Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
29 Jun, 2022 - 11:20

Casa sem humidade: 6 cuidados a ter com desumidificador

Catarina Milheiro

Precisa de resolver o problema da humidade em sua casa? Fique a par dos cuidados a ter com os desumidificadores e descomplique.

Os meses mais frios do ano favorecem o aparecimento de humidade nos nossos lares e, muitas vezes, é necessário adquirirmos um aparelho como um desumidificador, para nos ajudar com este problema. Mas, mais importante ainda do que adquirir um, é ficar a par dos cuidados a ter com o desumidificador para permitir a sua eficácia. Caso contrário podemos não só danificá-lo, como ainda gastar energia sem que o problema fique resolvido.

Nas estações mais frias, pode ser bastante complicado manter a casa arejada. O que faz com que a humidade surja e se torne num problema incómodo em qualquer lar. Para além disto, pode ser prejudicial para a saúde e bem-estar de todos os moradores.

Mas felizmente, os desumidificadores existem para ajudar a combater este tipo de problema. Saiba tudo.

A humidade e os cuidados a ter com o desumidificador

Antes de referirmos alguns cuidados a ter com o desumidificador, é importante falarmos um pouco sobre a questão que desencadeia a necessidade de utilizar este tipo de aparelhos: a humidade.

Como todos sabemos, a humidade natural que existe no ar é essencial para a nossa saúde e conforto. Contudo, quando em excesso, a humidade pode causar vários problemas: seja a nível da saúde dos moradores, na estrutura da casa, gastos com energia ou até mesmo no imobiliário.

Para que consiga ter uma noção, a humidade ideal deve rondar os 40% e 60%. Por isso, se a sua casa tiver uma taxa de humidade superior a estes níveis o ideal é recorrer a uma solução eficaz que seja capaz de a reduzir.

Uma das hipóteses mais recorrentes pelas pessoas em geral é o uso de um ou mais desumidificadores dentro de casa.

Como funciona o desumidificador?

O objetivo do desumidificador é regular a humidade, retirando-a do ar. Para isso, este tipo de aparelhos funciona a partir do movimento de uma ventoinha que absorve o ar húmido do exterior para o interior do mesmo.

Depois deste processo, o ar húmido que ficou dentro do desumidificador cruza-se com uma superfície fria responsável pela refrigeração e parte da água contida nele, condensa. A água que o aparelho extraiu fica num recipiente dentro do próprio, para que depois seja removida.

Para terminar, o ar seco passa por uma espiral semiaquecida para voltar ao exterior através da saída de ar do equipamento.

Como pode ver, trata-se de algo muito simples. Além disto, para ligá-los à tomada e funcionam assim que os níveis de humidade estejam elevados. Ou seja, são equipamentos bastante autónomos e práticos.

Os desumidificadores podem extrair a humidade do ar durante apenas uma hora ou um dia inteiro – tudo irá depender da qualidade do ar e da quantidade de litros de água que este tem capacidade para armazenar.

6 cuidados a ter com o desumidificador

Para permitir que estes aparelhos durem por muitos anos e sem que se faça um gasto enorme de energia, é necessário ter em consideração alguns cuidados a ter.

1.

Limpe os filtros com frequência

Siga sempre as recomendações do fabricante e nunca se esqueça de limpar os filtros com frequência. Principalmente se utiliza bastante o equipamento.

Antes de o limpar ou a qualquer acessório, desligue o desumidificador para manter a sua segurança. No caso de se tratar de um filtro lavável, confirme que está bem seco antes o voltar a colocar no aparelho.

2.

Verifique se não há móveis ou cortinas encostadas ao objeto

O desumidificador deve estar assente numa superfície plana e num local onde a circulação do ar seja feita com facilidade. A nossa dica para por manter o aparelho a pelo menos 50 cm de distância de qualquer objeto ou móvel que possa dificultar a circulação do ar.

3.

Feche as portas e as janelas da divisão

Para impedir um gasto de energia maior, deve fechar todas as portas e janelas da divisão onde se encontra o desumidificador. Desta forma conseguirá impedir a entrada de ar novo e obterá resultados com maior rapidez e eficácia.

isolamento térmico
Veja também Proteger a casa: a importância do isolamento térmico
4.

Verifique se não existem objetos a tapar as entradas e saídas de ar

Principalmente se tiver crianças ou animais por casa, este é um cuidado obrigatório a ter com os desumidificadores. De vez em quando observe as entradas e saídas de ar do aparelho e verifique que não existe nenhum objeto a impedir o seu bom funcionamento.

5.

Evite os tapetes e carpetes

Apesar de sabermos que se tratam de elementos decorativos presentes na maioria das casas portuguesas, a verdade é que as fibras retêm a humidade.

Por isso mesmo não são um bom aliado quando o assunto é a humidade. Opte por retirar pelo menos os de maior dimensão e será muito mais rápido quando colocar o aparelho a funcionar.

6.

Antes de o guardar, tome precauções

Se chegaram os meses mais quentes do ano e não vai precisar de utilizar o desumidificador, há alguns cuidados que deve ter:

  • Comece por limpar o filtro;
  • Depois passe um pano húmido no reservatório de água e deixe secar por completo;
  • Tape o aparelho com um pano, para evitar a acumulação de poeiras;
  • No final, guarde-o num local fresco e seco.
Veja também