Márcio Matos
Márcio Matos
19 Mai, 2019 - 01:00
Ilhas Cíes: o relaxante paraíso balnear da Galiza

Ilhas Cíes: o relaxante paraíso balnear da Galiza

Márcio Matos

As ilhas Cíes são um arquipélago encantador, composto por três ilhas que podem proporcionar momentos absolutamente inesquecíveis. Um paraíso aqui ao lado.

O artigo continua após o anúncio

Quando perspetivamos umas férias paradisíacas, somos levados pelo nosso imaginário para destinos longínquos, que implicam várias horas de voo e um investimento algo avultado. Destinos como as Maldivas, Tailândia, Austrália, México, Fiji são alguns dos mais frequentes. Mas também há as Ilhas Cíes.

A verdade é que há paraísos bem próximos do nosso país e estas ilhas são prova clara disso mesmo. Será este o seu próximo destino de férias para os dias mais quentes? Fique a saber mais!

Ilhas Cíes: agende as suas férias num paraíso muito próximo

ilhas cies

Em Espanha, na Galiza, fica o pequeno arquipélago das ilhas Cíes. Localizado praticamente à saída da ria de Vigo, as Cíes integram o Parque Nacional Marítimo Terrestre das ilhas Atlânticas da Galiza. Deste Parque, fazem também parte outros dois arquipélagos: Salvora e Ons.

Faro, Monte Agudo e San Martiño são as 3 ilhas que constituem este belíssimo arquipélago. Quem possui barco próprio e pretende pernoitar pode (e deve) pedir com antecedência uma autorização de ancoragem. Contudo, é possível visitar através de um barco público tanto Faro como Monte Agudo. Ambas as ilhas estão ligadas por um extenso areal – a praia de Rodas. Além disso, existe ainda um caminho criado numa das extremidades do lago. Já San Martiño só é acessível através de barco privado.

Como chegar?

Recorrer a um ferry boat é a melhor forma de visitar este paraíso. Isto, para todos aqueles que têm esse interesse e não possuem um barco próprio. Quem não tem esse privilégio, deve também ter em conta que há um calendário específico para visitar as Cíes. Existem barcos públicos de junho a setembro, em pleno época de verão. A possibilidade de visitar as ilhas após a época balnear é mais remota, pois as viagens de barco disponibilizadas são esporádicas ou inexistentes. O trajeto de barco demora, sensivelmente, uma hora.

Barcos públicos disponíveis

Cruceros Rías Baixas, Mar de Ons e Piratas de Nabia são empresas que possibilitam que se faça o trajeto até às ilhas Cíes. Apesar de serem ilhas com muitos interessados, deve ter-se em conta que o número de visitantes é limitado, de forma a não sobrelotar as ilhas.

O ideal é planear a viagem com antecedência, podendo comprar os bilhetes online e seguir viagem a partir de Baiona, Cangas ou Vigo, através de uma das três companhias acima referidas. Não se esqueça que é indispensável requerer, previamente, uma autorização administrativa para visitar o local, a qual é gratuita.

O artigo continua após o anúncio

Praias

ilhas cies

Fonte: VisualHunt/ferrvic

A Praia de San Martiño possui toda a exclusividade e privacidade próprias de uma praia apenas acessível de barco privado. Porém, no geral, todas as praias são deslumbrantes e, por isso mesmo, não é surpresa que uma delas – a Praia de Rodas – tenha mesmo sido nomeada, em 2006, a mais bonita do mundo, pelo prestigiado jornal britânico The Guardian.

O areal une as ilhas Faro e Monte Agudo. Faro e a sua fantástica paisagem, aliada à água que “vicia”, ajudam também a explicar o sucesso desta praia. Quem vai, não quer sair e, tendo que sair, fica com vontade de regressar. As recomendações somam-se a cada visita e, por isso, compreende-se a preocupação em limitar as entradas, para não sobrelotar o espaço.

Para os mais aventureiros – que gostam de imitar o quotidiano de Adão e Eva –, podem sempre privilegiar a Praia de Figueiras que, tendo uma extensão substancialmente mais reduzida, está classificada como Praia Nudista. O acesso a esta praia é feito, em exclusivo, por barco privado. Quem tem barco privado ou consegue recorrer a um, usufruirá nesta praia de um sossego e tranquilidade que ainda dão mais encanto a este paraíso.

Alojamento – campismo

O campismo é o único alojamento disponível nas ilhas Cíes e, por isso, fazer reserva é obrigatório. Existem muitos que optam por dormir num parque de campismo e a boa notícia é que, para os que adoram pernoitar contemplando a beleza noturna, é possível reservar o seu lugar no Parque de Campismo. A lagoa é, apenas, um dos seus muitos atrativos. Pode optar por alugar uma tenda com cama ou levar a sua tenda sendo esta, naturalmente, a opção mais económica.

Refeições

Um dos inconvenientes deste paraíso é a escassez de lugares para fazer as suas refeições. Existem poucos restaurantes nas ilhas Cíes e as duas ou três opções presentes têm muita procura e pouca oferta. No interior do parque de campismo, há um restaurante que está aberto ao público em geral, mas não tem preços muito convidativos e ainda implica uma espera demorada, com filas extensas.

O que fazer?

Estas ilhas são locais ideais para “não fazer nada a não ser nadar”. Banhos de sol e banhos na água são o que de melhor se pode fazer neste paraíso. Sim, claro que pode também optar por fazer umas caminhadas ou praticar alguns desportos; ter a mochila equipada com comida e fazer um belo piquenique com amigos, família ou com a cara-metade. Neste último caso, principalmente, é fundamental levar sacos para colocar o lixo, uma vez que não irá encontrar contentores ou caixotes para o efeito no local.

Veja também:

O artigo continua após o anúncio
Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp