Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
06 Jan, 2020 - 15:11
cascatas de portugal

As mais incríveis cascatas de Portugal: 8 locais que deve visitar

Mónica Carvalho

Um país cheio de encantos naturais e de belezas dignas de fotografias que deve guardar para sempre. Conheça 8 cascatas de Portugal imperdíveis.

O artigo continua após o anúncio

Enquanto país costeiro, Portugal é muito conhecido pelas suas praias, mas o charme do país vai muito mais além. De norte a sul, no continente e nas ilhas, não faltam opções para descobrir outras regiões incríveis, como as cascatas de Portugal, que são verdadeiramente surpreendentes.

As cascatas são um incrível fenómeno da Natureza e que enriquecem a paisagem que nos rodeia. Conferem locais de deslumbramento e contemplação pela beleza que ostentam, mas também pela possibilidade de proporcionar momentos de diversão em família ou com amigos, seja um piquenique, seja um refrescante mergulho nos dias quente de verão.

As 8 cascatas mais bonitas de Portugal

Aproveite o início do ano para começar a planear as próximas viagens e claro que isso implica planear viagens também cá dentro. Afinal, Portugal é um destino tão apetecido quanto apreciado e deve mesmo aproveitar as maravilhas que existem tão perto.

Viaje connosco hoje e descubra as 8 cascatas de Portugal que deve conhecer.

Cascata da Faia d’Água Alta – Mogadouro

A Cascata da Faia d’Água Alta localiza-se na freguesia da Bemposta, em Lamoso, e é um dos pontos mais atrativos de Bragança.

As suas águas são provenientes da Ribeira de Lamoso e registam uma queda de 35 metros, ao longo de 10 metros de largura, e correm por entre rochas e uma densa floresta marcada pela presença de amieiros, salgueiros e freixos.

O destino? A serenidade das águas do Douro e as suas cores acastanhadas e esverdeados, que resultam numa paisagem única, plena em tranquilidade. Uma das mais fantásticas cascatas de Portugal.

Cascata da Cabreia – Sever do Vouga

A freguesia de Silva Escura é famosa pelos inúmeros cursos de água e é por lá que se encontra mais uma das mais bonitas cascatas de Portugal, a Cascata da Cabreia, que simboliza a natureza no seu expoente máximo de beleza e magnitude.

O artigo continua após o anúncio

As águas do Rio Mau ganham velocidade e força por entre terrenos irregulares e fortes torrentes de água e uma vida vegetal até caírem vertiginosamente por uma encosta rochosa.

Por estes motivos, a zona foi sujeita a um projeto de recuperação, com o objetivo de acalmar a paisagem circundante para que os visitantes se sintam mais à vontade para visitar a região e com melhores condições.

Entre essas alterações contam-se uma ordenação da vegetação densa e a colocação de mesas e bancos de apoio.

Cascata Tahiti – Gerês

Cascatas do Tahiti é o nome popular, porque o nome real é Fecha das Barjas. Entre confusões de nome à parte, há algo inquestionável: todos consideram este local como um dos locais mais bonitos do Gerês em particular e do país. Aliás, o Gerês com algumas das mais belas cascatas de Portugal.

Se optar por visitar estas cascatas na época alta – ou seja, durante o final da primavera e no verão – prepare-se para alguma confusão, dado que é um local muito procurado até pelos estrangeiros.

Fragas de São Simão – Leiria

As águas cristalinas das Fragas de São Simão correm sobre um desfiladeiro imponente que obriga a parar uns minutos para a simples contemplação.

A jusante, poderá testemunhar que a água forma uma grande piscina verde com pedras que parecem saltar, como se elas próprias rejubilassem com tal cenário.

Queda do Vigário – Algarve

A Queda do Vigário é uma daquelas incríveis cascatas de Portugal escondida no interior do Algarve – esse Algarve menos falado, menos procurado, mais igualmente com tanto para oferecer…

O artigo continua após o anúncio

Local de águas frias e profundas, margens floridas e uma caverna escondida, onde as estalactites pingam como se fossem velas acesas numa capela há muito esquecida.

Possui uma queda vertical de 24 metros entre falésias de terra vermelha e o seu topo é um excelente local para observar o Algarve profundo, mas também para receber família, mesmo com crianças pequenas, dado que no fundo da queda de água existe uma espécie de piscina natural, rodeada de um cenário idílico de figueiras, alfarrobeiras e oliveiras e flores silvestres.

Cascata do Véu da Noiva – Funchal, Madeira

A Cascata do Véu da Noiva é um ponto inacessível na ilha do Funchal e tem este nome precisamente pela sua elevada altura, imponência e quantidade de água que jorra pela encosta abaixo e que lembra, efetivamente, o véu da noiva.

Pode ser observada no Miradouro do Véu da Noiva, um local perfeito também para aproveitar as fantásticas vistas para o Oceano Atlântico e as encostas da costa norte da Madeira.

Cascata da Garganta Funda – Funchal, Madeira

A Cascata da Garganta Funda é uma das quedas de água mais altas da Madeira, localizada no lado oeste da região da Calheta, mais propriamente em Pedregal, Ponta de Pargo.

É uma cascata com 140 metros de altura que possibilita a observação tranquila da zona envolvente, seja a serena aldeia ou as terras agrícolas.

Aconselha-se alguma cautela, dado que o caminho é um pouco escorregadio e não existem barreiras de segurança, exceto um miradouro protegido para ver a cascata.

Cascata na Ribeira dos Caldeirões – São Miguel, Açores

Existem várias quedas de água agradáveis no Parque Natural da Ribeira dos Caldeirões, perto de Achada, na Ilha de São Miguel.

O artigo continua após o anúncio

Na região existe um jardim botânico e moinhos onde a água é sempre a principal atração – e o melhor de tudo é que o acesso é totalmente gratuito.

Veja também