Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
01 Fev, 2019 - 15:16

Coprofagia: aprenda a lidar com o problema do seu cão

Catarina Milheiro

O seu cão sofre de coprofagia e não sabe como pode resolver este problema? Temos um artigo repleto de informação preparado para si.

Coprofagia: aprenda a lidar com o problema do seu cão

A coprofagia é um hábito muito comum dos cães, que é pouco compreendido pelos seus donos.

Muitos donos não conhecem a palavra ou o seu significado, afinal não é algo ainda muito falado. No entanto, a coprofagia é um hábito que pode ser desenvolvido nos cães por diversos motivos. Vamos descobrir do que se trata e como lidar?

O que é a coprofagia?

Copofragia

A coprofagia é o hábito que alguns cães desenvolvem de comer as suas próprias fezes ou até mesmo as de outros cães.

Não se assuste! Parece um assunto um pouco constrangedor, contudo é muito comum nos cães.

Existem várias causas que levam o cão a praticar este tipo de comportamento, e só os seus donos é que poderão informar o veterinário da situação, fazendo a descrição de alguns comportamentos e rotinas do animal. Através destas descrições feitas pelos donos do cão, o veterinário conseguirá determinar quais as melhores medidas a tomar para evitar que eles tenham este tipo de comportamento.

Coprofagia: causas

1. Causas comportamentais

A imitação é uma das causas mais comuns associada à coprofagia. Isto é, as fêmeas que acabaram de ser mães, costumam lamber a urina e comer as fezes dos seus filhotes, para manterem o seu ambiente limpo. Este tipo de comportamento pode ser observado e mais tarde imitado pelos filhos da cadela, que vão crescendo a acreditar que se trata de um comportamento normal.

2. Causas veterinárias

Em relação às causas veterinárias, estas podem ser várias. Ou seja, a coprofagia pode também acontecer devido ao aparecimento de problemas de saúde no seu cão.

Quando existe uma dificuldade em absorver nutrientes, infeções intestinais, pancreatites ou até um excesso de gorduras na dieta, o animal pode adotar comportamentos como este. Contudo, quando existem outras doenças associadas, o cão poderá também apresentar outros sintomas, sendo o mais frequente a diarreia.

3. Causas alimentares

Outra das causas associadas à coprofagia é também o tipo de alimentação que o cão tem. Se o animal faz um tipo de dieta não saudável, isto é, se o tipo de alimentação que o cão faz não for suficiente para responder às suas necessidades nutricionais, ele irá tentar compensá-la comendo as suas próprias fezes.

Por exemplo, se o seu cão for alimentado 1 vez por dia, ele irá tentar acalmar a sua fome através da ingestão das fezes.

O que pode fazer para resolver o problema da coprofagia?

A primeira coisa que deve fazer se o seu cão ingere as suas próprias fezes ou as de outros cães, é levá-lo ao veterinário.

É essencial que o veterinário esteja a par deste tipo de comportamento que o seu animal tem, para que possa indicar o melhor tratamento e as melhores estratégias para ultrapassar este problema.

Se na origem do problema se encontrar a alimentação, deve certificar-se de dar ao seu cão uma ração apropriada e de qualidade que consiga corresponder a todas as necessidades nutricionais e ao mesmo tempo, que contenha a quantidade exata de fibras e gorduras.

Displasia de ancas em cães: tudo o que precisa saber

  • Cães de porte grande: 10 raças a conhecer
  • Seguro de saúde para cães: tudo o que precisa de saber
  • Doenças dos cães: conheça os sintomas e o tratamento das mais comuns
  • 9 alimentos que os cães não podem mesmo comer