Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
18 Out, 2022 - 10:34

12 cuidados a ter depois de dar sangue

Catarina Milheiro

Já é ou vai começar a ser dador de sangue? Conheça os cuidados a ter depois de dar sangue. Sim, eles existem e são para se cumprir.

Está a par dos cuidados a ter depois de dar sangue? É dador? A verdade é que ao dar sangue poderá estar a salvar uma vida.

Circulam pelo corpo de um adulto cerca de 4,5 a 5,5 litros de sangue, que desempenham várias funções. De um modo geral, o sangue é como um responsável pela manutenção do nosso organismo, que protege o seu bom funcionamento.

Contudo, nem sempre ele consegue desempenhar as suas funções – seja porque alguma coisa não está a funcionar como devia, ou porque a quantidade existente no corpo deixou de ser suficiente por algum motivo. E em ambos os casos, existe então a possibilidade de receber uma transfusão de outra pessoa, desde que o grupo sanguíneo seja compatível.

Assim, a doação de sangue é um ato seguro, simples e totalmente voluntário que não tem qualquer tipo de repercussões negativas na saúde da pessoa. E o melhor disto tudo é o facto de poder ser realizada em menos de 1 hora. Fique connosco e saiba que cuidados deve ter depois de dar sangue.

12 cuidados a ter depois de dar sangue: mantenha-se informado

doar sangue

Para ser dador, basta ter pelo menos 50 quilos, idade igual ou superior a 18 anos e ser saudável. Como vemos, não é preciso muito para podermos ser dadores. No entanto, há que ter em atenção alguns cuidados a ter depois de dar sangue para que tudo corra bem.

1.

Permaneça sentado na cadeira durante pelo menos 15 minutos

Um dos cuidados a ter depois de dar sangue é nunca se levantar assim que acaba a doação. O que significa que, antes de deixar a cadeira, deverá permanecer sentado durante, pelo menos 15 minutos.

Durante esse tempo, coma e beba o lanche que lhe é oferecido e aproveite para repor as energias.

2.

Beba bastantes líquidos nas 24 horas após a doação

Dar sangue não prejudica de todo a nossa saúde. No entanto, é recomendado tomar quantidades extras de líquidos nas primeiras 24 horas após a doação – por isso, não se esqueça de beber água.

Principalmente durante as primeiras 4 horas, esta medida é particularmente importante e deverá ser tida em consideração. Isto ajudará na reposição do volume perdido durante a doação.

3.

Evite exercícios físicos cansativos nas primeiras 12 horas

Se é a primeira vez que vai dar sangue, então saiba que deverá evitar fazer exercícios físicos que sejam demasiado cansativos durante as primeiras 12 horas.

Este tipo de comportamento previne sangramentos e ajuda ainda na cicatrização do local onde a agulha foi colocada. Para além disto, previne que o seu corpo se ajuste à perda de volume ocorrida na doação.

4.

Não retire o penso de imediato

Mantenha o curativo no local da agulha durante 4 horas (no mínimo). Se reparar que voltou a sangrar do local, faça uma pressão sobre a zona por cerca de 2 a 5 minutos e troque o curativo, mantendo-o por mais 4 horas.

5.

Sente-se imediatamente se perceber que vai desmaiar

Se depois de deixar a cadeira onde esteve a dar sangue se sentir tonto, fraco ou com a sensação de que vai desmaiar, o melhor é sentar-se em algum local e colocar a cabeça entre os joelhos. Também pode optar por de deitar no chão e elevar as pernas – esta técnica é igualmente eficaz.

Este tipo de medidas evita quedas e outros acidentes que possam acontecer e aumentam a circulação de sangue na cabeça, acabando por aliviar de forma rápida os sintomas.

6.

Se o seu sangue não deve ser utilizado, contacte o hospital

Caso ache que existe alguma razão pela qual o seu sangue não deva ser utilizado e não pôde ou quis referir isso durante a doação, entre em contacto de imediato com o hospital para que a reserva seja descartada.

Esta é uma medida completamente confidencial e de alta importância para a segurança da transfusão de sangue que doou.

7.

Não ingira bebidas alcoólicas

Se vai dar sangue, saiba que não deve ingerir bebidas alcoólicas nas horas seguintes. Não é de todo um ato recomendado.

8.

Não se exponha ao sol

Em épocas de calor, não se exponha ao sol e a altas temperaturas no dia em que vai dar sangue. Tal comportamento pode resultar em desmaios, enjoos ou situações de mal-estar.

9.

Durante pelo menos 2 horas, não fume

Outro cuidado a ter depois de dar sangue é não fumar nas duas horas após a doação. Siga sempre as recomendações.

consultas de cessação tabágica
Veja também Consultas de cessação tabágica: para que servem e onde fazer?
10.

Algumas atividades profissionais devem ser interrompidas

As atividades profissionais que possam colocar em risco a saúde física do dador e de terceiros, devem ser interrompidas após a dádiva de sangue pelo tempo necessário para a recuperação.

Por exemplo: os desportistas devem aguardar até 24 horas para retomarem a sua atividade normal assim como os mergulhadores, paraquedistas, pilotos, bombeiros e profissionais que trabalham em andaimes também.

Os operadores de máquinas e condutores de veículos ferroviários e rodoviários devem interromper as atividades por 12 horas.

11.

Evite conduzir depois da sua primeira doação

Se for a sua primeira doação, evite conduzir logo de imediato. Aguarde pelo menos uma hora para conduzir entre percursos curtos e duas horas para as viagens mais longas. No caso de se sentir mal a conduzir, encoste o carro.

12.

Se surgirem outros sintomas após a doação, comunique-os

Se tiver febre, dores de cabeça, diarreia, dores musculares ou outro sintoma de doença infeciosa após a dádiva de sangue (até 15 dias), deve comunicar de imediato ao serviço de sangue do local em questão.

Veja também