Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
03 Abr, 2020 - 15:06

Como conseguir um consumo sustentável em casa durante a quarentena

Mónica Carvalho

Mais tempo em casa pode significar gastar mais água, luz, gás e produtos. Conheça as dicas para adotar um comportamento de consumo sustentável em casa.

consumo sustentável em casa

Os tempos que vivemos são difíceis e longe de tudo o que poderíamos imaginar. Como tal, numa altura de distanciamento social e quarentena voluntária, as nossas rotinas são alteradas e, com elas, os nossos gastos também. Para ajudar a ter um consumo sustentável em casa, preparamos algumas dicas para poder poupar na luz, no gás, na água e até nos produtos de mercearia.

Assim, evitará uma subida vertiginosa nas contas de casa no final do mês, assim como evita idas desnecessárias ao supermercado, não só por poder reaproveitar coisas que já tem em casa, mas também por saber como fazer as compras para mais dias.

Tome nota.

4 dicas simples para poupar luz

A conta da eletricidade será inevitavelmente mais alta quanto mais tempo passar em casa. Como tal, adote pequenos comportamentos para que esse aumento não seja significativo. Quem sabe este consumo sustentável em casa não se torna um hábito.

1

Utilize bem os tarifários

Tem um tarifário bi-horário ou tri-horário? Então, faça um esforço por colocar, por exemplo, as máquinas a lavar nesse período em que o custo da eletricidade é mais baixa.

2

Recorra a fontes renováveis

O edifício onde vive possui produção de eletricidade proveniente de fontes renováveis, como solar ou eólico? Então, faça uso disso mesmo.

3

Use os eletrodomésticos corretamente

Pequenos gestos podem ter grandes resultados. Por isso:

  • Evite abrir e fechar continuamente a porta do frigorífico;
  • Deixe a comida arrefecer completamente antes de colocar no frigorífico, para evitar o gasto adicional de energia;
  • Sempre que tiver de ligar as máquinas de lavar roupa ou louça faça-o com as cargas máximas;
  • Sempre que possível recorra aos programas económicos;
4

Desligue os aparelhos do stand by

Sempre que não estiverem a ser necessários, especialmente durante a noite, desligue os aparelhos diretamente da tomada, quando tal for possível.

5 formas rápidas de poupar água durante a quarentena

O desperdício de água pode ser facilmente corrigido se estivermos com um pouco mais de atenção durante algumas tarefas. Veja quais.

1

Não deixe as torneiras abertas

Como ficam as torneiras enquanto lava os dentes? Ou enquanto faz a barba? E enquanto lava a cara ou a louça?

São várias as ações do dia a dia que nos obrigam a utilizar água, claro, mas isso não significa que não possamos ter um comportamento mais sustentável e amigo do ambiente e da carteira. Por isso, já sabe: feche as torneiras sempre que não estiver a utilizar.

2

Tome duche e não banho

Em média, são necessários 140 litros de água para encher uma banheira. Mas um duche gasta muito menos do que isto.

Além disso, enquanto a água não aquece, pode aproveitar para recolher a que vai saindo das torneiras para reaproveitar posteriormente, seja para colocar na sanita após a sua utilização, ou até para regar as plantas em casa.

3

Use o autoclismo de forma consciente

De cada vez que necessitar de ir à casa de banho, dependendo naturalmente do que precisa de fazer, poderá não utilizar toda a água do autoclismo e recorrer, assim, a uma descarga parcial.

4

Cuide do jardim de forma inteligente

Se passa mais tempo em casa, é natural que coloque algumas tarefas em dia, como tratar do jardim. Mas tenha cuidado com a quantidade de água que gasta, pois facilmente pode estar a aumentar em muito o consumo deste bem.

5

Dê a contagem da água

Na grande maioria das vezes, o valor pago na fatura da água é uma estimativa do consumo, pelo que pode, assim, não corresponder ao consumo real. Como tal, poderá ver na sua fatura os dias indicados para dar a contagem. Faça-o e comece a perceber a diferença.

poupar-luz-gas-agua
Veja também Como poupar luz, gás e água agora que está em casa

consumo sustentável em casa: Como pode poupar no gás?

