momento, clique no link de acesso à chamada e, uma vez lá dentro, insira o código de confirmação. Será avisado quando, do outro lado, o funcionário da Segurança Social ativar a sessão.

Se não puder participar no atendimento

Consciente de que os planos por vezes mudam, o Estado permite-lhe cancelar um atendimento por videoconferência na Segurança Social. Basta usar o link de cancelamento que está no e-mail inicial e a sessão fica sem efeito. Pode, depois, marcar novamente, seguindo os passos normais.

De que equipamento preciso para ser atendido por videoconferência?

Há duas coisas que tem de garantir ainda antes de fazer a marcação: precisa de um acesso à Segurança Social Direta (porque vai usá-lo no portal SIGÄ) e precisa de uma conta de e-mail para receber o link de acesso ao atendimento.

Garantidas estas duas coisas, vai precisar de equipamento para fazer a chamada. Se quiser usar o telemóvel, vai precisar de instalar a app Teams e de se registar nela. Também convém garantir que, no momento da chamada, está ligado à internet por Wi-Fi, já que as ligações de dados podem ter um custo adicional.

Se preferir usar o computador, o ideal é que use o navegador Chrome. Também tem de garantir que as colunas, a câmara e o microfone estão todos funcionais.

Quem está do outro lado neste atendimento por videoconferência na Segurança Social?

Do outro lado da chamada vai estar sempre um colaborador da Segurança Social – uma pessoa com competências e conhecimentos semelhantes ao de qualquer outro funcionário que o atende num balcão físico.

Pode usar a chamada para esclarecer dúvidas, pedir informações, pedir ajuda com processos e até avançar com a resolução de assuntos pendentes. No fundo, pode fazer tudo o que faria ao balcão – mas sem as filas de espera e sem a deslocação.

Assim, se tiver necessidade de resolver assuntos, vale a pena ter por perto a documentação relacionada, porque é possível que lha peçam – tal como fariam no atendimento regular.

Quanto tempo dura a chamada do atendimento por videoconferência na Segurança Social?

O tempo da chamada vai depender do número de assuntos que tem para resolver (e que preenche durante a marcação). Além disso, há assuntos mais complexos do que outros, pelo que não existe um limite máximo para a duração de cada chamada. Importa é que resolva tudo com calma e só aceite terminar o atendimento quando sentir que todas as suas dúvidas estão esclarecidas.

Veja também