Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Miguel Pinto
Miguel Pinto
19 Fev, 2020 - 16:52

Lembra-se de Dartacão e os Três Moscãoteiros? Vem aí um filme

Miguel Pinto

É verdade. Dartacão está de volta, mas desta vez no grande ecrã. Já está em produção o filme que ainda este ano trará de volta o herói e todo o seu grupo.

Desenho animado d'artacão

Quando apenas dois canais de televisão preenchiam o quotidiano dos portugueses, D’Artacão e os Três Moscãoteiros conquistaram toda uma geração e, algumas décadas passadas, está de volta, mas com um filme para o grande ecrã.

No início da década de 80 do século passado, D’Artacão transformou-se num fenómeno de popularidade, a começar pela música do genérico que quase toda a gente à volta dos 40 anos sabe ainda hoje trautear.

Ainda não está definida nenhuma data de estreia, mas o certo é que este apelo à nostalgia vai com toda a certeza levar muita gente às salas de cinema.

d’artacão: a eleitura do clássico de Alexandre dumas

Série de televisão d'artacão

A ideia para fazer este filme, desta vez com imagens geradas por computador, surgiu da união de esforços entre uma produtora de capitais indianos e de Singapura, os estúdios Cosmos-Maya, em co-produção com a Apolo Films, de Espanha. Segundo as últimas notícias deste projeto, o argumento estará a cargo de Doug Landale, responsável por obras como ‘O Panda do Kung Fu’ ou várias aventuras de Scooby-Doo.

Baseada no imortal romance de Alexandre Dumas (D’Artagnan e os Três Mosqueteiros), esta série lançada em 1981 pela BRB Internacional (numa co-produção entre espanhóis e japoneses) pegou numa série de canídeos, e alguns felinos, tomaram de assalto um clássico da literatura e criaram um clássico da animação.

Personagens históricas

Quem não se recorda da pérfida Milady, do corajoso Planchet, de Rochefort, o grande inimigo de D’Artacão ou o maldoso Cardeal Richelieu? Isto para não falar, obviamente, dos três moscãoteiros, Dogus, Porthos e Aromis.

Ao longo de 26 episódios, os quatro amigos lutaram bravamente para salvar o trono da França e entraram em definitivo na memória colectiva de toda uma geração. Agora vai chegar aos cinemas.

Até lá, fique com a música do genérico e não tenha receio. Cante a plenos pulmões.

Veja também