Com a adoção de comportamentos mais sustentáveis, todos os membros da sua família aprenderão rapidamente boas práticas e, com isso, será possível poupar nas contas também do gás.

poupar gás
1

Seja eficiente

Dado que cerca de metade do consumo de gás na maioria das casas ocorre na cozinha e na casa de banho, pelo que é nestas divisões que deve depositar a sua máxima atenção.

Por exemplo, antes de acender o fogão ou o forno a gás tenha todos os alimentos preparados para a confeção.

2

Utilize a boca do fogão certa

A regra é bem simples: tachos ou panelas pequenas devem ser colocados em cima de bocas pequenas; tachos ou panelas grandes devem ser colocados nas bocas de maiores dimensões.

3

Tape os tachos

Para acelerar a fervura e confeção, coloque sempre a tampa nos tachos e panelas.

4

Aposte no uso da panela de pressão

Este utensílio de cozinha é bastante útil, visto que necessita de menos gás para aquecer e cozinha os alimentos mais rapidamente.

5

Adeque a temperatura da água na caldeira e esquentador

A temperatura destes equipamentos deve ser ajustada consoante a época do ano em que nos encontramos. Com os dias a ficarem mais quentes, não precisa de ter a temperatura tão elevada.

Aproveitar ao máximo os bens alimentares

Nunca foi tão importante evitar o desperdício alimentar e tal não se relaciona apenas com a época em que nos encontramos, mas também devido a uma maior consciência em relação ao impacto que os consumos de determinados alimentos podem ter no planeta.

Conheça alguns conselhos sobre o que fazer nesta altura.

1

Privilegie consumos práticos

Arroz, massa, aveia, grãos integrais e vegetais enlatados são escolhas simples, práticas, mas que permitem confecionar uma grande variedade de refeições.

2

Planeie refeições simples

Não precisa de se restringir aos alimentos que referimos anteriormente, por muito úteis que sejam. Mas também não tenha uma atitude completamente contrária e não comece a planear pratos excessivamente elaborados, que podem obrigar a idas recorrentes ao supermercado.

3

Faça bom uso do frigorífico e congelador

Não poder ir constantemente ao supermercado obriga a uma gestão diferente do processo de compras para a casa, nomeadamente no que aos frescos diz respeito.

Assim, opte por comprar frutas e legumes que se conservem durante mais tempo no frigorífico ou até no congelador.

Além disso, aproveite sempre as sobras dos alimentos para congelar e usar numa refeição futura.

4

Planear as idas às compras

A Direção-Geral da Saúde preparou um guia com orientações de alimentação para a altura de quarentena e que podem ajudar a perceber melhor o que fazer.

Em primeiro lugar, deve começar por fazer uma lista de compras:

  • Verificar os alimentos que ainda tem disponíveis em casa;
  • Confirmar a capacidade de armazenamento que dispõe, principalmente no frigorífico e congelador;
  • Escolher alimentos de todos os grupos da Roda dos Alimentos, respeitando as proporções recomendadas;
  • Comprar apenas aquilo que é necessário, sem exageros.

Em segundo lugar, veja, realmente, o que deve privilegiar:

  • Alimentos que tenham um prazo de validade mais longo;
  • Que haja um bom equilíbrio entre alimentos com menor e maior durabilidade;
  • Alimentos de elevado valor nutricional em detrimento de alimentos com elevada densidade energética;
  • Assegurar a compra de produtos frescos, como fruta e hortícolas.

Assim, adotar um consumo sustentável em casa fica mais fácil. É um processo que exige tempo de adaptação, mas cujos benefícios valem muito a pena.

Veja também

Para descomplicar a informação

As informações sobre os temas que envolvem o impacto social do novo Coronavírus são dinâmicas e constantemente atualizadas. Por isso, os conteúdos publicados nesta secção não devem substituir a consulta com profissionais e especialistas, tanto da saúde como do direito e temas afins.