Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Inês Silva
Inês Silva
05 Nov, 2018 - 16:08

Carta de agradecimento: como fazer?

Inês Silva

A entrevista de emprego correu bem, mas sabe como destacar-se ainda mais pela positiva? Envie uma carta de agradecimento aos recrutadores.

Carta de agradecimento: como fazer?

Costuma enviar uma carta de agradecimento? Foi chamado para a entrevista e parece-lhe que correu tudo bem. Assim sendo, fica apenas a faltar a resposta dos recrutadores. É natural que fique ansioso por recebê-la, claro. No entanto, é importante perceber que o processo de contratação pode levar algum tempo e a resposta pode não ser tão imediata como deseja.

Por isso, pode, ainda antes de sair da entrevista, questionar o seu entrevistador acerca da possibilidade de o contactar dentro de alguns dias para tentar obter notícias. Se o feedback for positivo, tem aí uma boa possibilidade de encurtar o seu tempo de espera através do envio de uma carta de agradecimento.

Uma carta de agradecimento pode ser uma simples nota ou email a agradecer ao recrutador pela oportunidade de entrevista. Este gesto pode ser essencial para que se destaque e pode, também, ser uma forma de garantir que obtém uma resposta rápida da parte da empresa.

Ter sido selecionado para uma entrevista de emprego é já uma boa notícia, o seu currículo foi escolhido entre dezenas ou centenas de candidaturas, ou seja, a pior parte já passou. Naturalmente, saber isto não o faz sentir menos ansioso por uma resposta. No processo de follow-up de uma candidatura, a carta de agradecimento pode ser um bom aliado. Mas, para que corra tudo bem, é importante que tenha em consideração alguns pormenores e não deite tudo a perder, principalmente no caso da sua entrevista ter corrido muito bem.

Continue a ler, siga as nossas dicas e aproveite mais uma oportunidade para se destacar ainda mais pela positiva aos olhos do seu potencial empregador.

Carta de agradecimento: sim ou não?

Não é obrigatório que o faça, mas com toda a certeza que o recrutador vai ficar agradado com o gesto e com o interesse demonstrado na vaga à qual se candidatou. A carta de agradecimento deve ser enviada dois dias após a entrevista, nem mais cedo e nem mais tarde.

Se não quer enviar nenhuma nota de agradecimento, siga a intuição e não envie – porque se a carta for feita sem cuidado e enviada só “por enviar”, o entrevistador vai perceber e, muito provavelmente, não irá beneficiar em nada. Não o faça se não se sentir à vontade.

No entanto, há um aspeto importante a considerar quanto ao envio desta missiva: se um empregador tiver outros candidatos igualmente qualificados, enviar esta carta vai diferenciá-lo dos restantes. Vai mostrar que é educado e que está realmente interessado no cargo.

Cuidados a ter na redação da carta de agradecimento

Saiba como fazer o follow-up de uma candidatura de emprego

O que deve fazer

  • Ser profissional e formal ao longo do texto
  • Reafirmar o seu interesse na vaga
  • Enumerar, de forma clara e concreta, de que forma as suas capacidades podem beneficiar a organização
  • Agradecer o tempo dedicado durante a entrevista ao entrevistador
  • Esclarecer dúvidas que tenham surgido após a entrevista
  • Debruçar-se sobre alguma questão que tenha sido referida na entrevista e sobre a qual ache pertinente falar
  • Mostrar interesse pelo trabalho e sobre a empresa, bem como sobre a possibilidade de vir a ser contratado

O que não deve fazer

  • Pressionar o entrevistador
  • Redigir com erros ortográficos
  • Enviar a carta de agradecimento uma semana ou um mês após a entrevista
  • Ser demasiado genérico
  • Mostrar confiança em excesso
  • Alongar-se demasiado no texto
  • No caso de ser entrevistado por várias pessoas, não enviar a mesma carta a todos

Carta de agradecimento passo-a-passo

1. Envie logo nas primeiras 48 horas após a entrevista – é importante deixar a sua marca bem presente na memória do seu recrutador.

2. Seja breve e direto – limite o seu agradecimento ao essencial e reforce os pontos mais importantes da sua entrevista de forma a revelar que ouviu com atenção o seu recrutador.

3. Escreva a sua carta em três parágrafos, divididos da seguinte forma:

  1. agradeça a oportunidade de ser entrevistado e de conhecer melhor a empresa, por exemplo;
  2. reforce os motivos que fazem de si o candidato ideal para a posição a que se está a candidatar;
  3. reitere o seu interesse na vaga de emprego e na empresa em questão.

4. Atenção aos erros gramaticais ou ortográficos – veja, reveja, use o corretor ortográfico e peça para alguém voltar a rever. Bastam pequenos erros para que o seu recrutador crie uma imagem negativa de si.

Aspetos essenciais a não esquecer

Quando bem utilizada, a carta de agradecimento pode ser mais um ponto a seu favor. Por isso, não se esqueça, esta nota deve ser enviada na sequência de uma entrevista de emprego porque ajuda o recrutador a recordar-se de si e vai permitir também a si enumerar aspetos que se esqueceu de referir na entrevista de emprego.

Faça por enviar esta carta até dois dias depois da entrevista, endereçando-a à pessoa que o entrevistou. Não questione o entrevistador acerca do processo de selecção, limite-se a agradecer a oportunidade de conhecer mais de perto a organização e o tempo que lhe foi concedido. Seja breve e objetivo na sua missiva.

Veja também: