David Afonso
David Afonso
26 Ago, 2019 - 19:00
Encontrou o seu carro danificado no estacionamento? Saiba o que fazer.

Encontrou o seu carro danificado no estacionamento? Saiba o que fazer.

David Afonso

Encontrou o seu carro danificado no estacionamento e não sabe o que fazer ou quem contactar? Saiba neste artigo como resolver a situação!

O artigo continua após o anúncio

Encontrar o carro danificado no estacionamento nunca é uma situação fácil de encarar. Ainda para mais, quando não existem culpados ou notas de culpa com informações para contactar. É sem dúvida uma situação de levar as mãos à cabeça. Já imaginou, como pode pôr fim a uma tarde de diversão, a uma noite memorável ou a um dia em família? Até mesmo assumindo que sejam poucos os danos, nunca é uma situação agradável.

Com efeito, mesmo que por vezes nos limitemos a ir embora chateados e convencidos que temos de pagar o arranjo do veículo, existem sempre medidas que podemos tomar se encontrarmos o carro danificado no estacionamento.

Em primeiro lugar, é tirar fotografias dos danos para “provar” o estado do veículo, enquanto isso contactar as autoridades e aguardar a sua chegada, para explicar o que aconteceu. Posto isto, procurar reunir todas a informações possíveis e compilar tudo num documento para enviar mais tarde à seguradora.

Assim, e para que não exista qualquer falha na informação, vamos apresentar agora todo este processo passo a passo e de forma detalhada.

Carro danificado no estacionamento: Passos a tomar

parque de estacionamento

1 . Não mover o carro

Acreditamos que o primeiro instinto, após encontrar este tipo de situação seja abandonar o local o mais depressa possível e encontrar solução para os danos. Contudo, controle as emoções e permaneça com o veículo no parque de estacionamento. Analise os danos, faça a recolha fotográfica e contacte as autoridades competentes. Reforçamos, este primeiro passo é de extrema importância.

2. Faça o registo fotográfico e aponte todos os danos causados

Enquanto espera pelas autoridades competentes, tire fotografias aos danos causados e escreva, com o máximo detalhe possível, sobre o que aconteceu. Aponte as horas, os carros que estavam à volta do seu, algum comportamento estranho, etc. Lembre-se que em situações como estas, ter informações é mesmo poder.

tirar fotos aos danos do carro

3. Procure ajuda “externa”

Saiba que se encontrar o carro danificado no estacionamento toda a ajuda que for possível encontrar é sempre bem-vinda. Se se apercebeu que pode haver testemunhas, peça-lhes os seus dados, de modo a obter um depoimento e perceber se é uma ajuda válida.

Outra das ajudas externas que pode procurar, é verificar a existência de câmaras. Mesmo que as imagens registadas valham “como prova dos factos ou coisas reproduzidas se não forem ilícitas, nos termos da lei penal” (Artigo 167.º do Código de Processo Penal), podem conter imagens que ajudem a perceber como tudo aconteceu e até encontrar as testemunhas que em cima referimos.

O artigo continua após o anúncio

Para ter acesso a estas imagens, contacte os responsáveis pelo parque e perceba se estes acedem ao seu pedido. Por vezes, pode encontrar parques de estacionamento com o seu sistema de videovigilância não certificado.

4. Contacto com a entidade gestora do parque

Encontrou o carro danificado, registou os danos, procurou testemunhas e mesmo assim quer mais informações que o possam ajudar, contacte os responsáveis do parque. E porquê? Porque para além do contacto que deve estabelecer com as autoridades, deve também entrar em contacto com os responsáveis do estacionamento. Faça isso enquanto aguarda pela chegada das autoridades.

Vamos supor que encontrou o carro danificado no estacionamento de um centro comercial. Saiba que está protegido pelo Código de Defesa do Consumidor. Isto aplica-se tanto a parques pagos como gratuitos. Ao entrar em contacto com as entidades responsáveis, também fica a saber se têm algum tipo de seguro para estas situações. Para mais informações poderá sempre contactar a DECO.

Caso para dizer, não deite fora o bilhete do parque! Além disso, as fotos que tirou e os dados que recolheu, podem ser utilizados como prova dos acontecimentos.

5. Acionar o seguro

Chegada as autoridades e entregue toda a informação que dispõe, acione o seu seguro automóvel junto da sua seguradora. Não se esqueça, não tem de pagar tudo! Se existir política da entidade gestora do parque que cubra os danos, reivindique-os. Caso a entidade se recuse a ajudar, lembre-se do Código de Defesa do Consumidor que referimos em cima!

Caso não consiga uma solução positiva, possui ainda a opção de contactar um Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo.

Em suma, lide com atos de vandalismo e até danos acidentais e inofensivos, de forma inteligente. Pratique um estacionamento “responsável”, para si e para os restantes utilizadores. Mantenha o espaço de estacionamento o mais adequado, sempre que possível. Escolha estacionar em locais iluminados e movimentados, deste modo também evita outro tipo de danos ao veículo.

Por isso, seja também prudente se encontrar o seu carro danificado no estacionamento. Agora, já sabe o que fazer!

O artigo continua após o anúncio
Veja também