Márcio Matos
Márcio Matos
28 Out, 2019 - 11:18
Vista geral das ilhas cíes

Ilhas Cíes: o relaxante paraíso da Galiza ideal para uma escapadinha

Márcio Matos

As ilhas Cíes são um arquipélago encantador, composto por três ilhas que podem proporcionar momentos absolutamente inesquecíveis. Um paraíso aqui ao lado.

O artigo continua após o anúncio

Quando perspetivamos umas férias paradisíacas, somos levados pelo nosso imaginário para destinos longínquos, que implicam várias horas de voo e um investimento algo avultado. Destinos como as Maldivas, Tailândia, Austrália, México, Fiji são alguns dos mais frequentes. Mas também há as Ilhas Cíes.

A verdade é que há paraísos bem próximos do nosso país e estas ilhas são prova clara disso mesmo. Será este o seu próximo destino para uma escapadinha de fim de semana? Fique a saber mais!

Ilhas Cíes: um paraíso mesmo aqui ao lado

Farol das ilhas cíes

Em Espanha, na Galiza, fica o pequeno arquipélago das ilhas Cíes. Localizado praticamente à saída da ria de Vigo, as Cíes integram o Parque Nacional Marítimo Terrestre das ilhas Atlânticas da Galiza. Deste Parque, fazem também parte outros dois arquipélagos: Salvora e Ons.

Faro, Monte Agudo e San Martiño são as 3 ilhas que constituem este belíssimo arquipélago. Quem possui barco próprio e pretende pernoitar pode (e deve) pedir com antecedência uma autorização de ancoragem.

Contudo, é possível visitar através de um barco público tanto Faro como Monte Agudo. Ambas as ilhas estão ligadas por um extenso areal – a praia de Rodas. Além disso, existe ainda um caminho criado numa das extremidades do lago. Já San Martiño só é acessível através de barco privado.

Como chegar?

Recorrer a um ferry boat é a melhor forma de visitar este paraíso. Isto, para todos aqueles que têm esse interesse e não possuem um barco próprio.

Quem não tem esse privilégio, deve também ter em conta que há um calendário específico para visitar as Cíes. Existem barcos públicos de junho a setembro, em pleno época de verão.

A possibilidade de visitar as ilhas após a época balnear é mais remota, pois as viagens de barco disponibilizadas são esporádicas ou inexistentes. O trajeto de barco demora, sensivelmente, uma hora.

O artigo continua após o anúncio
Vila de Combarro na Galiza
Não perca Combarro: a vila dos espigueiros que guarda o espírito Galiza

Barcos públicos disponíveis

Cruceros Rías Baixas, Mar de Ons e Piratas de Nabia são empresas que possibilitam que se faça o trajeto até às ilhas Cíes. Apesar de serem ilhas com muitos interessados, deve ter-se em conta que o número de visitantes é limitado, de forma a não sobrelotar as ilhas.

O ideal é planear a viagem com antecedência, podendo comprar os bilhetes online e seguir viagem a partir de Baiona, Cangas ou Vigo, através de uma das três companhias acima referidas.

Não se esqueça que é indispensável requerer, previamente, uma autorização administrativa para visitar o local, a qual é gratuita.

Praias

A Praia de San Martiño possui toda a exclusividade e privacidade próprias de uma praia apenas acessível de barco privado. Porém, no geral, todas as praias são deslumbrantes e, por isso mesmo, não é surpresa que uma delas – a Praia de Rodas – tenha mesmo sido nomeada, em 2006, a mais bonita do mundo, pelo prestigiado jornal britânico The Guardian.

O areal une as ilhas Faro e Monte Agudo. Faro e a sua fantástica paisagem, aliada à água que “vicia”, ajudam também a explicar o sucesso desta praia.

Quem vai, não quer sair e, tendo que sair, fica com vontade de regressar. As recomendações somam-se a cada visita e, por isso, compreende-se a preocupação em limitar as entradas, para não sobrelotar o espaço.

Para os mais aventureiros – que gostam de imitar o quotidiano de Adão e Eva –, podem sempre privilegiar a Praia de Figueiras que, tendo uma extensão substancialmente mais reduzida, está classificada como Praia Nudista.

O artigo continua após o anúncio

O acesso a esta praia é feito, em exclusivo, por barco privado. Quem tem barco privado ou consegue recorrer a um, usufruirá nesta praia de um sossego e tranquilidade que ainda dão mais encanto a este paraíso.

Passadiço ilhas cíes

Alojamento – campismo

O campismo é o único alojamento disponível nas ilhas Cíes e, por isso, fazer reserva é obrigatório. Existem muitos que optam por dormir num parque de campismo e a boa notícia é que, para os que adoram pernoitar contemplando a beleza noturna, é possível reservar o seu lugar no Parque de Campismo.

A lagoa é, apenas, um dos seus muitos atrativos. Pode optar por alugar uma tenda com cama ou levar a sua tenda sendo esta, naturalmente, a opção mais económica.

Refeições

Um dos inconvenientes deste paraíso é a escassez de lugares para fazer as suas refeições. Existem poucos restaurantes nas ilhas Cíes e as duas ou três opções presentes têm muita procura e pouca oferta.

No interior do parque de campismo, há um restaurante que está aberto ao público em geral, mas não tem preços muito convidativos e ainda implica uma espera demorada, com filas extensas.

O que fazer?

Estas ilhas são locais ideais para “não fazer nada a não ser nadar”. Claro que pode também optar por fazer umas caminhadas ou praticar alguns desportos ou ter a mochila equipada com comida e fazer um belo piquenique com amigos, família ou com a cara-metade.

Neste último caso, principalmente, é fundamental levar sacos para colocar o lixo, uma vez que não irá encontrar contentores ou caixotes para o efeito no local.

Veja também