Catarina Reis
Catarina Reis
28 Ago, 2018 - 09:54
Como escrever uma carta de apresentação: dicas úteis

Como escrever uma carta de apresentação: dicas úteis

Catarina Reis

Neste artigo damos-lhe algumas sugestões sobre como escrever uma carta de apresentação sem falhas. Invista na sua preparação de forma cuidada.

O artigo continua após o anúncio

Como escrever uma carta de apresentação? Esta é a dúvida com que muitos candidatos a emprego se deparam. Fique com as nossas sugestões!

Como escrever uma carta de apresentação?

Uma carta de apresentação é um documento enviado juntamente com o seu currículo, que serve como uma introdução ao seu trabalho e competências, e, antes de mais, ao motivo do seu contacto com o empregador.

carta de apresentação

Deve incluir-se sempre uma carta de apresentação numa candidatura de emprego ou juntamente com o CV?

Sim. A menos que esteja expresso de forma clara no anúncio de emprego que não deverá incluir uma carta de apresentação na sua candidatura, é por norma uma boa ideia apresentá-la.

>” href=”https://www.e-konomista.pt/fazer-um-curriculo/”>Veja 11 dicas para fazer o CV perfeito >>

Que elementos obrigatoriamente deve conter uma boa carta de apresentação?

Não há necessariamente uma estrutura rígida para aquilo que deverá ser uma boa carta de apresentação, mas há alguns elementos que são essenciais:

  • o propósito: a carta disponibiliza informações precisas sobre as razões pelas quais o candidato está qualificado para o trabalho. Não basta repetir o que está no seu currículo. Em vez disso, dê pistas específicas para se perceber claramente que as suas competências vão de encontro às funções exigidas pelo trabalho em questão. Pense na sua carta de apresentação como
    uma forma de vender as suas credenciais, de modo a abrir o apetite para que a pessoa do outro lado tenha vontade de o conhecer, de saber mais sobre si.
  • é fundamental que ao ler-se pela primeira vez a carta, seja claro qual o seu propósito. Para isso, deverá:
    – apresentar-se, dizer quem é;
    – mencionar o tipo de trabalho que se propõe fazer;
    – expressar que as suas competências correspondem às exigidas pelo emprego a que concorre;
    – incentivar o leitor a ler o que vem a seguir – o seu currículo – e promover um encontro pessoal (solicitar uma entrevista, uma audição, um teste, etc).

Qual o tamanho ideal para este documento?

O tamanho é fundamental – jamais ultrapasse uma página A4 e não escreva mais do que 3 a 4 parágrafos. Se a página estiver demasiado preenchida com texto, talvez seja boa ideia eliminar alguma informação – foque-se no essencial. É importante apresentar a informação de forma clara e precisa – lembre-se que se trata apenas de uma introdução, um resumo do que o leitor irá encontrar quando abrir o seu currículo.

Três tipos de carta de apresentação

Existem três tipos gerais de cartas de apresentação. Escolha aquele que mais se adequa ao seu caso:

tipo 1 – a carta de apresentação que responde a uma abertura de trabalho conhecida. É, em simultâneo, uma carta de apresentação e um currículo resumido. Para além da referência à fonte do anúncio (nome da publicação, website, data e eventualmente o número de referência do anúncio), esta carta deve conter os dados solicitados no anúncio. Deverá concluir a carta manifestando a sua disponibilidade para, numa próxima entrevista, poder esclarecer mais pormenorizadamente as suas competências profissionais.

O artigo continua após o anúncio

tipo 2 – candidatura espontânea. É uma carta dirigida a um empregador, oferecendo espontaneamente os seus serviços, sem ter sido solicitada. Envia-se acompanhada do currículo. Esta carta serve para suscitar o interesse do empregador e chamar a atenção sobre o seu currículo. Embora muitas das candidaturas espontâneas fiquem sem resposta, é usual ficarem em arquivo nas empresas durante um certo período de tempo, permitindo ao empregador fazer uma primeira escolha quando surge uma oportunidade.

Tipo 3 – apresentação a uma empresa de recrutamento e selecção. Esta carta tem como finalidade a sua inscrição nas bases de dados das empresas de selecção de pessoal.

Sugestões incontornáveis

A carta de apresentação deve ser escrita de raiz para cada candidatura a emprego; na verdade, é fácil detetar quando uma carta é replicada ou quando atende verdadeiramente às necessidades de uma empresa em particular.

A carta deve ser escrita em Português exemplar, sem qualquer erro gramatical ou ortográfico.

Lembre-se: a carta não deve ser anexada ao email de candidatura, mas sim transformada no próprio corpo do email.

Boa sorte!

Veja também