Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Cátia Tocha
Cátia Tocha
07 Jan, 2020 - 16:48

6 decisões financeiras para serem tomadas em 2020

Cátia Tocha

O início de um novo ano é o pretexto ideal para tomar as decisões financeiras que vão ditar a saúde da sua carteira nos próximos 12 meses.

decisões financeiras para serem tomadas em 2020

Se é daquelas pessoas que gosta de planear tudo com antecedência então certamente que já definiu as decisões financeiras que vai tomar em 2020.

Se, pelo contrário, só ao ler estas linhas se apercebeu de que já passaram uns dias desde que o ano começou e nem sequer tinha pensado nisso, então está na altura de o fazer.

Mas tenha calma, pois ainda vai a tempo de definir alguns objetivos para alcançar nos próximos doze meses de forma a ver a sua vida financeira melhorada. Nós damos uma ajuda com o que deve incluir na sua lista de decisões financeiras para 2020.

Decisões financeiras: 6 para 2020

decisões financeiras

1. Elabore um plano financeiro

Uma das decisões financeiras para 2020 deve passar por criar um plano financeiro. Sem este plano, será difícil conseguir gerir o seu dinheiro, podendo facilmente perder o controlo dos gastos realizados.

O planeamento estratégico não é apenas importante para empresas, podendo servir também como uma bússola para pessoas singulares. Use esse plano para definir objetivos e pense em metas possíveis de cumprir ainda este ano, como poupar determinada quantia e evitar o uso do cartão de crédito.

2. Opte por usar dinheiro e não cartão de débito

Quando precisar de dinheiro para pagar algo é melhor levantá-lo no Multibanco do que usar continuamente o seu cartão de débito na altura do pagamento, a menos que sejam compras de elevadas quantias.

Isto porque ao usar o cartão não sente que está a gastar dinheiro, uma vez que não o vê materialmente, ao passo que se pagar com dinheiro lhe vai custar muito mais ver as notas a sair da carteira.

Pode parecer um pormenor, mas esta opção é bastante eficaz no controlo de gastos porque ajuda-o a pensar duas vezes antes de gastar mais do que gostaria.

3. Tire uma graduação ou pós-graduação

Apesar de haver pessoas com licenciatura e mestrado desempregadas, a formação académica continua a ser um fator importante no que aos salários diz respeito.

Pessoas com mais escolaridade tendem a ter melhores ordenados quando se encontram no ativo e são mais facilmente aumentadas do que aquelas que possuem menos estudos.

Por isso, aproveite para tirar uma nova graduação ou pós-graduação durante o seu tempo livre.

4. Pense em investir

Pode também aproveitar o seu tempo livre para adquirir algum conhecimento sobre o mercado financeiro e aprender a investir o seu dinheiro.

Ter dinheiro parado não lhe serve de muito. Se tiver possibilidade, o melhor é mesmo aplicá-lo.

Existem inúmeros produtos financeiros a que pode recorrer, desde os depósitos a prazo, certificados de aforro ou PPR até a fundos de investimento.

Tudo vai depender dos seus objetivos e do risco que está disposto a recorrer para obter um maior retorno sobre o seu investimento.

Qual é o melhor Plano Poupança Reforma para mim?
Veja também Qual é o melhor Plano Poupança Reforma para mim?

5. Use aplicações financeiras para controlar o seu orçamento

Outra das decisões financeiras para 2020 pode passar por começar a gerir melhor a sua vida financeira e a poupar. E o que não falta nos dias de hoje, são aplicações gratuitas para o efeito.

Dá-mos lhe apenas dois exemplos, mas se fizer uma breve pesquisa vai encontrar muitos outros. Escolha aquele que seja mais intuitivo e que se adequa melhor aos seus objetivos. A ideia é ajudar a controlar o seu orçamento, não a complicar mais a sua vida.

Digit

Disponível para Android e iOS, a Digit ajuda a poupar dinheiro através de um exame automático dos seus rendimentos e padrões de consumo, transferindo pequenas quantias de poupança que considere que não necessita para um conta separada gerida pela própria aplicação.

Há sempre a possibilidade de desistir da conta poupança em qualquer momento, mas saiba que se a mantiver não terá quaisquer juros com a mesma, uma vez que o programa é gratuito e se sustenta através dos juros gerados pelas contas poupança dos utilizadores.

Goodbudget

Esta app entra na lista das melhores apps para poupar, pois consegue categorizar o orçamento por ‘envelopes’, ou seja, os utilizadores podem criar ‘envelopes’ para cada uma das categorias de orçamento, entre elas compras, transportes, alimentação e saúde, entre outros.

Assim, poderão saber quanto estão a gastar em cada ‘envelope’. A Goodbudget, disponível para Android e iOS, permite manter, assim, alguma disciplina nas despesas ao fazer com que o utilizador esteja atento ao orçamento.

6. Poupe dinheiro

A realização desta medida pode ser, para algumas pessoas, uma das tarefas mais complicadas desta lista de decisões financeiras, uma vez que nem sempre é fácil ter um orçamento familiar que nos permita poupar, devido às contas mensais que são necessárias pagar e a outras despesas inesperadas.

No entanto, cortar em gastos supérfluos já é uma boa ajuda para conseguir economizar algum dinheiro e assim colocá-lo na conta poupança ou, quem sabe, usá-lo para lazer se não tiver outros gastos urgentes. É sempre bom fazer uma viagem ou outra atividade que nos faça felizes.

Agora que já tem uma lista de decisões financeiras para 2020, aproveite para colocá-las em prática e poder ver alguma diferença na sua vida económica ainda antes do final do ano. Boa sorte!

Veja também