Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Catarina Gonçalves
Catarina Gonçalves
09 Jun, 2020 - 08:00

P2P, DEB, TRF. Sabe o significado destas siglas bancárias?

Catarina Gonçalves

Consegue descodificar as abreviaturas e siglas bancárias que surgem no seu extrato ou no homebanking? Pode ser mais fácil se ler as próximas linhas.

mulher tenta descodificar as siglas bancárias do seu extrato no telemóvel

Quantas vezes já ficou a olhar para o seu extrato ou homebanking sem conseguir associar o movimento ao descritivo? Descodificar as operações que aí vêm descritas pode ser uma missão complicada, para não dizer impossível.

Isto acontece porque essas operações bancárias são registadas, na sua maioria, com abreviaturas ou siglas específicas, que podem diferir de banco para banco.

Para que não fique mais uma vez a olhar para o seu extrato com um ar confuso, neste artigo “traduzimos” algumas das nomenclaturas de operações bancárias mais frequentes.

descodificador de abreviaturas e siglas bancárias

Transações de baixo valor

BX VALOR TRANSAC | TRANSACAO BXV | BX VALOR

Estas são três das abreviaturas mais utilizadas pelas instituições bancárias para descrever as transações de baixo valor que lhe aparecem no extrato.

Estes movimentos referem-se a pagamentos de portagens, Via Verde ou telefonemas, que efetua com a utilização de um cartão. Estas transações não precisam de código PIN e são debitadas diretamente na sua conta bancária associada ao respetivo cartão.

Transferências

Uma das operações bancárias mais frequentes são as transferências. A sigla TRF é precisamente a nomenclatura utilizada para assinalar estas operações, mas também pode surgir a designação TRAN.

No entanto, as transferências não são todas iguais. Estas operações podem surgir a débito, quando transfere dinheiro para alguém, ou a crédito, quando recebe dinheiro de outrem.

TRF P2P

É utilizador do MBWay? Se sim e se recebe ou transfere dinheiro de e para outras pessoas já deve ter visto esta designação.

P2P é abreviatura da expressão inglesa peer-to-peer, que pode ser traduzida por “transferência de pessoa-para-pessoa”. Trata-se de um sistema online que possibilita efetuar transferências entre contas bancárias de duas pessoas, através de um telemóvel ou por via eletrónica.

TRF CXDOL

Se as transferências forem efetuadas online há também uma abreviatura própria. Normalmente incluem siglas ligadas às entidades bancárias, mas que variam de instituição para instituição. Por exemplo, na CGD – Caixa Geral de Depósitos a designação é CXDOL – Caixa Direta Online.

Estas transferências bancárias não têm que ocorrer apenas entre entidades diferentes, pode ser uma transferência interna entre contas da mesma pessoa.

TRF CREDITO SEPA

Estas operações bancárias referem-se a transferências que são efetuadas entre contas domiciliadas em bancos do mesmo país ou de países diferentes, em que a moeda utilizada é o Euro.

SEPA (single euro payments area), em português “área única de pagamentos em euro”, é um espaço em que é possível efetuar e receber transferências a crédito com a mesma facilidade, rapidez e segurança que em Portugal.

O espaço SEPA inclui os países pertencentes à União Europeia, Suíça, Islândia, Mónaco, Noruega, entre outros.

TEI | TRAN INTERBANCÁRIA

A sigla TEI significa “Transferências Eletrónicas Interbancárias” e é utilizada para registar transferências entre contas de bancos diferentes.

Nalguns casos, este tipo de transferência é designada simplesmente por transferência interbancária.

TRF URG | TRAN URGENTE

E se precisar que o dinheiro chegue rapidamente à conta do destinatário? Nesse caso pode dar uma ordem de transferência urgente.

Essas transferências podem demorar apenas 10 segundos e podem ser efetuadas entre contas de bancos diferentes. Conte é com o pagamento de uma comissão associada a este serviço.

Veja também Está com pressa? Conheça as transferências imediatas

Compras, pagamentos e levantamentos

O registo das compras e pagamentos são mais fáceis de identificar. Ainda assim, há algumas informações que não deve descurar e que o vão ajudar a compreender ainda melhor o registo destas operações bancárias.

COMPRA TPA | COMPRA DEB

Seja no extrato bancário ou no homebanking, quando faz uma compra essa operação surge diretamente com a designação “compra” e pode ser seguida da sigla TPA ou DEB.

TPA quer dizer Terminal de Pagamento Automático e são as máquinas que existem nos estabelecimentos comerciais e permitem a utilização de cartões bancários para efetuar pagamentos. Pode em alternativa ter também a sigla DEB que significa débito.

PAGAMENTO | PG SV [entidade + referência]

Quando faz uma operação de pagamento de serviços/compras em que lhe pedem para indicar uma entidade e referência, estas operações são registadas como pagamento. Pode surgir ainda a designação PG SV seguida da entidade e da referência da operação.

LEVANTAMENTO

Os levantamentos feitos ao balcão ou num terminal multibanco, também designado por ATM (Automated Teller Machine) são registados como “levantamento”, o que também é fácil identificar.

Quando a operação é efetuada numa máquina multibanco é usual surgir uma referência à localização desse terminal.

Juros (JUR)

Para identificar o juro que recebe das suas aplicações os bancos utilizam a designação JUR que pode ser seguido da indicação da respetiva taxa.

Esta designação pode ainda vir acompanhada do número da sua conta bancária ou produto financeiro ao qual respeita o juro.

Dividendos (DIV | DIVID)

Se tiver ações que deem direito a receber os respetivos dividendos, estes serão recebidos diretamente na sua conta à ordem e essa operação será registada a crédito (CRED) com a designação DIV ou DIVID.

Estas siglas também podem aparecer a débito, o que representa saída de valores da sua conta. Esse movimento relaciona-se com comissões e impostos associados ao pagamento dos dividendos.

Siglas de identificação de contas e bancos

Para finalizar deixamos-lhe também algumas siglas fundamentais para identificar bancos e contas bancárias, que tem mesmo que conhecer.

NIB: Número de Identificação Bancária

Este é o número que identifica a sua conta bancária domiciliada em bancos em Portugal. É composto por 21 algarismos:

  • os primeiros 4 correspondem ao código do banco;
  • os seguintes 4 algarismos correspondem ao código do balcão ou agência;
  • os 11 algarismos seguintes são o número da conta;
  • os restantes 2 algarismos servem para controlo.

IBAN: International Bank Account Number

Este número é composto por 25 caracteres. Tem o mesmo objetivo que o NIB, mas é mais seguro e internacionalmente aceite. É um código normalizado introduzido pela norma ISO 13616.

O IBAN corresponde ao NIB precedido de PT50 (código de país e dois dígitos de controlo, que no caso de Portugal são sempre “50”).

SWIFT: Society for Worldwide Interbank Financial Telecommunication

O código SWIFT é também conhecido por código BIC (Bank Identifier Code). SWIFT é o nome de uma entidade que gere códigos internacionais de bancos, os códigos BIC.

O seu objetivo é a padronização dos códigos dos bancos para facilitar operações bancárias internacionais e têm entre 8 a 11 caracteres.

Veja também