Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Márcio Matos
Márcio Matos
12 Nov, 2019 - 16:42

Combarro: a vila dos espigueiros que guarda o espírito Galiza

Márcio Matos

Combarro, terra de pescadores e de espigueiros, é um dos segredos da Galiza. Uma viagem obrigatória, com bruxas, tapas e mexilhões.

Vila de Combarro na Galiza

Há quem veja a Galiza como o prolongamento natural do Norte de Portugal. E por esta ordem de ideias, a vila de Combarro é o prolongamento perfeito do espírito galego.

Localizada a apenas seis quilómetros da cidade de Pontevedra, no município de Poio, a vila piscatória encarna aquilo de melhor que a Galiza tem, com pequenos recantos cheios de história.

combarro, terra de pesca e tradição

Espigueiro em Combarro na Galiza

O centro histórico de Combarro foi declarado um bem de Interesse Cultural, como um Conjunto e Sítio Histórico, e é um exemplo representativo de três elementos da arquitetura tradicional da Galiza: os celeiros, os cruzeiros e as casas de pesca.

Os cruzeiros geralmente estão situados nos cruzamentos das ruas ou nas praças, e apresentam uma particularidade: a figura da Virgem, geralmente de frente para o mar, enquanto que a figura de Cristo está virada para o interior.

As pitorescas casas piscatórias, têm estreitos pórticos e varandas em pedra ou madeira, com muitos motivos relacionados com a pesca espalhados um pouco por todo o lado.

Já os famosos Horréos (espigueiros) dão um encanto especial à povoação, que tem menos de 2000 habitantes, sendo que muitas destas construções são já seculares.

O que ver e visitar

É uma visita perdida ir a Combarro e não fazer uns passeios de barco nas rias. Trata-se de uma experiência incrível e que permite ver mais de perto uma das principais actividades económicas da região.

Passear pelas ruas estreitas é bastante sedutor, é como uma viagem no tempo. Lojas de recordações (com toda uma parafernália de recuerdos) misturam-se com bares e restaurantes onde é possível comer os fantásticos mexilhões da ria, assim como uma infindável lista de tapas.

Um dos souvenirs mais procurados nesta região são as chamadas bruxas da sorte (ou as Meigas, como são chamadas pelos locais).

O porto da vila, já meio misturado com a marina, merece uma visita, pois esta é uma vila de pescadores e o melhor local para conhecer a alma desta zona é no seu porto.

A Igreja de San Roque é outra referência para quem visita a zona. Enquadra-se perfeitamente no conjunto histórico das região, que é tão peculiar e pitoresco. A Plaza da Fonte também atrai os olhares de quem visita esta vila da Galiza.

Ruas de Combarro

Onde dormir

Para dormir na vila, pode optar pelos diferentes espaços disponibilizados no local ou optar por escolher hotéis próximos, mas fora da vila.

  • Apartamentos: Apartamento Piso En Combarro 1º Linea de Costa  (Avenida Francisco Regalado); Combarro Hills (24 Camiño Real Portal B, Atico 6 B,); Casa Noelmar (Rua da Laxe, 8);
  • Casas de Férias: Casa Cordieira (Plaza de San Roque N 63); Casa A Boleriña (Praza Fonte); Casa Do Pazo (A Rúa 18);
  • Hotéis: Hotel Combarro * (Avenida de la Pinela S/N, 36995 Combarro); Hotel Xeito * (Avenida de La Cruz, 35).
  • Fora da vila: Hotel Royal Nayef **** (Calle Canelas 4, 36970 Portonovo); Hotel Boutique Aquaria Caneliñas *** (Avenida de Pontevedra, 40, 36970 Portonovo).

Onde comer

O Rincon do Cafe é um espaço onde poderá confraternizar e passar um ótimo momento. É um espaço tranquilo, com ambiente familiar. Tanto pode escolhê-lo para o pequeno almoço, como para um copo para descontrair à noite.

O Bocoi (Calle Do Mar 20, Combarro), Tintanegra (Avenida de Francisco Regalado 44 | Frente al puerto deportivo), Mirabous Café (Avenida Cruz 37, 36993 Combarro), Taperia Pedramar (Calle de la Rua, 49), Amarre e A Rosa dos Ventos (Calle Padrón, Combarro) são alguns dos espaços onde melhor se come em Combarro.

Veja também